IPVA atrasado pode gerar suspensão da CNH? Entenda as consequências

O IPVA é um imposto obrigatório para os motoristas brasileiros. Até hoje, muitos cidadãos ainda se questionam se o IPVA atrasado pode gerar suspensão da CNH ou não.

Com a chegada de 2023, as cobranças de tributos que são obrigação dos cidadãos também voltam a fazer parte de suas vidas. Um deles é o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Mesmo que ele seja anual, muitos motoristas não entendem certos detalhes a respeito de seu funcionamento, como se o IPVA atrasado pode gerar suspensão da CNH ou não.

O IPVA é um imposto de caráter anual, que deve ser pago por proprietários ou possuidores de veículos. Seu valor é calculado com base no valor do veículo, e a quitação desta quantia é um requisito importante para o licenciamento. Mesmo com a periodicidade, certos indivíduos podem não saber quais são as consequências de não pagar este tributo em dia, que devem ser de conhecimento geral.

Neste sentido, a cobrança do IPVA se manteve a mesma durante a pandemia de COVID-19, referenciando a Tabela Fipe de 2020.

Em 2023, foram veiculadas diversas notícias falsas a respeito de uma provável suspensão da CNH para aqueles que não pagam o imposto. Para evitar enganos, é essencial se atentar aos verdadeiros detalhes desta obrigação.

IPVA atrasado pode gerar suspensão da CNH?

As notícias falsas quanto à suspensão da CNH envolvem uma decisão do STJ quanto ao atraso no pagamento do imposto. Antes de mais nada, é preciso ter em mente que não, a carteira não pode ser suspensa por não pagar o IPVA.

O não pagamento do IPVA não é um motivo imediato para suspensão do documento, mas existem alguns problemas que o condutor pode enfrentar em caso de inadimplência com o imposto. Afinal, o não pagamento impede que o licenciamento seja realizado, causando problemas como apreensão do veículo e multa. Em relação às sanções envolvidas no atraso ou inadimplência, elas são as seguintes:

  • O motorista perde direito ao desconto, algo que geralmente é concedido pelos governos estaduais para aqueles que antecipam ou quitam o IPVA em uma só parcela;
  • Possibilidade de incidência de juros sobre o valor (dependendo da região, o percentual pode ser maior – em São Paulo, por exemplo, é acrescido 20% em caso de atraso superior a 60 dias);
  • O motorista não poderá realizar um novo licenciamento de seu veículo, ficando com documentação irregular, passível de apreensão ou multa;
  • Inscrição na dívida ativa do estado, ou seja, o condutor terá seu nome restrito;
  • Infração gravíssima, 7 pontos na carteira de motorista caso seja parado em fiscalização após a data limite de pagamento do imposto, bem como uma multa de R$ 293,47.

Por fim, caso o motorista não pague o IPVA, o Estado ainda pode executar a dívida por meio de uma ação judicial. Seja como for, é notável que a inadimplência pode gerar muitos problemas, mas a suspensão da CNH não é uma delas.

No geral, deixar de pagar o tributo ainda envolve questões como ficar impedido de acessar crédito, licenciar o veículo ou transferi-lo para outro motorista e usar benefícios públicos, como premiações de nota fiscal. Para evitar estas situações, o ideal é manter o pagamento em dia, algo que pode render bonificações.

Vale lembrar que a suspensão da CNH só ocorre em casos de infrações graves, como se envolver em acidentes ou dirigir alcoolizado.

Leia também

você pode gostar também

Novidades do MEI 2023: veja o que muda para os empreendedores

Os microempreendedores individuais (MEIs) precisam ficar de olho no reajuste dos valores de contribuição e outras mudanças que ocorrerão neste ano de 2023.

Projeto regulamenta NOVA profissão no setor de turismo

O Projeto de Lei em tramitação no Senado Federal pretende regulamentar uma nova profissão no setor de turismo, a fim de promover mais segurança aos trabalhadores e viajantes.

Brasil criou 2 milhões de postos de trabalho em 2022, segundo o Caged

De acordo com dados divulgados pelo governo federal, houve saldo positivo de postos de trabalho com carteira assinada em 2022.

Valores a Receber: Banco Central alerta para golpe do dinheiro esquecido

Criminosos estão divulgando uma oferta falsa a respeito de montantes supostamente esquecidos no BC; veja como se proteger.

Reforma Tributária deve ser votada sem aumento nos impostos

De acordo com declaração do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, a reforma tributária deve ser neutra, sem aumento nos impostos.

Guia mensal do MEI 2023 já pode ser emitida com os valores atualizados

Reajuste do pagamento mensal está vigente. Taxas para microempreendedores individuais variam de R$ 66 a R$ 162.