3 mitos sobre o Universo nos quais você acredita até hoje

Algumas das coisas que você sabe sobre o Universo podem ser infundadas. Não acredita nisso? Então confira aqui três mitos sobre o cosmos e tire a prova.

O Universo surgiu há 13,8 bilhões com o Big Bang. Na época, somente existia gás hidrogênio, hélio e muita energia. Mas, conforme o cosmos ia se expandindo, começaram a surgir estrelas, galáxias e os seres vivos. Pelo menos essa é a teoria mais aceita entre astrofísicos e cientistas atualmente. Essa teoria, por sua vez, apenas foi possível de ser elaborada por conta do avanço da tecnologia ao longo dos anos.

E graças aos avanços tecnológicos é que os estudiosos conseguem aprimorar as suas pesquisas e teorias, fazendo novas descobertas. Ao atualizar fatos científicos, ficam para trás alguns conceitos a respeito do que se acreditava ser verdade sobre o Universo.

No entanto, mesmo que ideias passadas sobre o Universo sejam deixadas de lado a partir de novas descobertas, algumas delas continuam a se propagar por conta da sua popularidade ou até mesmo por conta de filmes de ficção científica. Como não se lembrar da saga Star Wars?

Ao continuarem se difundindo, tais ideias podem se transformar em mitos. E, acredite, com certeza você crê em alguns deles até hoje. A seguir, conheça três mitos sobre o Universo nos quais você possivelmente ainda acredita. Com certeza algum deles irá fazer a sua cabeça explodir.

Quais são os 3 mitos sobre o Universo?

1º mito sobre o Universo: o Big Bang foi uma explosão

A teoria do Big Bang foi elaborada na década de 1920 e descreve como o Universo surgiu. Inclusive, essa é a teoria mais aceita sobre a origem do cosmos. Com ela, nos foi passado a ideia de que o Universo se originou a partir de uma grande explosão. O termo Big Bang (grande explosão, na tradução em português) pode ter colaborado com a popularização dessa ideia.

Mas, na verdade, o Big Bang descreve que o Universo surgiu a partir de uma expansão. Antes dela, existia um aglomerado de pequenas partículas quentes misturadas com luz e energia.

Esse aglomerado, por sua vez, há 13,8 bilhões de anos, começou a se expandir e a se esticar. Esse movimento ocorre até hoje, graças ao afastamento das galáxias. Daí, decorre a ideia de que o Universo seria infinito. É o que acredita boa parte dos astrofísicos.

2º mito sobre o Universo: ele é infinito

Como dito no item anterior, o Universo surgiu de uma expansão que ainda continua a ocorrer, por isso muitos cientistas afirmam que ele é infinito. Mas há quem diga que o Universo tem fim. Ele pode ser imenso, mas não chega a ser infinito. Para se ter uma ideia da imensidão do Universo, só a nossa galáxia, a Via Láctea, tem mais de 200 bilhões de estrelas. Mas há cerca de dois trilhões de galáxias. Não há como imaginar essa imensidão, não é mesmo?

Inclusive, a última teoria publicada pelo gênio da física e da cosmologia, o inglês Stephen Hawking, antes de sua morte, afirma que o universo seria mais simples do que pensamos e seria finito.

As teorias modernas acreditam que o Universo está em um processo de expansão eterno. Esse processo, por sua vez, acontece em distâncias incalculáveis, sendo que o que é dele observável representa uma fração mínima da sua totalidade. Daí a ideia de que o Universo seria infinito.

Mas, por meio do seu estudo, Hawking afirma que a ideia de que o cosmos se expandiria por toda eternidade está errada, tendo ele, portanto, um fim.

O estudo foi realizado em julho de 2017 em parceria com Thomas Hertog, professor da Universidade KU Leuven, na Bélgica. A pesquisa foi publicada no periódico Journal of High Energy- Physics, em 4 de março de 2018, 10 dias antes de Hawking falecer. A pesquisa está disponível no site da Universidade de Cornell.

3º mito sobre o Universo: o som não se propaga no espaço

As ondas sonoras são do tipo mecânica, ou seja, precisam de um meio para se propagarem. Desse conceito, conclui-se que no espaço o som não pode se propagar porque nele existe o vácuo. Não tendo moléculas, as ondas não são transmitidas. Então se gritarmos no espaço, ninguém poderia ouvir. Mas será isso uma completa verdade?

A resposta é não. A ideia de que o som não se propaga no espaço é mais um mito sobre o Universo. Isso porque o espaço não é um vazio completo. Nele, há gás e poeira interestelar, por exemplo, que são deixadas para trás por estrelas velhas. Eles, por sua vez, têm o poder de carregar ondas sonoras. Mas nós é que não conseguimos ouvir.

As ondas sonoras viajam pelo ar de forma semelhante às ondulações em uma água parada quando jogamos uma pedra. As ondas que estão próximas à pedra são mais fortes, mas, ao se espalharem e se afastarem da pedra, vão enfraquecendo e deixam de existir. O mesmo acontece com as ondas sonoras. Somente conseguimos ouvir um som quando estamos próximos a ele. Então, como estamos distantes do espaço, não conseguimos ouvir o som que é nele propagado.

Leia também

você pode gostar também

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.

Grampeador tem função “secreta” que muitas pessoas ainda não conhecem

Embora todos nós usemos um grampeador de vez em quando, você provavelmente não conhece este tipo de uso secreto para ele.

15 nomes antigos que voltaram a ser populares no Brasil

Alguns dos nomes retrôs são muito populares hoje em dia no Brasil, sejam femininos ou masculinos. Confira alguns deles abaixo.

Como começar a empreender? Veja 7 dicas para ter um negócio de sucesso

Está querendo começar a empreender em 2023 e pretende alcançar o êxito profissional? Fique por dentro de sete dicas para ter um negócio de sucesso.