Saiba como consultar seu PIS pelo CPF

O CPF pode ser utilizado para consultar o PIS e o abono salarial. Saiba como realizar a consulta.

O Programa de Integração Social (PIS) é a instituição responsável por financiar benefícios como o abono salarial e o seguro-desemprego. O PIS é também chamado de PIS/Pasep, ou NIS/PIS, e o que diferencia a denominação é o tipo de beneficiário, que pode ser trabalhador da iniciativa privada ou servidores públicos.

Leia também

Para ambos é possível consultar o PIS através do CPF de forma online e gratuita. Saiba como.

Entendendo o PIS/Pasep e o abono salarial

Ambos, PIS e Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), são fundos que recebem contribuições de empresas privadas e órgãos públicos, respectivamente, para beneficiar trabalhadores e servidores públicos. A verba arrecadada é transferida ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e, em seguida, aos beneficiários.

Já o Abono Salarial é o benefício pago no valor de um salário mínimo, conforme calendário oficial anual estabelecido pela CODEFAT aos trabalhadores que atendam os requisitos definidos em lei.

A relação entre Abono Salarial e PIS é justamente a concretização do benefício em valor majorável para os trabalhadores cadastrados.

Quem pode receber o PIS?

Para receber o PIS em 2022, o trabalhador precisa ter registrado, em sua carteira de trabalho, o exercício de atividade remunerada por pelo menos 30 dias em 2020 e a remuneração não pode ultrapassar dois salários mínimos durante o ano-base.

Além dos requisitos de registro, no que diz respeito ao cadastramento no PIS, o trabalhador precisa estar registrado há pelo menos 5 anos e ter os dados atualizados na Rais (Relação Anual de Informações Sociais).

O valor máximo do Abono Salarial é de até um salário mínimo e é calculado conforme a quantidade de meses trabalhados. A data de pagamento é instituída de acordo com o mês de nascimento do trabalhador, conforme tabela oficial.

Como consultar o PIS pelo CPF?

O trabalhador poderá consultar o PIS através do número do CPF, de forma gratuita e online, no site do Meu INSS ou através do aplicativo, disponível para download nas versões para Android e iOS, confira o passo a passo:

  1. Com o CPF em mãos, acesse o Meu INSS e clique em “Entrar”;
  2. Preencha o campo de login com o CPF e a senha cadastrada no portal gov.br;
  3. Acesse a opção “Consulta ao PIS”;
  4. Pronto, agora é só visualizar as informações.

Caso o trabalhador não possua conta no portal do Governo Federal, basta se cadastrar clicando aqui.

Leia também


você pode gostar também

Aposentados podem se tornar MEIs sem perder o benefício do INSS?

A crise econômica está forçando os aposentados a consultarem a possibilidade de se tornar MEIs sem perder o benefício do INSS, mas existem regras sobre isso na legislação previdenciária.

Auxílio Brasil: veja quem tem prioridade para ser aprovado no programa

Os inscritos no Auxílio Brasil devem aguardar os procedimentos do Ministério da Cidadania para receber os pagamentos, mas existe um público que tem prioridade para ser aprovado no programa.

Auxílio Brasil terá calendário diferente em dezembro; entenda

O Auxílio Brasil é um programa social do Governo Federal que atende as famílias vulneráveis. Confira calendário de dezembro e o valor das parcelas.

Bolada do INSS de até R$ 72,7 mil: saiba consultar se você tem dinheiro a receber

Beneficiários do INSS que ganharam ações podem ter valores a receber. O dinheiro será pago a mais de 100 mil segurados do instituto.

Auxílio Moradia em São Paulo: confira regras e quem tem direito

Confira abaixo detalhes sobre o Auxílio Moradia, programa disponível no estado de São Paulo, e entenda quais famílias podem ter direito ao benefício.

Calendário Saque FGTS 2023: veja todas as datas previstas para ano que vem

O calendário FGTS 2023 vai contar com 12 saques na modalidade aniversário. Essa é optativa e deve ser solicitada até o mês de resgate.