INMET divulga previsão do tempo para janeiro de 2023 em todo o país

O INMET, instituto responsável por analisar os fenômenos meteorológicos do país, divulgou a previsão do tempo para janeiro de 2023. Confira as regiões que devem ser mais afetadas por chuvas.

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) é um órgão federal, administrado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) que divulga informações meteorológicas por meio da análise e previsão do tempo e do clima. Ontem (29), o INMET divulgou a previsão de tempo para janeiro de 2023 em todo o país.

Além da previsão em geral, o instituto também oferece recomendações adequadas em várias situações, como no caso de desastres naturais que podem limitar ou interferir as atividades cotidianas dos cidadãos. Assim, todos podem se prevenir e tomar as devidas providências para evitar acidentes.

INMET divulga previsão do tempo para janeiro de 2023 no país

De acordo com a previsão divulgada na última quinta-feira (29) pelo INMET, a probabilidade para janeiro é de chuvas abaixo da média em boa parte das regiões Sudeste e Centro-Oeste, bem como áreas do oeste de estados como o Acre, Bahia, Rondônia, norte do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, sudoeste de Pernambuco e sul do Piauí.

Ainda durante o primeiro mês de 2023, o estado do Rio Grande do Sul deve ter volumes de chuva que ficam abaixo de 200mm. Na faixa norte, porém, cobrindo o Amazonas até a Paraíba, é provável que haja um acúmulo de chuva acima da média, com médias superiores a 50mm.

Nas demais áreas como o sudeste do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, em estados como São Paulo, Paraná, litoral da Bahia e oeste de Santa Catarina, as chuvas estão apenas um pouco acima da média, com índices superiores a 10mm.

Os produtores da região do MATOPIBA (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) devem ficar atentos à previsão de chuva para janeiro do ano que vem. Afinal, o prognóstico climático possui grande impacto na safra de grãos do fim deste ano e início do próximo. A probabilidade é de chuvas dentro ou abaixo da média no sul do Tocantins, sudoeste do Piauí e oeste da Bahia, algo que pode influenciar os níveis de água no solo.

Apesar do índice de chuvas, os maiores acumulados dos últimos meses poderão contrapor possíveis problemas, permitindo a manutenção de água no solo e amenizando o impacto do déficit hídrico de algumas culturas, como soja, algodão e milho primeira safra.

No Sul do Brasil, as chuvas abaixo da média que passaram pela região nos últimos meses, principalmente no Rio Grande do Sul, foram responsáveis por uma restrição hídrica durante os primeiros cultivos de verão. Os níveis de água no solo podem ser impactados negativamente no mês de janeiro também, visto que há a previsão de chuvas irregulares. É preciso tomar cuidado com as culturas mais sensíveis, como soja, feição e milho primeira safra.

Alerta de chuvas intensas no fim de dezembro

Nos últimos dias, o INMET vem emitindo alertas diários a respeito das chuvas intensas que tomam boa parte do país. Hoje (30), a população de regiões como o Leste Goiano, Sudeste Paraense, Centro Goiano e Triângulo Mineiro deve tomar as devidas precauções.

Com base na previsão do instituto, são indicadas chuvas entre 30mm/h e 60mm/h, com ventos intensos, chegando até a 100km/h. Igualmente, existe o risco de corte de energia elétrica, descargas elétricas, alagamentos e queda de árvores e galhos. Este aviso é válido até às 10h de amanhã.

A lista completa de cidades citadas no comunicado pode ser conferido por meio do portal do Centro Virtual para Avisos de Eventos Meteorológicos Severos para o Sul da América do Sul (Alert-AS).

Leia também

você pode gostar também

5G: Mais de 75 cidades brasileiras têm sinal autorizado pela Anatel

Nesta semana, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) liberou o sinal de 58 em mais de 75 cidades brasileiras, localizadas próximos de capitais. A expectativa é continuar ampliando o acesso à tecnologia.

Censo 2022: IBGE deve liberar os resultados em abril

Após uma sequência de adiamentos e entraves na realização do Censo 2022, o IBGE atualizou a previsão de divulgação dos resultados. As operações seguem ao longo de fevereiro.

Motocicletas ficarão isentas do IPVA 2023? Entenda a nova lei

No último ano, o projeto legislativo que prevê a isenção para motocicletas foi sancionado com força de lei. Porém, existem condições específicas de elegibilidade para a medida.

Bradesco tem mais de 40 vagas de emprego disponíveis; veja os cargos

Vagas de emprego disponíveis são destinadas a diversas áreas, em agências da instituição bancária, espalhadas por todo o país.

Detran fará mutirão de renovação da CNH; veja onde e como participar

A renovação da CNH deve ser feita periodicamente pelos motoristas. Caso não façam, estarão sujeitos ao pagamento de multa e a perda de sete pontos na carteira, por exemplo.

Vale-alimentação deve ter novas regras a partir de março de 2023

Vale-alimentação deixará de ser regulado pelo Banco Central, facilitando a entrada de novas empresas no mercado. Veja o que muda.