Auxílio Brasil (novo Bolsa Família): quem terá direito e como é possível se inscrever?

Auxílio Brasil deve começar pagamentos a partir de novembro de 2021. Governo federal já anunciou alguns dos requisitos para participar.

O governo federal realizou o anúncio do Auxílio Brasil, novo programa de transferência de renda que substituirá o Bolsa Família. Com isso, já foram divulgadas algumas regras e quem terá direito aos repasses. Veja em nossa matéria como se inscrever.

De acordo com o anúncio realizado pelo ministro da Cidadania, João Roma, o Auxílio Brasil terá um acréscimo de 20% em relação ao valor médio do Bolsa Família e os pagamentos de repasses extras. O governo quer que os depósitos fiquem na casa dos R$ 400. A previsão é que o novo Bolsa Família já comece em novembro de 2021 de forma provisória. A forma definitiva ocorreria em 2022 após aprovação do projeto pelo Congresso.

Quem terá direito ao Auxílio Brasil

Para fazer parte do Auxílio Brasil, a pessoa deverá pertencer a uma família em situação de pobreza ou extrema pobreza. Também é necessário fazer parte do Cadastro Único (CadÚnico), devendo seguir os seguintes requisitos:

  • Ser membro de família com renda mensal por pessoa de até meio salário mínimo;
  • Fazer parte de família com renda mensal familiar total de até três salários mínimos;
  • Morar sozinho;
  • Esteja em família com pessoas em situação de rua.

Como se registrar no Auxílio Brasil via CadÚnico

O registro no Cadastro Único deve ser feito no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do seu município. É preciso ir até lá com seu CPF ou Título de Eleitor. Além disso, é exigido que o responsável leve um dos documentos abaixo de cada familiar:

  • CPF;
  • RG;
  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (Rani), somente para indígenas.

No local, uma entrevista será feita por um servidor. Ele então solicitará o programa correspondente, desde que os requisitos do CadÚnico sejam cumpridos. Não é necessário se registrar especificamente no Auxílio Brasil.

Inscrição no Cadúnico: consultar situação

Se você já faz parte do Cadastro Único, verifique sua situação para não ficar de fora do Auxílio Brasil. Para isso, existem três maneiras diferentes. É possível consultar no site do governo federal. A segunda forma é via aplicativo “Meu CadÚnico” (iOS ou Android).

Por fim, há a possibilidade de entrar em contato com a central de atendimento da Caixa Econômica Federal, banco responsável pelos repasses do programa. Ligue para 0800 707 2003, de forma gratuita. Caso seja necessário, faça a atualização da sua inscrição no CRAS.

Leia também

você pode gostar também