Perigo: Chuvas intensas podem atingir 907 cidades, alerta Inmet

A população de cerca de 907 cidades das regiões norte, nordeste e centro-oeste deve tomar cuidado com as chuvas intensas, anunciadas recentemente pelo Inmet.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu recentemente um novo alerta para chuvas intensas, que podem atingir cerca de 907 cidades entre hoje (28/03) e amanhã (29/03). As passadas seguem sem dar trégua há várias semanas, e dessa vez incidem em uma área anunciada com frequência pelo instituto, nas regiões norte, nordeste e centro-oeste.

continua depois da publicidade

Nesse sentido, os estados das regiões citadas que devem sofrer a ação das chuvas intensas são o Amazonas, Acre, Amapá, Rondônia, Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará e Rio Grande do Norte. É essencial que a população das cidades em alerta tome os devidos cuidados, de modo que seja possível evitar acidentes. Confira mais sobre os riscos abaixo.

Chuvas intensas em 907 municípios do norte, nordeste e centro-oeste

O alerta para chuvas intensas foi emitido hoje (28/03) às 9h57, e é provável que as passadas só terminem a partir de amanhã (29/03), às 1oh. De acordo com o que foi divulgado pelo Inmet, as chuvas possuem índices pluviométricos entre 30 e 60 mm/h, ou 50 e 100 mm/dia, um volume observado na maioria dos casos das últimas semanas. Além disso, estão acompanhadas de ventos intensos, com velocidade entre 60 e 100 km/h.

Por sua vez, a previsão possui alguns riscos em potencial, como cortes de energia elétrica, descargas elétricas, alagamentos e queda de galhos de árvores, observados principalmente nas áreas a seguir:

continua depois da publicidade
  • Nordeste Paraense;
  • Sudeste Paraense;
  • Ocidental do Tocantins;
  • Oeste Maranhense;
  • Norte Cearense;
  • Noroeste Cearense;
  • Sertões Cearenses;
  • Vale do Acre;
  • Oeste Potiguar;
  • Leste Maranhense;
  • Marajó;
  • Centro-Norte Piauiense;
  • Norte Maranhense;
  • Baixo Amazonas;
  • Norte Mato-grossense;
  • Sudoeste Paraense;
  • Nordeste Mato-grossense;
  • Norte Goiano;
  • Leste Rondoniense;
  • Jaguaribe;
  • Centro Amazonense;
  • Norte do Amapá;
  • Sudoeste Amazonense;
  • Metropolitana de Belém;
  • Sul Amazonense;
  • Metropolitana de Fortaleza;
  • Centro Maranhense;
  • Oriental do Tocantins;
  • Norte Piauiense;
  • Sul Maranhense;
  • Madeira-Guaporé;
  • Sudeste Piauiense;
  • Vale do Juruá;
  • Sul do Amapá;
  • Sudoeste Piauiense;
  • Centro-Sul Cearense;
  • Norte Amazonense;
  • Noroeste Goiano;
  • Centro Goiano.

Além das regiões informadas acima, o instituto também disponibiliza uma lista completa de todos os municípios afetados pelas chuvas, de modo que a população possa acompanhar as previsões com frequência.

A lista pode ser conferida na íntegra acessando o site do Centro Virtual para Avisos de Eventos Meteorológicos Severos para o Sul da América do Sul (Alert-AS).

continua depois da publicidade

Precauções em situações de risco

O país vem sofrendo a ação das chuvas intensas e tempestades desde o início do ano, e as passadas seguem sem dar trégua em algumas regiões com maior incidência. Esse é o caso do norte e do centro-oeste, cuja população deve ficar em alerta para evitar acidentes ocasionados pelas previsões. Algumas chuvas são intensas o suficiente para arrastar casas por conta das correntezas e alagamentos, como em Manaus.

De modo que os cidadãos saibam quais cuidados tomar durante esse período de altos volumes de chuva, o instituto liberou algumas instruções. Quando houverem rajadas de vento, por exemplo, não se deve se abrigar debaixo de árvores, por conta do grande risco de quedas e descargas elétricas. Igualmente, não é recomendado estacionar veículos perto de placas de propaganda ou torres de transmissão.

Sempre que possível, o ideal é desligar os aparelhos elétricos ou até mesmo o quadro geral de energia das casas. Assim, a probabilidade de sofrer prejuízos por conta de instabilidades na rede de energia é menor.

continua depois da publicidade

Mais informações ou emergências devem ser comunicadas à Defesa Civil, no número 199, ou ao Corpo de Bombeiros, no número 193.

Leia também

você pode gostar também

Governo lança programa para baratear carros populares, ônibus e caminhões

O programa para reduzir o preço de carros populares passou por uma mudança e agora dará prioridade a ônibus e caminhões; leia e entenda a seguir.

Desenrola: dívidas de até R$ 5 mil poderão ser renegociadas, diz ministro

Governo Federal lança um novo programa, o Desenrola Brasil, que permitirá renegociar dívidas de até R$ 5 mil. Medida deve começar a valer em julho deste ano.

Distrito Federal tem 5 editais com inscrições abertas; mais de 5 mil vagas

Certames do Distrito Federal já recebem inscrições para vagas efetivas e de estágio remunerado. Salários chegam a R$ 9,6 mil; confira os destaques.

Comissão da Câmara aprova novo piso salarial para ESTA carreira

O Projeto de Lei em tramitação na Câmara dos Deputados foi aprovado recentemente pela comissão especial permanente. A iniciativa prevê um novo piso salarial para uma das categorias profissionais brasileiras.

Restituição do IRPF 2023: saiba como consultar o status pela internet

A restituição do IRPF 2023 já começou a ser liberada. Confira o calendário oficial e como consultar o status pela internet.

Bancos vão abrir no dia de Corpus Christi?

O dia de Corpus Christi, celebrado na próxima quinta-feira, 8 de junho, afeta o funcionamento dos bancos e das agências do INSS. Veja os horários a seguir.