CadÚnico: confira benefícios e programas que usam o Cadastro Único do Governo Federal

Existem pelo menos 15 benefícios federais que utilizam o CadÚnico como parâmetro para eleger as pessoas a esses programas.

A porta de entrada para recebimento de pelo menos 15 benefícios do governo federal é o Cadastro Único – CadÚnico. Milhões de brasileiros já possuem essa inscrição na base de dados e estão aptos a serem incluídos em benefícios automaticamente. Para conseguir realizar o cadastro único, é necessário observar algumas regras básicas.

Entre as normas, é necessário possuir renda de até meio salário mínimo. A família em geral não pode ultrapassar a casa de três salários mínimos por mês. Essas regras ocorrem porque o conceito do Cadastro Único é justamente reunir os dados dos brasileiros em situação de pobreza ou extrema pobreza.

Benefícios relacionados ao CadÚnico

Um detalhe importante é que não apenas os benefícios federais utilizam o CadÚnico como banco de dados, mas muitos estados e municípios desenvolvem programas e utilizam o respectivo cadastro. Como já adiantamos acima, são pelo menos 15 benefícios federais que utilizam o CadÚnico como parâmetro para eleger as pessoas a esses programas:

  1. ​​ Programa Bolsa Família, que poderá ser transformado em Auxílio Brasil;
  2. Programa Minha Casa, Minha Vida (atual “Casa Verde e Amarela);
  3. Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental;
  4. Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI​;
  5. Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  6. Carteira do Idoso;
  7. Aposentadoria para pessoa de baixa renda;
  8. Programa Brasil Carinhoso;
  9. Programa de Cisternas;
  10. Telefone Popular;
  11. Carta Social;
  12. Pro Jovem Adolescente;
  13. Tarifa Social de Energia Elétrica;
  14. Passe Livre para pessoas com deficiência;
  15. Isenção de Taxas em Concursos Públicos.

Como fazer o Cadastro Único

Geralmente, os cadastros são realizados nos Centros de Referência de Assistência Social – Cras em cada município. Basta comparecer com todos os documentos necessários para realização do cadastro. Confira a documentação:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento (caso seja casado civilmente);
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (para pessoas de origem indígena).

Após realizado o cadastro, é possível acompanhar por meio do aplicativo Meu CadÚnico.

Leia também

você pode gostar também

Calendário abono PIS/Pasep 2021 ficará disponível em breve? Entenda

Calendário abono PIS/Pasep 2021 ainda não foi divulgado pelo governo federal. Veja quando o cronograma poderá sair.

Quem recebe o novo Auxílio de R$ 710 neste mês? Veja regras oficiais

Valor é referente ao pagamento conjunto do Auxílio Brasil e do Auxílio Gás, de R$ 600 e R$ 110, respectivamente.

Calendário Auxílio Brasil de R$ 600: veja pagamentos restantes de agosto

Calendário do Auxílio Brasil deve ir até o dia 22 de agosto após antecipação feita pelo governo. Repasses serão de R$ 600.

Como saber se fui aprovado no Auxílio Brasil de R$ 600? Veja aqui

Para conferir as informações sobre o Auxílio Brasil de R$ 600, os contemplados devem acessar os aplicativos ou ligar no número específico, informando o CPF em todos os casos.

MEI terá acesso aos descontos da Tarifa Social de Energia? Veja projeto

Projeto prevê que trabalhadores com registro MEI ativo ,que se encaixem no critério de baixa renda, sejam incluídos na Tarifa Social de Energia.

Consulta ao auxílio de R$ 2 mil é liberada pelo governo; veja como fazer

Os beneficiários podem acessar o aplicativo Caixa Tem e emitir o extrato bancário, onde estarão presentes as informações referentes a valores, datas e parcelas do auxílio de R$ 2 mil.