Origem dos 11 sobrenomes mais comuns do Brasil

A origem dos 11 sobrenomes mais comuns do Brasil derivam da história de colonização e imigração, em especial nas mudanças culturais no século 18 e 19.

A origem dos 11 sobrenomes mais comuns do Brasil está diretamente relacionada com a história do país, em especial na perspectiva da colonização portuguesa. Além da influência de Portugal, durante os séculos 18 e 19, o governo nacional incentivou a imigração internacional como uma estratégia para ampliar a mão de obra assalariada no país, e também como forma de clareamento populacional.

Leia também

Portanto, são derivados da cultura escravocrata brasileira que acabou nacionalizando sobrenomes estrangeiros. Sendo assim, sobrenomes como Oliveira, Souza e Martins partem de países como Portugal, Espanha, Itália e até mesmo Holanda.

Porém, nem todos os brasileiros conhecem as raízes históricas e culturais dos sobrenomes mais comuns do Brasil atualmente, em especial por ser uma temática mais específica e não tão amplamente abordada entre as famílias ou nas instituições de ensino. Saiba mais informações a seguir:

A origem dos 11 sobrenomes mais comuns do Brasil

1) Silva

Em primeiro lugar, estima-se que mais de 5 milhões de brasileiros possuem o sobrenome Silva, cujas origens derivam de Portugal. Neste sentido, a etimologia da palavra tem relação direta com selva, floresta, natureza saudável.

Estima-se que o sobrenome surgiu no século 11, por conta da Torre e Honra de Silva. Basicamente, esse era o símbolo solar de um das famílias mais nobres do Reino de Leão, na Península Ibérica.

Com a colonização e eventual miscigenação no país, o sobrenome passou por adaptações ao ser adotado por escravizados e crianças sem pais declarados.

Porém, também se popularizou por parte dos europeus que fugiam de seus países para começar a vida do zero no Brasil, de forma que usassem Silva no nome para não serem identificados.

2) Santos

Entre a variação “Santos” e “dos Santos”, estima-se que cerca de 4,7 milhões de brasileiros possuem esse sobrenome registrado. Como a própria escrita sugere, esse sobrenome tem origem católica, com associação direta à ideia de santo.

Na época medieval, era um sobrenome comum aos cavaleiros ibéricos que nasciam na época do Dia dos Santos. Além disso, representa uma benção absoluta, como se a pessoa fosse abençoada por natureza por portar Santos no nome.

3)  Oliveira

Também de origem portuguesa, esse sobrenome era utilizado mais como uma alcunha do que como sobrenome. Nesse sentido, indicava aqueles que trabalhavam com plantações e olivas.

Curiosamente, o primeiro Oliveira registrado foi Pedro Oliveira, um homem muito rico que era dono de olivais em Portugal, durante o século 13.

4) Souza

Conhecido como o 4º sobrenome mais popular no país, Souza ou Sousa são nomes que derivam da mesma palavra “saxa”, que traduzido do latim significa “rocha”.

Neste caso, foi usado a princípio por famílias que habitavam a beira do rio Sousa, localizado no Norte de Portugal.

Porém, passou pela variação causada pelo número de dialetos falados no Brasil entre os indígenas e africanos, de modo que fosse usado também com a letra Z no lugar do S.

5) Rodrigues

Em resumo, Rodrigues significa o mesmo que “filho de Rodrigo”, pois o sufixo “es” era utilizado no sentido de designar filiação. No geral, possui origem portuguesa e foi adaptado com a chegada dos imigrantes nas antigas capitanias hereditárias.

Além disso, é muito utilizado pela comunidade hispânica, em especial nos países que foram colonizados pela Espanha na América Latina, e por imigrantes latinos nos Estados Unidos.

6) Ferreira

Original da Península Ibérica, os primeiros registros desse nome remontam ao século 11. Assim como Oliveira, atuavam como uma alcunha para designar os cidadãos que viviam em locais onde existiam jazidas e reservas de ferro.

Com a colonização portuguesa, a família Ferreira chegou ao Brasil em caravanas e morou durante muito tempo em Alagoas, de modo que diversos brasileiros possuam o nome atualmente, em especial nessa região.

7) Alves

Da mesma forma que Rodrigues, o sobrenome Alves também é uma designação que deriva do nome do patriarca de uma família.

Portanto, pode ser uma abreviação do nome Álvaro ou Álvares, e também indicar que a pessoa é filho de Álvaro. Neste caso, chegou no Brasil no século 18, quando a família Alves se estabeleceu na região do Sudeste e Nordeste brasileiro.

Eventualmente, o nome se popularizou enquanto a família crescia no território nacional.

8) Pereira

No geral, esse é o nome mais difícil de se identificar a origem, principalmente pela falta de evidências históricas específicas.

No entanto, estima-se que o primeiro Pereira foi um português que ganhou uma plantação de peras como pagamento pela realização de seus serviços.

No entanto, Rodrigo Gonçalves de Pereira estabeleceu uma linhagem que eventualmente veio parar no Brasil, por conta de uma capitania hereditária na Bahia, de modo que o nome se espalhasse por aqui.

9) Lima

Também utilizado com a proposta de designar a comunidade que vivia no Rio Lima, que se estende entre a Espanha e o Norte de Portugal, esse nome foi adotado por membros da realeza portuguesa.

Mais especificamente, por conselheiros e patriarcas e famílias nobres. Eventualmente, os membros se estabeleceram no Brasil juntamente dessas famílias, a começar por onde fica o atual estado do Paraná.

10) Gomes

O sobrenome Gomes também é uma designação associada ao patriarca de uma família, de modo que represente os “filhos de Gomo”.

Em resumo, essa importante família portuguesa foi responsável pela colonização de grande parte da região Nordeste. Por consequência, estima-se que é um sobrenome extremamente popular na região.

11) Ribeiro

Por fim, Ribeiro significa rio pequeno e é um sobrenome utilizado como alcunha para designar os moradores das regiões banhadas por rios.

Atualmente, essa expressão é utilizada para descrever as comunidades ribeirinhas, mas se tornou um sobrenome popular com a chegada das caravanas de Pedro Álvares Cabral.

Leia também

você pode gostar também

IPVA 2023: veja 29 carros que terão isenção do imposto

Milhões de condutores brasileiros poderão ser beneficiados com a isenção de IPVA para veículos. Confira quais são os modelos.

Para que serve o furo que fica ao lado da câmera do iPhone?

Há um pequeno buraco entre a câmera e o flash na parte traseira de alguns iPhones. Em outros modelos, pode estar em lugar diferente. Veja para que serve esse furo.

Confira 7 profissões perfeitas para quem gosta de ler e escrever

Tem uma enorme afinidade com a área de Humanas e sempre sonhou em trabalhar nela? Então, conheça sete profissões para quem gosta de ler e escrever.

Descubra para que realmente serve o furo que fica no cadeado

O furo no cadeado é um mistério para muita gente que desconhece as duas utilidades desse mecanismo e como ele auxilia o funcionamento do cadeado.

7 grandes filmes da Netflix que vão te deixar mais esperançoso

Está precisando de um pouco mais de inspiração nos estudos, concurseiro? Conheça sete grandes filmes da Netflix que podem te deixar mais otimista em relação ao futuro.

Vacina BCG: descubra para que serve e por que ela deixa marca no braço

A vacina BCG é uma das vacinas mais importantes do esquema vacinal. Entenda para que ela serve e por que deixa uma marca no braço.