400 mil notas de R$ 5 e R$ 10 valem até R$ 2 MIL; entenda o motivo

Quem tem alguma dessas notas de R$ 5 e R$ 10 impressas com erro no número de série pode ganhar uma bolada vendendo para colecionadores.

Existem algumas cédulas e moedas raras o suficiente para fazer com que colecionadores paguem valores altíssimos por elas. Hoje, no Brasil, existem 400 mil notas de R$ 5 e R$ 10 que foram impressas com um erro e, por isso, podem ser vendidas por até R$ 2 mil cada.

Todas as cédulas emitidas pelo Banco Central (BC) carregam um número de série, composto por duas letras maiúsculas e nove algarismos. Esse código fica no canto inferior direito da nota, ao lado da efigie (imagem humana na cédula). É justamente nesse código que fica o erro valioso.

O BC imprimiu um lote de notas de R$ 5 e R$ 10 com um asterisco ao lado do número de série e 400 mil novas entraram em circulação. A entidade chegou a recolher as cédulas, mas é possível que algumas continuem rodando do mercado. Se você tem alguma, esse pode ser o momento para vender e embolsar R$ 2 mil.

Notas de real que podem valer muito dinheiro

As notas de R$ 5 e R$ 10 com o erro do asterisco não são as únicas visadas pelos colecionadores. Existem várias outras cédulas defeituosas que podem ser vendidas a preços altos no mercado. Confira algumas delas:

  • Notas de R$ 1: em 2005, o Banco Central tirou a cédula de circulação e passou a emitir apenas a moeda. Quem ainda tem a nota verde de R$ 1 pode conseguir até R$ 200 por ela. Recentemente, um exemplar assinado por Fernando Henrique Cardoso foi leiloada por R$ 16 mil em comemoração ao aniversário de 28 anos do Plano Real;
  • Notas de R$ 5 cortadas: um lote de cédulas de R$ 5 foi impresso normalmente, mas na hora do corte, elas foram divididas de forma errada fazendo que uma nota tivesse “pedaço” de duas. Essas podem valer até R$ 300;
  • Notas de R$ 50 com código de barras: em 1991, o Banco Central liberou um lote de notas de R$ 50 comum código de barras no lugar do número de série. As mesmas cédulas não carregavam a inscrição “Deus seja louvado”. Hoje, elas valem até R$ 1 mil;
  • Notas importadas: cédulas de R$ 5, R$ 10 e R$ 50 impressas fora do país podem ser identificadas pela marca do fabricante e pela letra B no final do número de série. Colecionadores podem pagar até R$ 1,5 mil por elas.

Moedas que podem valer uma bolada

Além das notas de real, existem várias moedas brasileiras que também são de alto valor no mercado. A maioria das moedas valiosas foram cunhadas para comemorar algum evento, como:

  • Jogos Olímpicos: o BC lançou 16 modelos da moeda de R$ 1 com imagens representativas dos esportes que seriam realizados nas Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. Segundo especialistas, elas podem chegar a R$ 7 mil;
  • Declaração Universal dos Direitos Humanos: em 1998, foi cunhada uma moeda de R$ 1 em comemoração aos 50 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Cada uma delas pode valer cerca de R$ 200;
  • Aniversário do Banco Central: quando o BC comemorou 40 anos, em 2005, foram cunhados 40 milhões de exemplares da moeda de R$ 1 com a imagem do Banco. Em 2015, outras foram lançadas pelo aniversário de 50 anos da instituição. Cada item pode ser vendido por até R$ 80.

Outras ainda mais antigas, como o dobrão de 20 mil réis, datado de 1724 a 1727, pode valer até R$ 30 mil. Isso porque é uma das primeiras moedas produzidas no território nacional.

Leia também


você pode gostar também

Moeda de R$ 1 de 2014 pode valer uma BOLADA em breve; veja modelo

Em vídeo do TikTok, colecionador chama a atenção para a moeda de R$ 1 cunhada em 2014 que pode passar por valorização nos próximos anos.

Imposto será DEVOLVIDO a brasileiros; veja se você irá receber em outubro

Decisão da Anatel pode gerar redução nas cobranças de telefone, internet e TV a cabo por meio da devolução de parte do imposto pelos serviços.

Novo RG só será permitido se houver correção do CPF; veja como funciona

Já existem estados que estão emitindo o novo RG. Documento possui várias modificações em relação à versão antiga.

Eleições 2022: saiba como consultar o local de votação pelo seu CPF

Os cidadãos podem consultar o local de votação das Eleições 2022 pelo CPF através do site do Tribunal Superior Eleitoral, mas também por meio de aplicativo e bot no WhatsApp.

Quase 200 mil motoristas poderão ficar sem dirigir em breve, informa Detran

Prazo de suspensão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) será entre dois meses até um ano, dependendo da situação do condutor.

Enfermagem: quando o piso de R$ 4,7 MIL começará a valer no país?

O Congresso está analisando projetos que podem viabilizar o piso salarial para a Enfermagem, que está suspenso desde o início de setembro.