Salário mínimo 2023: ministérios terão 45 dias para apresentar propostas

Em conversa nesta quarta-feira (18), o presidente Lula anunciou que os ministérios terão 45 dias para apresentar propostas a respeito do salário mínimo 2023, envolvendo o aumento proposto inicialmente pelo governo.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assinou, nesta quarta-feira (18), um despacho a respeito do salário mínimo 2023. Durante um encontro com as centrais sindicais, Lula determinou que os Ministérios do Trabalho e da Previdência, bem como outros, apresentem uma proposta para uma política de valorização do salário mínimo em até 45 dias.

Um dia antes, Fernando Haddad, o ministro da Fazenda, revelou que o governo ainda deve definir o valor mínimo do salário deste ano através de uma negociação com as centrais sindicais. Contudo, Haddad já alertou que a possibilidade de liberar um valor acima dos R$ 1.302 deve depender do cálculo do número de beneficiários do INSS. Afinal, boa parte dos pagamentos previdenciários são indexados ao piso.

Salário mínimo 2023: últimas atualizações

Também na quarta-feira (18), durante seu encontro com as centrais sindicais, o presidente Lula revelou que planeja construir uma política de reajuste do salário mínimo, junto do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB).

Outras pautas discutidas foram a correção da tabela do imposto de renda, o retorno da obrigatoriedade do imposto sindical e também o anúncio da criação de um grupo de trabalho, que será responsável por discutir uma política permanente de valorização do salário mínimo, como informado anteriormente.

Durante sua campanha, o presidente anunciou que o salário mínimo de 2023 seria de R$ 1.320, um aumento de 1,3% em relação aos R$ 1.302 atuais. Contudo, as centrais sindicais pedem um valor de R$ 1.342.

Da mesma forma, na conversa, Lula defendeu que as mudanças que envolvem direitos trabalhistas devem ser construídas através do Congresso, e não por meio de uma Medida Provisória. Para isso, pediu ajuda dos sindicatos, de forma que possam pressionar os parlamentares, analisando a proposta de reforma tributária que deve ser enviada pelo governo federal.

Mais sobre o assunto

No momento, a equipe econômica do presidente vem alertando que a reforma tributária deve ser apresentada ao Congresso em duas partes. A primeira, que deve ser enviada até abril, possui foco na mudança da tributação sobre o consumo. Já a segunda, que pode ser apresentada no segundo semestre de 2023, está relacionada à mudança dos impostos sobre a renda.

Na ocasião, Lula comentou a respeito de como os cidadãos que pagam imposto de renda são, na verdade, aqueles que possuem holerite de pagamento e estão sujeitos à tarifa ser obrigatória. Proporcionalmente, um brasileiro com menores condições financeiras pode chegar a pagar mais do que aqueles que ganham valores acima de R$ 100 mil, por exemplo.

Por fim, o presidente também refletiu sobre como o fim do imposto sindical obrigatório foi um “crime” cometido contra as centrais. Para ele, o país depende dos sindicatos organizados e fortes, de forma que possam representar os interesses dos trabalhadores.

Através de sua campanha, Lula defendeu constantemente a sustentabilidade dos centros sindicais. Por meio da reforma trabalhista, em 2017, este imposto foi extinto, colocando estas entidades em risco. Para o presidente eleito, os responsáveis não desejam voltar a construir a estrutura sindical como um dia foi, mas sim modernizá-la e fazer uma reinvenção junto da nova relação de trabalho.

Leia também

você pode gostar também

Novo golpe: erro no pagamento por aproximação é sinal de alerta

Agora os criminosos conseguem bloquear o pagamento via aproximação e, assim, clonar o cartão usado pelas vítimas; conheça o golpe e veja como se proteger.

Concursos importantes no DF: veja quais vagas estão abertas

Concursos importantes estão abertos no Distrito Federal (DF). Confira quais as oportunidades e como solicitar participação.

Litígio Zero: contribuintes já podem aderir ao programa de renegociação de dívidas

Anunciada no início de janeiro pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad, essa é uma das medidas para diminuir o rombo no caixa do governo em 2023.

Tem feriado em fevereiro? Veja qual é o dia da folga para trabalhadores

Quer planejar com antecedência os seus dias de folga? Então veja como será o mês de fevereiro em relação a feriados e pontos facultativos.

Concurso Correios será realizado em 2023?

Concurso Correios pode ter um edital publicado em breve. Último grande certame do órgão foi realizado em 2011.

Nota de R$ 50 rara pode valer uma BOLADA; saiba por que

Confira quais são as cédulas de R$ 50 que podem valer até 80 vezes. Elas são muito procuradas por colecionadores, possuindo alto valor no mercado nacional.