Netflix vai bloquear o compartilhamento de senhas em breve

A plataforma de streaming Netflix revelou que vai bloquear o compartilhamento de senhas em breve, impedindo que terceiros acessem a conta dos assinantes para usufruir do serviço.

A Netflix deve começar a bloquear o compartilhamento de senhas de usuários em breve. A plataforma de streaming vem dando novos passos nessa saga, e informou recentemente que pretende levar as medidas utilizadas para conter o uso de contas em vários endereços diferentes para mais usuários. Esse anúncio foi feito na última quinta-feira (19), durante relatório financeiro do quarto trimestre de 2022.

Nesse documento, a empresa explicou sobre como a prática prejudica a capacidade da Netflix de investir e melhorar a plataforma, bem como desenvolver os negócios propriamente. Assim, eles estarão tomando medidas mais drásticas para evitar que usuários emprestem contas para terceiros, uma prática comum atualmente.

No momento, as tentativas de contenção já estão funcionando em alguns países da América Latina, instituídas desde junho de 2022. Até o fim do primeiro trimestre de 2023, no dia 31 de março, porém, a plataforma de streaming deve implementar o compartilhamento pago mais amplamente.

Netflix vai bloquear o compartilhamento de senhas em breve

Apesar dos termos de uso da Netflix limitarem o uso da plataforma a uma só família, essa mudança envolve membros que compartilham as contas mais amplamente. Por sua vez, a cobrança por endereço extra ainda não possui muitas informações, com base no que foi liberado pelo comunicado.

De acordo com a empresa, o padrão deve ser semelhante ao que já vem sendo aplicado em alguns países da América Latina, como Costa Rica, Peru e Colômbia. Nele, é oferecida uma opção para adicionar novos endereços para assistir aos conteúdos, mediante o pagamento de uma taxa por novo endereço cadastrado. Em relação aos preços, é provável que variem entre R$ 9 e R$ 16, levando em consideração os que já lidam com o experimento.

As mudanças que devem ser instituídas foram recebidas com expectativa e apreensão. Afinal, a mudança de postura da Netflix deve levantar opiniões adversas de sua base de assinantes. Com base no levantamento da empresa, estima-se que mais de 100 milhões de contas ao redor do mundo compartilham suas senhas, e isso afeta o crescimento a longo prazo da companhia.

Mesmo assim, a cobrança adicional pode criar um efeito reverso e extremamente negativo. Nos países onde isso já foi instituído, foi percebido um aumento no cancelamento de assinaturas, uma reação em cadeia por parte dos usuários.

A aposta da Netflix, por sua vez, é que a nova política mude o comportamento dos usuários. Com o tempo, a companhia constatou que o total de ativações de contas que pertenciam aos indivíduos que emprestavam a senha de terceiros também subiu, o que pode trazer um aumento de receita desejado.

Questões a respeito da mudança de endereço

De forma que seja possível colocar esse plano em prática, a plataforma deve utilizar informações do dispositivo, atividade da conta e o endereço IP do usuário para determinar onde a reprodução está acontecendo. Por tal motivo, surge uma dúvida: o que acontece com a ferramenta durante as viagens?

Sobre isso, a Netflix já garantiu aos seus assinantes que, como já ocorre atualmente, todos os associados podem assistir enquanto viajam, tanto na TV quanto em dispositivos móveis.

Durante seu experimento na América Latina, a empresa informou que existe uma janela de duas semanas para que o usuário assista filmes e séries de outro endereço. A partir de então, a contratação do endereço extra passa a ser ofertada.

Leia também

você pode gostar também

NASA: viagem para Marte pode acontecer ainda em 2023

Uma equipe de cientistas explica que a propulsão térmica a laser pode reduzir o tempo de viagem, que atualmente é de cerca de seis meses.

5G: Mais de 75 cidades brasileiras têm sinal autorizado pela Anatel

Nesta semana, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) liberou o sinal de 58 em mais de 75 cidades brasileiras, localizadas próximos de capitais. A expectativa é continuar ampliando o acesso à tecnologia.

Censo 2022: IBGE deve liberar os resultados em abril

Após uma sequência de adiamentos e entraves na realização do Censo 2022, o IBGE atualizou a previsão de divulgação dos resultados. As operações seguem ao longo de fevereiro.

Motocicletas ficarão isentas do IPVA 2023? Entenda a nova lei

No último ano, o projeto legislativo que prevê a isenção para motocicletas foi sancionado com força de lei. Porém, existem condições específicas de elegibilidade para a medida.

Bradesco tem mais de 40 vagas de emprego disponíveis; veja os cargos

Vagas de emprego disponíveis são destinadas a diversas áreas, em agências da instituição bancária, espalhadas por todo o país.

Detran fará mutirão de renovação da CNH; veja onde e como participar

A renovação da CNH deve ser feita periodicamente pelos motoristas. Caso não façam, estarão sujeitos ao pagamento de multa e a perda de sete pontos na carteira, por exemplo.