Salário mínimo pode subir para R$ 1,5 mil NESTE estado; entenda

Os estados brasileiros podem optar por seguir o salário mínimo nacional ou adotar um próprio, desde que não seja inferior ao determinado pelo governo federal.

O salário mínimo foi firmado em R$ 1.212, para 2022, pelo governo federal. Esse valor vigora em quase todo o território nacional, mas algumas unidades federativas têm o seu próprio piso. É o caso do estado de São Paulo, cujo salário mínimo está em R$ 1.284 atualmente e pode subir para R$ 1,5 mil em 2023.

Leia também

A previsão foi dada pelo candidato a governador Fernando Haddad durante um debate na TV Band local. O ex-prefeito da capital paulista falou sobre algumas medidas que pretende tomar caso seja eleito. Segundo ele, as prefeituras receberão apoio, principalmente, nas áreas da saúde e educação.

Além disso, Haddad pontuou que irá priorizar os trabalhadores do estado em seu mandato. “Quero dizer em alto e bom som: para a economia rodar, tem que ter comida na mesa do trabalhador. Dia 1º de janeiro, o salário mínimo paulista será de, no mínimo, R$ 1.580”, afirmou.

O candidato ainda criticou o presidente Jair Bolsonaro e o ex-governador de São Paulo, João Doria, lembrando que ambos reajustaram o piso dos pagamentos abaixo da inflação. Vale ressaltar que previsão a nível nacional para 2023 é de R$ 1.294, segundo a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Entretanto, a confirmação do salário mínimo depende de uma série de fatores.

Previsão do salário mínimo nacional para os próximos anos

salário mínimo, salário devia ser maior
Foto: montagem / Pixabay – Canva PRO

A LDO aprovada pelo Congresso Nacional conta com cálculos para reajuste do piso salarial dos próximos três anos no país (nacional). Essa correção anual é prevista pela Constituição Federal e deve levar em consideração o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que calcula a inflação.

Dessa forma, no projeto para o Orçamento de 2023, foi utilizado o INPC observado no primeiro trimestre de 2022. O percentual chegou a 6,77%, fazendo com que o salário mínimo suba de R$ 1.212 para R$ 1.294 no ano que vem. Além do aumento de R$ 82, o documento também fez cálculos para 2024 e 2025.

A ideia foi antever a inflação nesses anos e como a economia será desenvolvida ao longo desse tempo. As estimativas ficaram da seguinte maneira:

  • Ano de 2024: salário mínimo de R$ 1.337;
  • Ano de 2025: salário mínimo de R$ 1.378.

Veja outras estimativas do salário mínimo nacional

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) do IBGE, o salário mínimo serve de base para 30,2 milhões de trabalhadores. O reajuste anual também afeta 25 milhões de segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), recaindo sobre uma série de benefícios.

Apesar de o índice aprovado na LDO ter sido de 6,77%, o Ministério da Economia (ME) já verificou outros possíveis percentuais. Isso porque a equipe econômica realiza pesquisas mensais para calcular a inflação ao longo do ano. Antes mesmo de a proposta para o Orçamento ter sido fechada, o INPC já havia subido para 8,10%.

Nesse caso, a previsão mostrava que o salário mínimo nacional de 2023 poderia chegar a R$ 1.310. No entanto, o índice já voltou a cair no último mês, atingindo a marca de 7,41% da inflação em 2022. Seguindo esse percentual, o piso salarial pode chegar a R$ 1.301,81 no próximo ano.

Os valores só serão confirmados no mês de janeiro. Independentemente de qual seja o percentual utilizado para a correção, possivelmente os pagamentos não contarão com aumento real. Ou seja, a quantia estipulada não deve ficar acima do índice de inflação pelo quarto ano seguido.

Leia também


você pode gostar também

Multi+: rival da Netflix chega ao Brasil com assinatura acessível; veja valores

Você já conhece a Multi+? Ela é o novo serviço de streaming que chegou ao mercado brasileiro com preços bastante atrativos. Leia e descubra como funciona seus planos de assinatura.

Como será o tempo no mês de dezembro? INMET divulga a previsão

Semelhante ao que aconteceu nos últimos meses, a chuva deve se intensificar em alguns estados e aplacar em outros por causa do fenômeno natural La Niña.

Escavação no Coliseu encontra vestígios alimentares de 2 mil anos atrás

A construção do Coliseu começou sob o governo de Vespasiano, em 72 d.C., e foi concluída oito anos depois, durante o império de Tito.

Cadastro Positivo oferece benefícios a bons motoristas; saiba participar

O Registro Nacional Positivo de Condutores oferece benefícios aos bons motoristas, como descontos e incentivos pela conduta no trânsito. Porém, existem regras específicas para participar.

Projeto prevê limite de juros em consignado para famílias de baixa renda

O projeto em tramitação no Senado Federal possui como principal objetivo controlar o endividamento das famílias brasileiras de baixa renda, por conta dos juros acumulados através dos empréstimos consignados no país.

INMET alerta: risco de tempestade e chuvas intensas em mais de 1,6 mil cidades

Avisos de chuvas intensas e tempestade são válidos até às 10h deste sábado (03/12), segundo o órgão. Veja áreas que podem ser afetadas.