Qual será o valor do seguro-desemprego em 2022? Confira nova previsão

O valor do seguro-desemprego deve passar por reajuste proporcional ao do salário mínimo. Sendo assim, a estimativa é de uma alta de 8,4%.

O governo federal está fazendo várias estimativas de reajuste do salário mínimo para 2022. De acordo com os últimos cálculos, deve haver um aumento de R$ 92,40, fazendo com que o piso suba para R$ 1.192,40. Essa mudança impacta diretamente no valor do seguro-desemprego.

Previsão do valor do seguro-desemprego 2022

O benefício, assim como vários outros pagamentos governamentais, se baseia no salário mínimo. Segundo dados do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), a inflação deste ano está em torno de 8,4% e essa porcentagem será utilizada para o reajuste do piso.

Consequentemente, o mesmo índice será usado na correção do valor do seguro-desemprego. Atualmente, o valor máximo da parcela desse benefício é de R$ 1.909,34. Levando em consideração o índice da inflação previsto, o teto do seguro pode chegar a R$ 2.069,72.

É importante ressaltar que tanto o número de parcelas quanto a quantia delas varia de acordo com a remuneração recebida pelo trabalhador. No entanto, a lei define que elas não podem ser inferiores a um salário mínimo vigente.

Dessa forma, o valor do piso do seguro-desemprego para 2022 deve ser de R$ 1.192,40, caso a inflação feche como o previsto. A expectativa do governo é de que 8,2 milhões de brasileiros precisem do benefício. Assim, há no orçamento uma reserva de R$ 41,7 bilhões para os pagamentos.

Regras para solicitar o seguro-desemprego

O seguro-desemprego é pago apenas para trabalhadores formais (com carteira assinada) que foram demitidos sem justa causa. Além disso, são critérios para solicitar:

  • Não ter renda própria suficiente para manutenção da família;
  • Ter recebido salário de pessoa jurídica ou física num período de seis a 12 meses de trabalho, dependendo do caso;
  • Não receber qualquer benefício previdenciário de prestação continuada (com exceção do auxílio-acidente, do auxílio suplementar e do abono de permanência em serviço).

Confira o vídeo abaixo para saber como pedir o seguro-desemprego:

Leia também

você pode gostar também

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Ler mais