11 hábitos que são proibidos em outros países do mundo

Existem certos hábitos que são proibidos em outros países e tais restrições com certeza seriam estranhas no Brasil.

As leis são um pilar essencial de qualquer sociedade. Por meio delas, todos podem conviver em harmonia, entendendo o que é ou não permitido. Dentre estas permissões, existem coisas que estamos acostumados a fazer todos os dias e não imaginamos que sejam incomuns. Contudo, existem alguns hábitos “bobos” que são proibidos em outros países.

Tais hábitos sequer se restringem aos países que possuem regras religiosas mais rígidas, por exemplo. Certas coisas muito comuns do dia a dia são expressamente proibidas em lugares até mesmo improváveis.

Entender mais sobre elas pode ajudar em uma possível viagem internacional, evitando ser multado por algo que sequer compreende ou consequências piores. Desta forma, confira abaixo uma lista de hábitos “bobos” que são proibidos em outros países.

Hábitos que são proibidos em outros países

1. Roubar areia da praia

Se você estava pensando em visitar estas praias e levar consigo um souvenir, mesmo que improvável, fique sabendo que na ilha de Sardenha este hábito é ilegal. Em 2017, uma lei tornou ilegal a remoção de areia, pedras e conchas de seu habitat, gerando multas de até US$ 3.330.

2. Andar de biquíni

Este hábito, extremamente comum em cidades praianas do Brasil, é passível de multa em várias partes da Europa. Na ilha espanhola de Maiorca e em cidades croatas como Split e Hvar, usar apenas biquíni ou bermuda nas ruas não é permitido, e as autoridades podem aplicar multa caso flagrem o ocorrido. Em Maiorca, inclusive, não é permitido andar com roupas de banho sequer na orla da praia.

3. Tirar fotos com bastão de selfie

Os fãs do famoso bastão de selfie podem desistir da ferramenta caso desejem fazer algumas fotos no centro de Milão. Recentemente, a cidade proibiu este hábito, bem como garrafas de vidro e food trucks. A medida é uma tentativa de evitar o lixo nas ruas e comportamentos antissociais.

4. Praticar maus hábitos

Assim como andar de biquíni, ter má conduta na cidade de Hvar, na Croácia, pode render multas salgadas. Na entrada do centro da cidade, placas com detalhes gráficos de ofensas e determinações locais que devem ser respeitadas estão dispostas em vários lugares.

Neste sentido, uma das multas mais altas, de US$ 778, aplica-se a beber, comer ou até mesmo dormir em público.

5. Ficar sem combustível

Apesar deste ser um mal que assola os brasileiros, na Alemanha ele é até mesmo crime. Indivíduos que queiram cruzar as rodovias do país devem verificar com atenção se o tanque está cheio, afinal, é ilegal ficar sem gasolina ao passar pela Autobahn.

6. Beijar em estações de trem

Os românticos podem desistir de fazer manifestações mais exacerbadas neste tipo de ambiente. Na Inglaterra, em Manchester, foi decretado recentemente que se beijar em estações de trem é proibido. Na França, esta lei já é antiga: o hábito é ilegal desde 1910.

Apesar de parecer extrema, a lei possui seus fundamentos. Ela foi instituída de forma que quaisquer atrasos nas ferrovias e nas viagens dos passageiros sejam evitados, visto que despedidas podem ser demoradas.

7. Beber em público

A ilha de Maiorca pode até ser belíssima, mas é um campo minado em relação aos hábitos perpetuados no Brasil e proibidos nela. Vários resorts no território aumentaram as sanções aos turistas mais empolgados que visitam o local com uma série de penalidades.

Deste modo, viajantes e moradores podem ser multados em até US$ 667 caso sejam pegos bebendo na rua.

8. Atravessar a rua na hora errada

A segurança no trânsito é um detalhe levado extremamente a sério na Alemanha. Além de ser uma regra social comum, atravessar uma via antes que a luz esteja verde para os pedestres também rende multas de US$ 5 a US$ 11. Além do transtorno, pode ter certeza que você receberá muitos olhares feios e xingamentos dos alemães ao redor.

9. Usar salto alto em locais históricos

Para aqueles que gostam de planejar os looks durante as viagens, em certas regiões gregas, é melhor trocar o salto por um sapato baixo. Afinal, usar salto alto é proibido em determinados locais arqueológicos da Grécia, como a Acrópole.

10. Usar roupa de banho folgada

Esta pode não ser bem uma escolha. Apesar de ninguém gostar de usar roupas de banho folgadas, na França, substituí-las pelas que sirvam melhor é essencial. É proibido utilizar piscinas públicas do país com vestimentas mais frouxas. Uma boa pedida são roupas no estilo de competições aquáticas, por exemplo.

11. Consumir álcool

Apesar desta ser certamente uma das práticas mais comuns de todas, no Irã, beber cerveja ou qualquer tipo de bebida alcoólica é expressamente proibido. Caso alguém realmente queira consumir a bebida, é preciso entrar em contato com o mercado negro.

Leia também

você pode gostar também

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.

Grampeador tem função “secreta” que muitas pessoas ainda não conhecem

Embora todos nós usemos um grampeador de vez em quando, você provavelmente não conhece este tipo de uso secreto para ele.

15 nomes antigos que voltaram a ser populares no Brasil

Alguns dos nomes retrôs são muito populares hoje em dia no Brasil, sejam femininos ou masculinos. Confira alguns deles abaixo.

Como começar a empreender? Veja 7 dicas para ter um negócio de sucesso

Está querendo começar a empreender em 2023 e pretende alcançar o êxito profissional? Fique por dentro de sete dicas para ter um negócio de sucesso.