9 coisas normais no Brasil, mas que são proibidas em outros países

Costumes e tradições variam conforme o local onde você está. Por isso, antes de ir para um país novo é importante pesquisar o que é proibido.

Todo mundo sabe que as culturas variam de uma região para outra. Por isso, ao viajar para outro país, é importante fazer uma pesquisa sucinta sobre os costumes locais. Confira, neste artigo, 9 coisas normais no Brasil, mas que são proibidas em outros países.

As leis, normalmente, são criadas com base em alguns princípios, que podem variar de região para região. Alguns lugares têm leis diferentes do comum em razão de aspectos culturais, fazendo com que a legislação dos países seja profundamente diferente, e algumas leis bastante inusitadas.

Mesmo sem saber, durante viagem fora do país, pode cometer atos aparentemente inocentes e banais que chegam a ser criminosos ou passíveis de multas.

9 coisas proibidas fora do Brasil

Coisas proibidas fora do Brasil, 9 coisas proibidas
Foto: montagem / Pexels – Canva PRO

Mascar um chiclete, colher uma flor ou até fazer uso de sacos plásticos, são atos proibidos em algumas localidades do mundo. Por isso, conheça 9 coisas normais no Brasil, mas que são proibidas lá fora:

  1. Flor Jasmin: entre várias coisas que são proibidas na China, está a venda ou compra da flor jasmim. Isso porque a Revolução de Jasmim, na Tunísia, acabou incentivando manifestações também entre os chineses;
  2. Chicletes: em Singapura, desde o ano de 1992, uma das coisas proibidas é a importação das gomas de mascar ou, popularmente conhecidas como chicletes. O produto foi proibido no País para manter as cidades e locais públicos limpos;
  3. Sacos plásticos: em Bangladesh, desde o ano de 2002, é proibido o uso de sacos de plástico. A França, a Tanzânia e o México também possuem essa proibição, com objetivo de ajudar a preservação do meio ambiente.
  4. Ketchup: na França, uma das coisas proibidas, é comer ketchup. A proibição é desde 2011, ao menos nos refeitórios das escolas, com objetivo de preservar a culinária francesa;
  5. Maçanetas redondas: em Vancouver, no Canadá, as maçanetas redondas não podem ser instaladas nas portas desde o ano de 2014. A lei foi criada com objetivo de proteger os idosos, que podem ter dificuldades em segurar e girar maçanetas desse tipo;
  6. Achocolatado: na Dinamarca, uma das coisas proibidas é venda e compra de alimentos enriquecidos com vitaminas, sais minerais, cálcio e assim por diante. Por essa razão, produto como Ovomaltine, achocolatado e alguns cereais não podem ser consumidos em terras dinamarquesas;
  7. Pegar conchinhas da praia: desde o ano de 2017, existe uma lei que proíbe roubar areia, pedrinhas e conchas de praias da ilha da Sardenha, na Itália. Aqueles que forem pegos em flagrante podem ser obrigados a pagar multa;
  8. Vídeo Games: no ano de 2002, o governo chinês proibiu o uso desses aparelhos para que os jovens parassem de perder tempo e fossem trabalhar;
  9. Danificar ou rasgar dinheiro: na Turquia, danificar, desfigurar ou rasgar a moeda local é crime e pode levar a uma sentença de prisão de seis meses a três anos.

Coisas proibidas no Brasil

Alguns comportamentos podem ser avaliados como positivo ou negativo, conforme uma perspectiva específica. No entanto, há algumas coisas que são proibidas no Brasil, e talvez você não sabia. Confira uma pequena lista a seguir:

  1. Atravessar fora da faixa de pedestre: as pessoas acham que apenas os motoristas podem ser multados no trânsito, mas não. Apesar da pouca fiscalização, há uma lei que proíbe e multa um pedestre se ele atravessar uma rua fora da faixa;
  2. Pedalar na calçada: também é proibido pedalar na calçada, pois coloca em risco os pedestres. Caso não haja uma ciclovia, acostamento ou uma ciclofaixa, as bicicletas devem se posicionar na pista com os outros automóveis;
  3. Bronzeamento artificial: permitido em vários países, o Brasil não autoriza esse procedimento para garantir saúde, pois essa prátia poderia aparentemente causar câncer nos usuários;
  4. Café adoçado: lei no estado de São Paulo desde 1999, os estabelecimentos, como bares, lanchonetes, restaurantes e similares de São Paulo, são obrigados a oferecer a versão amarga do café aos clientes, e disponibiliza o açúcar e adoçante a parte.

Leia também

você pode gostar também

Conheça 9 profissões que não precisam de diploma

Não pôde concluir os estudos e vai começar a procurar emprego? Conheça nove profissões que não precisam de diploma e que costumam ter uma grande demanda.

Saiba como aumentar sua produtividade em 7 passos

Procura uma forma de aumentar a produtividade nos estudos para as provas do concurso? Fique por dentro de sete dicas incríveis e turbine as suas chances de aprovação.

Síndrome de Burnout: qual é a causa? Descubra como evitar

A Síndrome de Burnout é um distúrbio emocional relacionado com o excesso de trabalho, sendo considerada uma doença ocupacional por especialistas da área de saúde.

9 profissões com bons salários que não exigem nível médio

Sempre sonhou em ganhar bem, mas não quis levar os estudos adiante? Conheça nove profissões com bons salários que não exigem nível médio.

9 informações que não precisam ser citadas em seu currículo

Vai começar a procurar emprego e quer aumentar as chances de ser convocado para um processo seletivo? Então, conheça nove informações que não precisam ser citadas no currículo.

5 profissões que pagam bem e têm vagas sobrando

As profissões que pagam bem e têm vagas sobrando saem das carreiras tradicionais por acompanharem as inovações no mercado de trabalho. Porém, existem requisitos para ocupar os cargos dessa lista.