Como funciona o salário-família do INSS? Quem tem direito? Entenda

Benefício é pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). É preciso ter filhos para pedir o salário-família.

Trabalhadores domésticos ou avulsos que possuem filhos com idade até 14 anos ou que tenham algum tipo de deficiência podem solicitar o salário-família. O benefício é pago para quem tem carteira assinada.

Leia também

Os repasses do salário-família seguem uma tabela instituída pelo governo. Portanto, há um limite de renda e as cotas que são destinadas aos beneficiários. No caso, o limite de renda é considerado como primordial para a liberação do dinheiro. Segundo as regras ambos os pais podem obter os recursos, desde que seguindo as regras.

Como pedir o salário-família

Para pedir o salário-família, o responsável deve solicitar o benefício ao seu empregador (domésticos) ou ao sindicato/órgão gestor (avulsos). Uma série de documentos será exigida, como demonstrado no final da matéria. A aprovação ocorre em alguns dias.

A responsabilidade dos pagamentos é do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Portanto, anualmente, o interessado deve fazer a renovação do salário-família. Se isso não ocorrer, o benefício é cortado.

Para a realização de atualizações, o interessado pode realizar os trâmites de forma online, por meio do aplicativo Meu INSS (Android e iOS). É só informar o login e senha e depois ir na opção do salário-família. Caso a pessoa não tenha conta no Meu INSS, é necessário criar uma. Todo o processo é gratuito.

Documentos para pedir o salário-família

O trabalhador responsável deve estar com os seguintes documentos para solicitar o salário-família:

  • Documento de identidade;
  • CPF;
  • Certidão de nascimentos dos dependentes;
  • Certificado de vacinação dos dependentes que possuem até seis anos de idade;
  • Comprovante de frequência escolar dos dependentes com idades entre sete e 14 anos;
  • Termo de responsabilidade assinado;
  • Requerimento do salário-família (apenas para aposentadoria ou em caso de incapacidade).

Todos os documentos são de responsabilidade do trabalhador. Portanto, lembre-se de reunir o que é necessário antes de fazer a solicitação.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio-inclusão de R$ 606 passa a ter novas regras; veja quem pode pedir

Portaria autorizou a adição de mais pessoas no auxílio-inclusão de R$ 606. Confira quem poderá ser beneficiado com o repasse.

Quem tem depressão pode receber o auxílio-doença em 2022? Veja regras

Segurados do INSS que precisarem ser afastados do trabalho temporariamente em razão de doença têm direito ao auxílio-doença.

Auxílio Brasil de R$ 600: veja calendário com últimos lotes de agosto

Auxílio Brasil de R$ 600 foi antecipado no mês de agosto. Por isso, os repasses já estão próximos do fim. Confira quem ainda recebe.

Empréstimo Auxílio Brasil: 17 bancos vão oferecer crédito; veja prazo para pedir

Milhões de pessoas poderão solicitar o empréstimo consignado do Auxílio Brasil. Diversas instituições financeiras já estão inscritas para oferecer o crédito.

Auxílio-doença do INSS 2022: veja valor e como solicitar o benefício

O benefício pode ser solicitado pelo site, através do aplicativo do Meu INSS ou diretamente pelo telefone, após avaliação médica e social com profissionais do instituto.

Quem pode obter inscrição no CadÚnico? Veja regras atualizadas

Famílias de baixa renda que ganham até meio salário mínimo por pessoa ou até 3 salários mínimos de renda mensal total devem estar inscritas no projeto.