Restituição do Imposto de Renda 2022: veja calendário atualizado

A restituição do Imposto de Renda 2022 será realizada em cinco lotes e terá início no último dia para envio da declaração.

O prazo final para o envio da declaração do Imposto de Renda 2022 está previsto para o dia 31 de maio. Na mesma data, a Receita Federal dará início ao calendário de restituição, que está dividido em cinco lotes. Quem pagou mais impostos do que deveria deve receber os valores excedidos de volta.

Leia também

É importante ressaltar que quem for obrigado a entregar os informes e deixar de declarar ou enviar informações erradas/incompletas poderá cair na malha fina. Caso isso aconteça, o contribuinte pode ter uma série de problemas na Justiça e ficar suscetível ao pagamento de multas.

Calendário da restituição do Imposto de Renda

A Receita Federal informou que a devolução do dinheiro é realizado de acordo com a data em que a declaração foi enviada. Ou seja, quem entregou o informe primeiro deve receber a quantia entre os primeiros lotes. No entanto, esse não é o único fator que define o calendário de restituição do Imposto de Renda.

Contribuintes nas seguintes situações terão prioridade nos pagamentos:

  • Idosos;
  • Pessoas com deficiência (PcD);
  • Pessoas com alguma doença grave;
  • Professores.

O último grupo é a única categoria profissional que será priorizada em todos os lotes. A restituição do Imposto de Renda será realizada em cinco lotes entre os meses de maio e setembro. O calendário segue as datas abaixo:

  • 1º lote: 31 de maio de 2022;
  • 2º lote: 30 de junho de 2022;
  • 3º lote: 30 de julho de 2022;
  • 4º lote: 31 de agosto de 2022;
  • 5º lote: 30 de setembro de 2022.

Como será feita a restituição do IR 2022

As quantias variam de acordo com os rendimentos e os gastos de cada contribuinte no ano-base (2021). Normalmente, despesas com saúde e educação são deduzidas e o trabalhador recebe parte de volta. O cálculo de quanto será estornado para cada pessoa é feito pelo sistema da Receita Federal.

A restituição do Imposto de Renda costuma ser feita via depósito em conta bancária. Mas, em 2022, o governo federal liberou para os pagamentos serem realizados via Pix. O contribuinte poderá escolher como vai receber o dinheiro. Se optar pelo Pix, é só informar a chave cadastrada, que deve ser o CPF.

Leia também


você pode gostar também

CNH: fim das autoescolas e do curso teórico em 2022? Veja o que se sabe

O processo para obter CNH é bastante demorado e custoso. Há rumores quanto ao fim das autoescolas e do curso teórico em 2022. Saiba os detalhes.

Quais são os direitos de quem é demitido sem justa causa em 2022?

Os trabalhadores demitidos sem justa causa têm resguardo da Consolidação das Leis Trabalhistas, mas também da Constituição Federal, recebendo indenizações e benefícios.

Vale-refeição: com novas regras aprovadas, o que muda no benefício?

Medida Provisória que estabelece novas regras para o vale-refeição segue para aprovação ou veto do Presidente.

Novo RG (CIN) em 2022: veja quem já pode emitir o novo documento

O novo RG está sendo emitido por alguns estados brasileiros, mas a previsão é que a emissão fique disponível em todo o território nacional somente a partir de março de 2023.

CNH: projeto da Câmara prevê novas regras para autoescolas; entenda

Proposta visa reduzir os custos das autoescolas com os veículos para formação de condutores, ampliando a idade máxima dos automóveis utilizados nas instituições.

Nota Fiscal Paulista: governo libera R$ 35,6 milhões; veja quem já pode sacar

Consumidores poderão usufruir dos créditos liberados pela Nota Fiscal Paulista. Há um prazo de um ano para resgatar os valores.