Salva-vidas: projeto prevê regulamentação da profissão

O projeto dispõe, entre outras coisas, sobre o que é o profissional de salva-vidas, quem pode exercer a profissão, além de assegurar direitos e deveres a esse profissional.

Está em discussão no Senado Federal o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 42/2013 que prevê a regulamentação da profissão de salva-vidas. Recentemente, o Projeto foi aprovado pela Comissão de Ações Sociais (CAS) do Senado. Agora, o texto está no Plenário da referida Casa Legislativa, aguardando a inclusão em Ordem do Dia para ser discutido.

A proposta, de autoria do deputado federal Nelson Pellegrino (PT-BA), caracteriza o salva-vidas como todo profissional habilitado, qualificado e apto a trabalhar em piscinas, mares, rios, represas e em todos os ambientes aquáticos, sejam eles de uso público ou coletivo.

Quem pode se tornar um salva-vidas?

O PLC dispõe os critérios que devem ser obedecidos por quem deseja exercer a profissão de salva-vidas, quais sejam:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Ter plena saúde física e mental;
  • Ter ensino médio completo;
  • Nadar 100 metros em até 1min20s, nadar 200 metros em 3min30s e mil metros, no mar, em 30 min;
  • Ser aprovado em curso profissionalizante de salva-vidas com carga horária de no mínimo 180 horas.

Quem já exerce a profissão de salva-vidas terá um ano para se adequar às disposições da proposta. Isso, caso o texto se transforme em lei.

Sobre o curso profissionalizante de salva-vidas

Segundo o PLC, o curso profissionalizante de salva-vidas deve oferecer, no mínimo, conteúdo teórico e prático, quais sejam:

  • Condicionamento físico e psicológico;
  • Ensino de técnicas de natação, de abordagem, bem como de desvencilhamento de vítimas;
  • Ensino de mergulho em apneia por 25 metros de extensão;
  • Ensino de identificação, recuperação e de preservação dos sinais vitais;
  • Ensino de técnicas de ressuscitação cardiorrespiratória cerebral.

As associações estaduais serão as responsáveis pela habilitação dos salva-vidas.

Os direitos e deveres do salva-vidas

Caso aprovado, o PLC irá assegurar aos salva-vidas os seguintes direitos e deveres:

  • Obrigatória a identificação e o uso de uniforme no local de trabalho;
  • Carga horária semanal de 40 horas;
  • Direito a adicional de, no mínimo, 40% do salário relativo à insalubridade;
  • Piso salarial equivalente a três salários mínimos.

Onde o salva-vidas deve estar presente?

De acordo com o PLC, nas embarcações destinadas ao transporte coletivo de passageiros, inclusive as de turismo, pelo menos um dos seus tripulantes deve ser um salva-vidas.

Caso isso não ocorra, poderá haver a aplicação de multa ao infrator. Em casos de reincidência da infração, poderá haver a interdição temporária de suas atividades por até 60 dias.

Além disso, a proposta determina que a presença obrigatória de dois salva-vidas para cada 300 m² de superfície aquática durante os horários de uso de piscinas públicas ou coletivas, como as de clubes, condomínios, hotéis, escolas, associações e bem como as de parques, sejam eles públicos ou privados.

Em caso de não cumprimento do quanto determinado, há a previsão de aplicação de multa ao infrator. Em casos de reincidência da infração, poderá haver a interdição temporária das piscinas até a devida regularização.

Quais os próximos passos da tramitação do Projeto?

Como dito, o PLC 42/2013, neste momento, está no Plenário do Senado, onde aguarda ser incluído na Ordem do Dia para ser discutido. Caso haja modificação de mérito no texto, a proposta retornará a Câmara dos Deputados, a sua Casa de origem, para análise das alterações realizadas.

No entanto, em caso de aprovação ou de apenas modificações de redação pelo Senado, o texto seguirá para a sanção presidencial.

Leia também

você pode gostar também

NASA: viagem para Marte pode acontecer ainda em 2023

Uma equipe de cientistas explica que a propulsão térmica a laser pode reduzir o tempo de viagem, que atualmente é de cerca de seis meses.

5G: Mais de 75 cidades brasileiras têm sinal autorizado pela Anatel

Nesta semana, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) liberou o sinal de 58 em mais de 75 cidades brasileiras, localizadas próximos de capitais. A expectativa é continuar ampliando o acesso à tecnologia.

Censo 2022: IBGE deve liberar os resultados em abril

Após uma sequência de adiamentos e entraves na realização do Censo 2022, o IBGE atualizou a previsão de divulgação dos resultados. As operações seguem ao longo de fevereiro.

Motocicletas ficarão isentas do IPVA 2023? Entenda a nova lei

No último ano, o projeto legislativo que prevê a isenção para motocicletas foi sancionado com força de lei. Porém, existem condições específicas de elegibilidade para a medida.

Bradesco tem mais de 40 vagas de emprego disponíveis; veja os cargos

Vagas de emprego disponíveis são destinadas a diversas áreas, em agências da instituição bancária, espalhadas por todo o país.

Detran fará mutirão de renovação da CNH; veja onde e como participar

A renovação da CNH deve ser feita periodicamente pelos motoristas. Caso não façam, estarão sujeitos ao pagamento de multa e a perda de sete pontos na carteira, por exemplo.