Ciclone deve trazer nova frente fria para o Brasil, segundo MetSul

Passagem de frente fria com ciclone acarretou virada de temperatura no Brasil. Começo do outono registrou frio e há expectativa de chuvas em algumas localidades.

O outono começou oficialmente no Brasil no dia 20 de março e segue até o dia 21 de junho. Nessa transição de estações, o país enfrentou a passagem de frente fria com ciclone, que acarretou em virada de temperatura em muitos estados.

continua depois da publicidade

De acordo com a Metsul Meteorologia, as primeiras mudanças foram registradas durante o último final semana, com chuvas nas regiões Sul e no Sudeste do Brasil. Para os próximos dias, existe previsão de chuva de granizo com rajadas de vento de até 90 km/h.

Nova frente fria: outono começa mudando temperatura

Nos próximos dias, é preciso ter atenção para o volume das chuvas em algumas localidades. Uma frente fria começou no estado do Rio Grande do Sul no último sábado (25/03). Isso está acontecendo em razão da formação de um ciclone extratropical sobre o Uruguai, que deve se afastar em breve da costa brasileira.

Leia também

Os satélites da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos EUA notaram a presença de um ciclone no Atlântico Sul do Brasil nesta segunda-feira (27/03), localizado a mais de mil quilômetros da cidade de Porto Alegre. Esse é o primeiro ciclone intenso do outono nas latitudes médias do continente, segundo o Metsul.

Vale salientar que o conceito de frente fria não significa que a temperatura vai cair no estado do Rio Grande do Sul, mas sim que o tempo vai ficar instável, com muitas nuvens carregadas e às vezes com a sensação de abafamento. Dessa maneira, existe a possibilidade de vendavais na região.

De acordo com a Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura do Estado do Rio Grande do Sul, o cenário começa a ser alterado nesta terça-feira (28/03), com o aumento da nebulosidade ao longo do dia.

Além disso, os maiores acumulados de chuva são esperados apenas para a metade da região oeste do Rio Grande do Sul. A expectativa é que o calor diminua em todo o estado.

Apesar dessa frente fria e ciclone previstos para o estado do Rio Grande do Sul, os maiores volumes de chuva do país para o período devem ser registrados em estados longe da incidência direta do ciclone, como Acre, Amazonas, Pará e Maranhão.

De acordo com a previsão do tempo, os acumulados para essas regiões podem chegar aos 100mm no decorrer do período. Assim, muita chuva deve cair nessa porção do Brasil ao longo da semana.

Chuvas intensas no Brasil

Um alerta de chuvas intensas foi publicado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), na manhã desta terça-feira (28/03), para os estados do Acre, Amapá, Goiás, Mato Grosso, São Paulo, Tocantins, Amazonas, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte e Rondônia.

Conforme o Inmet, 907 municípios brasileiros, que compõe os estados listados anteriormente, estão na rota das chuvas intensas. Para conferir todas as cidades com alerta de muito perigo, perigo e perigo potencial clique aqui.

Com base na publicação, o grau de severidade de alerta da previsão remete a “Perigo” e, por isso, é importante que as pessoas que residem nessas áreas tomem as devidas precauções para evitar possíveis acidentes.

Nos estados citados, pode haver queda de galhos de árvores, corte de energia elétrica, descargas elétricas e alagamentos. Essa previsão segue válida até as 10h desta quarta-feira (29/03).

Leia também

Concursos em sua
cidade