Prova de vida é retomada pelo INSS; veja novos prazos para fazer

O calendário completo da prova de vida do INSS já foi liberado. Os segurados precisam fazer a comprovação para manter seus benefícios.

A prova de vida do INSS, critério utilizado para manter os pagamentos de pensões e aposentadorias, tem calendário estipulado. O procedimento estava suspenso por causa da pandemia de COVID-19 e, durante esse período, os benefícios continuaram sendo pagos mesmo sem os atestados.

Agora, os atendimentos serão retomados e milhares de pessoas precisam realizar a comprovação. Segundo apurações da Agência Brasil, cerca de 7,3 milhões de segurados devem passar por esse processo até o mês de dezembro de 2021. Caso contrário, correrão risco de perder os pagamentos.

Calendário da prova de vida do INSS

A suspensão da prova de vida do INSS até o fim deste ano foi negada pelo presidente Jair Bolsonaro. Sendo assim, os aposentados e pensionistas precisam ficar atentos às datas de recebimento.

Isso porque o prazo varia de segurado para segurado, levando em consideração o mês em que o procedimento deveria ter acontecido em 2020. Confira o cronograma completo de acordo com o período de vencimento:

  • Julho/agosto 2020: retomada em agosto 2021 (já realizada);
  • Setembro/outubro 2020: retomada em setembro 2021 (neste mês);
  • Novembro/dezembro 2020: retomada em outubro 2021;
  • Janeiro/fevereiro 2021: retomada em novembro 2021;
  • Março/abril 2021: retomada em dezembro 2021;
  • Maio/junho 2021: retomada em janeiro 2022;
  • Julho/agosto 2021: retomada em fevereiro 2022;
  • Setembro/outubro: retomada em março 2022;
  • Novembro/dezembro 2021: retomada em abril 2022;
  • Janeiro/fevereiro 2022: retomada em maio de 2022;
  • Março/abril 2022: retomada em junho de 2022;
  • Maio/junho 2022: retomada em julho 2022;
  • Julho 2022: retomada em agosto 2022.

O que acontece se eu não fizer a prova?

Quem perder o prazo e não realizar a prova de vida do INSS terá o benefício cancelado. Inicialmente, o pagamento será bloqueado e os segurados terão um prazo para solicitar a reativação dos depósitos.

Isso deve ser feito diretamente no banco responsável pelo depósito para aquele trabalhador. Os beneficiários precisam agendar o atendimento por telefone, ligando na central 135, ou pelo app Meu INSS.

Aqueles que não fizerem o desbloqueio terão os valores suspensos. Nessa etapa é necessário atualizar os dados também no banco. Se ainda assim a prova de vida do INSS não for realizada, o pagamento será cancelado oficialmente.

Leia também

você pode gostar também

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Ler mais