Atenção: tempestade e chuvas intensas em 593 cidades, diz INMET

Confira mais informações divulgadas pelo novo boletim climático do Instituto Nacional de Meteorologia em relação aos próximos dias.

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) divulgou, nesta terça-feira (17/01) um novo boletim climático a respeito da previsão do tempo para os próximos dias no Brasil. De acordo com o instituto, 593 cidades em todo o país deverão enfrentar mais dias de chuvas e, inclusive, tempestades.

Os principais avisos deste boletim do INMET se referem a chuvas intensas e estão classificados no grau de severidade “Perigo”, que tem a ver com riscos de alagamentos, desmoronamentos, enchentes e outras tragédias decorrentes de grandes volumes de chuva.

Tempestade em 433 municípios

O alerta de tempestade é voltado a 433 municípios brasileiros. Esse aviso é válido entre às 09h51 do dia 17 de janeiro e às 10h do dia 18 de janeiro.

As áreas afetadas são: Norte Pioneiro Paranaense, Centro-Sul Mato-grossense, Metropolitana de Curitiba, Leste de Mato Grosso do Sul, Centro Norte de Mato Grosso do Sul, Presidente Prudente, Sudeste Mato-grossense, Noroeste Paranaense, Norte Central Paranaense, Pantanais Sul Mato-grossense, Sudoeste de Mato Grosso do Sul, Itapetininga, Sul Goiano, Centro Oriental Paranaense, Sudoeste Mato-grossense, Centro Ocidental Paranaense, Assis, Litoral Sul Paulista, Norte Mato-grossense, Norte Catarinense, Sudeste Paranaense, Nordeste Mato-grossense.

Chuvas intensas 160 em cidades

Outras cidades que foram apontadas pelo INMET como as que podem ter chuvas intensas estão nestas regiões: Baixo Amazonas, Norte Mato-grossense, Sudoeste Paraense, Centro-Sul Mato-grossense, Centro Amazonense, Sudoeste Amazonense, Sul Amazonense, Norte Amazonense, Leste Rondoniense, Madeira-Guaporé, Sul de Roraima, Sudoeste Mato-grossense, Sudeste Mato-grossense, Nordeste Mato-grossense.

Esse alerta é válido entre às 09h54 do dia 17 de janeiro e às 10h do dia 18 de janeiro.

Como são muitos municípios listados no boletim do INMET, o ideal é verificar o documento e conferir se a sua cidade está nas regiões de alerta. Para acessar, clique aqui.

O que fazer em caso de chuvas intensas?

É de extrema importância, em caso de chuvas intensas, tomar as precauções necessárias para evitar situações de risco e de prejuízos materiais.

Por isso, se houver muitas rajadas de vento, por exemplo, não é aconselhável buscar abrigo embaixo de árvores, já que existe risco de quedas de galhos e também de descargas elétricas devido aos raios.

Nesses momentos, também é recomendado não estacionar veículos em regiões próximas a torres de transmissão, toldos, placas de propaganda e outras estruturas que possam ser levadas pelos ventos fortes.

Se estiver em casa, tire os aparelhos eletrônicos da tomada e desligue o quadro geral de energia elétrica, pois a oscilação de energia, típica em dias de muita chuva, pode queimar aparelhos, causar curto-circuito e comprometer os sistemas elétricos.

Se precisar de mais informações, ligue para o número 199, que é da central de atendimento da Defesa Civil, ou para o 193, do Corpo de Bombeiros.

Haverá baixa umidade no Sul do país

O boletim do INMET também destacou que, nesta terça-feira, a região Sul do país terá baixa umidade. Segundo o instituto, 122 municípios serão atingidos pelo fenômeno, que também foi classificado como perigoso.

As áreas mais afetadas pela baixa umidade serão: Sudoeste Rio-grandense, Centro Ocidental Rio-grandense, Noroeste Rio-grandense, Sudeste Rio-grandense, Centro Oriental Rio-grandense.

Esse alerta é válido entre às 09h41 do dia 17 de janeiro e às 18h do dia 17 de janeiro.

Leia também

você pode gostar também

Novidades do MEI 2023: veja o que muda para os empreendedores

Os microempreendedores individuais (MEIs) precisam ficar de olho no reajuste dos valores de contribuição e outras mudanças que ocorrerão neste ano de 2023.

Projeto regulamenta NOVA profissão no setor de turismo

O Projeto de Lei em tramitação no Senado Federal pretende regulamentar uma nova profissão no setor de turismo, a fim de promover mais segurança aos trabalhadores e viajantes.

Brasil criou 2 milhões de postos de trabalho em 2022, segundo o Caged

De acordo com dados divulgados pelo governo federal, houve saldo positivo de postos de trabalho com carteira assinada em 2022.

Valores a Receber: Banco Central alerta para golpe do dinheiro esquecido

Criminosos estão divulgando uma oferta falsa a respeito de montantes supostamente esquecidos no BC; veja como se proteger.

Reforma Tributária deve ser votada sem aumento nos impostos

De acordo com declaração do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, a reforma tributária deve ser neutra, sem aumento nos impostos.

Guia mensal do MEI 2023 já pode ser emitida com os valores atualizados

Reajuste do pagamento mensal está vigente. Taxas para microempreendedores individuais variam de R$ 66 a R$ 162.