Auxílio emergencial pode ser prorrogado por mais um ano e com novo valor

Rumores apontam a volta do auxílio emergencial para o ano de 2022. Valores seriam diferentes dos atuais, segundo blog.

De acordo com o Blog do Nolasco, do portal R7, o auxílio emergencial pode ser prorrogado por mais um ano. Ainda segundo a publicação, fontes do governo federal teriam dito que as conversas seriam retomadas com a defesa de valores entre R$ 400 e R$ 500. Os repasses seriam feitos até o final de 2022.

Entretanto, existe a preocupação com o orçamento do ano que vem. O governo vem tendo dificuldades para conseguir emplacar o Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família, devido à falta de recursos. Portanto, o auxílio emergencial renovado e com valores maiores é inviável por enquanto.

Dessa forma, trata-se de um rumor ventilado dentro do Palácio do Planalto, indicando apenas uma intenção e não um fato concreto. Há uma pressão política para que o governo faça a renovação devido às eleições em 2022. No entanto, a equipe econômica vem se mostrando contra.

Calendário da 7ª parcela do auxílio emergencial

Enquanto a renovação do auxílio emergencial não sai, confira o calendário da 7ª parcela do benefício para quem faz parte do Bolsa Família (a partir do dígito final do Número de Identificação Social):

Dígito final do NIS Datas de pagamento
NIS 1 18 de outubro de 2021
NIS 2 19 de outubro de 2021
NIS 3 20 de outubro de 2021
NIS 4 21 de outubro de 2021
NIS 5 22 de outubro de 2021
NIS 6 25 de outubro de 2021
NIS 7 26 de outubro de 2021
NIS 8 27 de outubro de 2021
NIS 9 28 de outubro de 2021
NIS 0 29 de outubro de 2021

Agora, o cronograma para os demais beneficiários do auxílio emergencial, seguindo o mês de nascimento:

Mês de aniversário Data de depósito Data para saque
Janeiro 20/10 01/11
Fevereiro 21/10 03/11
Março 22/10 04/11
Abril 23/10 05/11
Maio 23/10 09/11
Junho 26/10 10/11
Julho 27/10 11/11
Agosto 28/10 12/11
Setembro 29/10 16/11
Outubro 30/10 17/11
Novembro 30/10 18/11
Dezembro 31/10 19/11

Vale lembrar que, atualmente, o auxílio emergencial paga entre R$ 150 e R$ 375 para pessoas consideradas em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Leia também

você pode gostar também

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Ler mais