6 línguas mais antigas do mundo que ainda são faladas em alguns países

Algumas das línguas mais antigas do mundo ainda são faladas em alguns países. Confira quais são.

A comunicação é uma peça-chave da história da humanidade. Ainda durante os primeiros registros da vida inteligente na terra, indivíduos utilizam gestos, desenhos e grunhidos para se comunicar. Ao longo do tempo, isto evoluiu para a linguagem. Atualmente, porém, algumas das línguas mais antigas do mundo seguem sendo utilizadas.

Obviamente, os números dos falantes destas línguas decrescem a cada ano, visto que estudá-las pode se tornar uma tarefa difícil por conta da falta de ferramentas para fazê-lo. Alguns idiomas apenas possuem registros escritos, ocupando folhas frágeis ou até mesmo talhados em pedras inestimáveis.

Ao contrário de muitas outras, estas linguagens sequer são de conhecimento geral, parcialmente esquecidas ao longo da evolução da civilização. Sua história, porém, é tão valiosa que ainda existem aqueles que se dedicam ao seu domínio.

Para entender mais sobre isso, conheça hoje algumas das línguas mais antigas do mundo, que ainda são faladas em alguns países.

6 línguas mais antigas do mundo ainda faladas

1. Hebreu

Um dia extremamente popular, o hebreu deixou de ser utilizado no dia a dia por volta de 400 d.C., passando a ficar preservado na liturgia de judeus ao redor do mundo. Com o crescimento do sionismo ao longo do século XIX e XX, porém, a língua foi revivida, tornando-se então o idioma oficial do Estado de Israel.

Mesmo que exista uma versão moderna, os falantes nativos desta língua também são capazes de entender o Velho Testamento e seus textos anexos, por exemplo. Atualmente, o hebreu moderno é influenciado por outros idiomas judeus, como o ídiche.

2. Basco

Esta língua ainda é falada por alguns nativos bascos em determinadas regiões da Espanha e França, mas é extremamente diferente de outras línguas romanas, como o próprio francês e o espanhol, ou qualquer outra língua do mundo.

Há décadas, estudiosos tentam fazer relações do basco com outros idiomas que pareceriam próximos, mas nenhuma teoria possui uma explicação convincente. O pouco que se sabe é que existiu antes do surgimento das línguas românicas, ou seja, antes mesmo do latim.

3. Farsi

Consideravelmente mais popular, o farsi ainda é muito utilizado por povos do Afeganistão, Irã e Tajiquistão. Tecnicamente, o idioma persa é igual ao farsi, apenas com um nome diferente.

Esta língua é descendente direta do persa antigo, idioma do Império Persa. A versão moderna tomou forma ao redor de 800 d.C., e diferentemente das línguas atuais, ela não mudou quase nada desde então.

Isso significa que um falante de persa poderia ler algo escrito em 900 d.C. com mais facilidade do que um falante de inglês ao ler uma obra original de Shakespeare.

4. Irlandês gaélico

Pouquíssimas pessoas ainda falam irlandês gaélico ao redor do mundo, e a quantidade está concentrada em povos irlandeses. Sua história, porém, é enorme. O idioma faz parte do grupo celta de línguas indo-europeias, e já existia nas ilhas da Grã-Bretanha muito antes do germânico.

Do gaélico, surgiu o escocês gaélico e o manês, da Ilha de Man. Sua literatura vernacular é mais antiga do que qualquer outra da Europa Ocidental. Ao contrário do resto do continente, que escrevia em latim, os irlandeses inventaram sua própria língua para escrever e falar.

5. Georgiano

Assim como muitos outros mistérios, a região do Cáucaso ainda é motivo de curiosidade para muitos linguistas, que seguem na missão de desvendar as línguas mais difíceis do mundo. Nos três países do Cáucaso meridional, a Armênia, Azerbaijão e a Geórgia, as línguas faladas são o indo-europeu, o turco e o cartevélico.

O georgiano, por sua vez, é a maior língua cartevélica, e é o único idioma da região que possua um alfabeto mais antigo. Além de muito bonito, ele também é extremamente velho, supostamente adaptado do aramaico ao redor do século III a.C.

6. Tamil

O tamil é falado por 78 milhões de pessoas do mundo, e é o idioma oficial de países como Cingapura e Sri Lanka. Esta é a única língua clássica que sobreviveu no mundo moderno.

Vindo de parte da família de línguas dravidianas, que incluem alguns idiomas nativos do sudoeste e nordeste da Índia, o tamil é reconhecido como sistema oficial do estado indiano de Tamil Nadu. Alguns pesquisadores já encontraram escritos nesta língua datados do século III a.C.

Ele é utilizado desde então. Diferentemente do sânscrito, uma língua indiana que deixou de ser utilizada a partir de 600 d.C., o tamil ainda se desenvolve, e hoje em dia é a vigésima língua comum mais falada no planeta.

Leia também

você pode gostar também

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.

Grampeador tem função “secreta” que muitas pessoas ainda não conhecem

Embora todos nós usemos um grampeador de vez em quando, você provavelmente não conhece este tipo de uso secreto para ele.

15 nomes antigos que voltaram a ser populares no Brasil

Alguns dos nomes retrôs são muito populares hoje em dia no Brasil, sejam femininos ou masculinos. Confira alguns deles abaixo.

Como começar a empreender? Veja 7 dicas para ter um negócio de sucesso

Está querendo começar a empreender em 2023 e pretende alcançar o êxito profissional? Fique por dentro de sete dicas para ter um negócio de sucesso.