CadÚnico: veja como saber se você já está inserido no Cadastro Único

Inscrição no Cadastro Único garante acesso a diversos benefícios ofertados pelo governo federal como o Auxílio Brasil (novo Bolsa Família).

Ser registrado no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal é fundamental na hora de solicitar benefícios. Programas como Bolsa Família (futuro Auxílio Brasil) e Casa Verde e Amarela exigem o cadastro. Portanto, confira como saber se você já está inserido no CadÚnico.

O Cadastro Único foi instituído para que o governo federal tivesse informações sobre quais programas sociais deveriam ser criados e como distribuí-los da melhor maneira possível. Dessa forma, pessoas consideradas vulneráveis socioeconomicamente ou que necessitam de alguma assistência possuem mais chances de terem o benefício adequado.

Como saber se estou inscrito no CadÚnico:

Para consultar se você está ou não registrado no CadÚnico, o governo oferece três opções. A primeira é por meio do aplicativo Meu CadÚnico (disponível para Android e iOS). Basta fazer o download e informar login e senha. Caso a pessoa não tenha conta, basta criar uma.

A segunda opção é via site do governo federal, também sendo necessário ter cadastro. Por fim, ainda é possível ligar gratuitamente para 0800 707 2003, central de atendimento da Caixa Econômica Federal, responsável pela maior parte dos repasses dos programas do CadÚnico.

Como se inscrever no CadÚnico

Caso você não esteja registrado no CadÚnico, é possível se registrar no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) do seu município. Lá, o interessado precisa ir com seu CPF ou Título de Eleitor. Também é necessário levar algum documento dos familiares que moram na mesma casa. Veja quais são aceitos:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (pessoas de origem indígena).

Benefícios do Cadastro Único

Veja abaixo a lista de benefícios que estão atrelados ao CadÚnico (Cadastro Único):

  • Programa Bolsa Família (futuro Auxílio Brasil);
  • Programa Minha Casa, Minha Vida (atual Casa Verde e Amarela);
  • Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental;
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI;
  • Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  • Carteira do Idoso;
  • Aposentadoria para pessoa de baixa renda;
  • Programa Brasil Carinhoso;
  • Programa de Cisternas;
  • Telefone Popular;
  • Carta Social;
  • Pro Jovem Adolescente;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Passe Livre para Pessoas com Deficiência (PcD);
  • Isenção de taxas em concursos públicos (conforme a lei).

Leia também

você pode gostar também