Enem dos Concursos: CNU tem provas adiadas; entenda por que

Concurso Nacional Unificado ainda não tem novas datas de prova. Os cadernos, que já estavam nos estados, deverão ser devolvidos.

Nesta sexta-feira (03/05), o Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI) realizou uma coletiva de imprensa para anunciar o adiamento do Concurso Nacional Unificado (CNU). As provas do Enem dos Concursos, como é apelidado o certame, aconteceriam neste domingo (05/05).

continua depois da publicidade

No entanto, foram suspensas e as novas datas ainda serão divulgadas. O motivo para essa tomada de decisão segundo Esther Dweck, ministra do MGI, seriam as fortes chuvas que estão acontecendo na região Sul do Brasil. Segundo a gestora, seria impossível aplicar as provas do CNU em meio aos temporais que "castigam" os estados do sul do país.

Dweck afirmou que, inicialmente, a ideia era manter a data, no entanto os participantes residentes no Rio Grande do Sul não teriam como passar pela avaliação de forma segura. Isso porque o estado vem sendo atingido por tempestades que já contabilizam 37 mortos, 74 desaparecidos e mais de 24 mil pessoas desabrigadas.

Tendo isso em vista, o ministro da Comunicação, Paulo Pimenta, contou que o governo federal pretende montar um escritório de emergência no Rio Grande do Sul. O objetivo é realizar ações de ajuda humanitária, reconstruir as infraestruturas atingidas pelas chuvas e auxiliar nos resgates.

Leia também

Provas do Enem dos Empregos ainda não têm novas datas

Para garantir que todos os participantes do Concurso Nacional Unificado tivessem a oportunidade de realizar a prova em iguais condições e com segurança, o governo optou por suspender a primeira etapa de avaliação que seria aplicada no dia 05 de maio. No anúncio feito nesta sexta-feira, a ministra Esther Dweck afirmou que a nova data de aplicação ainda não foi definida.

"Eu quero deixar bem claro que a gente, nas próximas semanas, poderá divulgar uma nova data [de prova do CNU]. Mas, nesse momento, toda a questão logística envolvida com a prova não nos permite, hoje, divulgar uma nova data com segurança", pontuou.

A titular da pasta do MGI acrescentou que, para poder reagendar a avaliação, será necessário aguardar os desdobramentos da situação do Rio Grande do Sul. No momento, as previsões são de que novas chuvas podem atingir o norte do estado. Outro ponto que deve ser avaliado é a disponibilidade de salas para a aplicação das provas do CNU.

Como a data é única para todo o país, os locais agendados para a realização do Enem dos Concursos podem não ter salas disponíveis em outras datas, devido a outros certames e até mesmo vestibulares.

Provas do Enem dos Empregos serão devolvidas

A dois dias da aplicação da primeira etapa do Concurso Nacional Unificado, os malotes com os blocos de prova já haviam sido distribuídos por todo o território nacional. Porém, manter os cadernos em diferentes localidades pode ser um risco para a segurança do certame. Sendo assim, Dweck afirmou que as provas deverão ser devolvidas.

"As provas já estavam nos estados, nas capitais. Elas estavam começando o processo, desde quinta-feira, de interiorização nos estados. Já tinham chegado 65% das provas [nas cidades do interior]. Elas estavam sendo entregues pelos Correios com escolta da PRF e também da Força Nacional. A nossa ideia é recentralizar as provas."

Mesmo com a devolução dos cadernos de prova, ainda será necessário avaliar se eles poderão ser reutilizados. A gestora afirmou que a ideia é que as mesmas provas sejam usadas, mas isso dependerá da segurança das informações contidas nos malotes.

Leia também

Concursos em sua
cidade