NASA: astronautas vão andar em região inexplorada da Lua em 2025

A missão Artemis III está prevista para 2025 e significará o retorno dos astronautas à Lua; confira os detalhes já divulgados pela Nasa.

A NASA divulgou detalhes sobre a missão Artemis III, atualmente prevista para 2025, que significará o retorno dos astronautas à Lua. O programa leva o nome da deusa irmã gêmea de Apolo, o deus grego por quem as primeiras viagens e missões ao nosso satélite natural são apelidadas desde 1969.

O novo programa da agência traz novos desafios e tecnologia para viajar e se hospedar no satélite, e é um passo importante para acabar enviando humanos para Marte e outros planetas.

Em suma, quatro astronautas partirão da Plataforma de Lançamento 39B no Centro Espacial Kennedy, na Flórida, a bordo do Sistema de Lançamento Espacial (SLS). A tripulação será selecionada criteriosamente, sendo cada um dotado de habilidades únicas e intensamente treinados. Inclusive, a NASA pretende enviar a primeira mulher à Lua na ocasião.

Primeiro, a tripulação será lançada na órbita da Terra, onde realizará verificações do sistema e ajustes no painel solar Orion. Então, um poderoso impulso do estágio intermediário de propulsão criogênica do SLS ajudará Orion a realizar uma manobra de injeção translunar, rumo à Lua.

Volta à lua

Assim que a tripulação e seus suprimentos estiverem prontos, será feita uma divisão, ou seja, dois astronautas passarão 6,5 dias na superfície da Lua, enquanto seus dois companheiros permanecerão em órbita. Mais tarde, a Starship os levará de volta a Orion, e de lá os quatro viajarão de volta ao nosso planeta.

A NASA está de olho em locais ao redor do Pólo Sul para a era Artemis da exploração lunar humana. As condições extremas dificultam o pouso dos terráqueos, mas as características únicas da região prometem descobertas científicas sem precedentes.

Além disso, a tecnologia avançada permitirá que a tripulação da Starship pouse em um local selecionado em um raio de 100 metros. Sendo gravitacionalmente equilibrada entre a Terra e a Lua, esta órbita maximizará a eficiência do combustível.

Vale lembrar que a Starship sofreu vários atrasos ao embarcar em seu voo de teste. Um deles ocorreu em 2021, quando um primeiro lançamento foi adiado por questões ambientais. Então, no início de 2022, tudo parecia indicar que veríamos a decolagem, o que obviamente não aconteceu. A terceira vez deverá ocorrer em breve.

O que os astronautas farão na Lua?

Os astronautas da NASA designados para ir à superfície lunar realizarão trabalhos científicos dentro da nave estelar e caminhadas lunares, usando trajes espaciais avançados criados pela Axiom Space.

“Esses trajes”, explica a NASA, “darão aos astronautas uma maior amplitude de movimento e flexibilidade para explorar mais a paisagem do que nas missões lunares anteriores”.

Além disso, vão tirar fotos e vídeos, estudar geologia, coletar amostras e coletar mais dados sobre a região do Pólo Sul da Lua, antes de retornar à espaçonave Orion com seus companheiros.

No futuro, espera-se que a NASA e outras agências parceiras construam um laboratório espacial lunar, o Gateway. O objetivo principal é a exploração do espaço profundo, com presença humana permanente no satélite natural.

Leia também

você pode gostar também

Pesquisa mostra que salário mínimo ideal deveria ser 5 vezes maior

A pesquisa foi realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) para calcular o reajuste ideal do salário mínimo no Brasil.

Concurso PM DF vai pagar até R$ 6 mil; veja quando e como se inscrever

Concurso PM DF oferta 2.100 vagas para o cargo de Soldado. Certame é voltado para quem tem nível superior.

Conta de luz vai aumentar? Aneel anuncia bandeira tarifária de fevereiro

Aneel anuncia a bandeira tarifária que irá vigorar ao longo do mês de fevereiro. Contas de luz podem aumentar dependendo da bandeira.

Aneel: pagamento de conta de luz deverá ter Pix como opção

Medida tem como objetivo melhorar a experiência dos consumidores e companhias têm prazo de 120 dias para se adequar às normas.

Litígio Zero: saiba quem pode renegociar dívidas com o governo

O novo programa de renegociação de dívidas, lançado pelo governo federal, possibilitará que pessoas físicas e empresas obtenham descontos para quitar débitos junto à Receita Federal.

WhatsApp tem nova função de Comunidades no Brasil; veja como funciona

Entenda melhor o novo recurso do WhatsApp e aprenda como criar sua própria comunidade no mensageiro da Meta.