Concurso PC RS: novo edital é previsto para 2022

Concurso PC RS (Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul) deverá ter novo certame para Delegado, Escrivão e Inspetor. Veja os detalhes.

A Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul deve realizar um concurso público em 2022. O anúncio foi dado pela delegada Nadine Farias Anflor, chefe de Polícia Civil do Estado, e o concurso PC RS deverá preencher vagas de nível superior.

O quantitativo de vagas a serem ofertadas ainda não foi anunciado, mas existe a possibilidade de que sejam abertas oportunidades para Delegado, Escrivão e Inspetor. Conforme a delegada, a expectativa é de realizar o concurso público até o final de 2022.

O último concurso PC RS para os cargos de Inspetor e Escrivão aconteceu em 2017, enquanto que para Delegado, o concurso foi realizado no ano de 2018.

Cargos do concurso PC RS

Os cargos previstos para o concurso PC RS 2022 são os de Escrivão e Inspetor, com remuneração inicial de R$ 6.366,80, e de Delegado, com remuneração inicial de R$ 20.353,06.

Para ingressar na Polícia Civil do Rio Grande do Sul, é necessário possuir os seguintes requisitos:

  • Ter idade mínima de 18 anos;
  • Possuir CNH na categoria B;
  • Possuir conduta moral, ética, social e profissional compatível com a função policial;
  • Possuir ensino superior em Direito, para o cargo de Delegado;
  • Apenas para Delegado, haver exercido atividade jurídica ou policial, pelo período mínimo de três anos até a data da matrícula no Curso de Formação Profissional;
  • Possuir ensino superior em qualquer área para os cargos de Escrivão e Inspetor.

Atribuições dos cargos

Confira as principais atribuições dos cargos que deverão ser preenchidos no concurso público:

Delegado:

  • Residir inquéritos policiais, termos circunstanciados e autos de prisão em flagrante;
  • Apreender objetos que tiverem relação com o fato delituoso e requisitar perícias em geral para a formalização da prova criminal;
  • Cumprir e fazer cumprir mandados de prisão;
  • Dirigir e orientar a investigação criminal e todos os atos de polícia judiciária de uma Delegacia de Polícia ou qualquer outro órgão policial;
  • Proceder à verificação e exame dos atos ilícitos que chegam a seu conhecimento, tomando as providências jurídicas que o caso requer;
  • Elaborar relatórios, bem como representar pela decretação judicial de prisões cautelares; proceder a sindicâncias administrativas, processos administrativos disciplinares;
  • Expedir e fiscalizar a emissão de documentos públicos de sua competência;
  • Gerenciar o órgão policial em que estiver lotado, em conformidade com as normas e princípios que regem a Administração Pública.

Inspetor

  • Realizar diligências, operações, vigilâncias e atos investigatórios;
  • Efetuar prisões, buscas e apreensões;
  • Cumprir mandados;
  • Colaborar na execução de atividades procedimentais e administrativas;
  • Cumprir e fazer cumprir as determinações das autoridades policiais;
  • Manter atualizados os bancos de dados de interesse da investigação policial;
  • Elaborar relatórios de investigação;
  • Portar arma de fogo de uso regulamentar, inclusive armas longas;
  • Conduzir veículos oficiais;
  • Executar tarefas administrativas.

Escrivão

  • Escriturar ou orientar a escrituração dos livros cartorários de delegacias;
  • Lavrar e expedir certidões;
  • Lavrar autos de prisão, de apreensão, de restituição, de depósito, de acareação e de reconhecimento;
  • Lavrar termos de declarações, de ocorrência, de fianças, de compromisso e de representação; recolher fianças, nos termos da legislação;
  • Exarar boletins estatísticos;
  • Atualizar arquivos e bancos de dados;
  • Cumprir e fazer cumprir as determinações das autoridades policiais;
  • Participar de diligências externas, cumprir mandados de busca, realizar prisões e intimações;
  • Portar arma de fogo de uso regulamentar, inclusive armas longas;
  • Conduzir veículos oficiais;
  • Executar tarefas administrativas.

Concurso PC RS: etapas

Com base nos editais anteriores, é provável que o concurso PC RS 2022 seja composto pelas seguintes etapas:

A prova objetiva foi composta por 120 questões para Delegado e por 80 questões para Escrivão e Inspetor. Confira as disciplinas cobradas:

  • Para todos os cargos: Língua Portuguesa, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Administrativo, Direito Constitucional e Direitos Humanos;
  • Apenas para Delegado: Direito Civil, Medicina Legal Judiciária e Criminologia;
  • Apenas para Escrivão e Inspetor: Informática, Raciocínio Lógico, Legislação Estatutária e Conhecimentos Gerais.

É possível se preparar para o concurso que está por vir e ir treinando os testes físicos que foram realizados no concurso anterior. Confira quais foram aplicados:

  • Teste de flexibilidade (teste de sentar e alcançar);
  • Teste de flexão abdominal (força e resistência muscular abdominal);
  • Teste de barra fixa (força e resistência muscular para membros superiores);
  • Teste de corrida (resistência cardiovascular ou cardiorrespiratória).

Concursos anteriores

A FUNDATEC foi a banca responsável pelos concursos anteriores da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul. Em 2017, foi publicado um edital com 1.200 vagas, sendo 600 vagas para Inspetor e 600 vagas para Escrivão. Já em 2018 foi publicado um edital com 100 vagas para Delegado.

Nas vagas preenchidas pela PC RS, houve reserva técnica para candidatos negros ou pardos e para pessoas com deficiência (PCD).

O valor da taxa de inscrição foi de R$ 182,41 para Inspetor e Escrivão e de R$ 187,77 para Delegado. Em alguns casos, foi possível solicitar a isenção dessa taxa.

Resumo do concurso

  • Órgão: PC RS – Polícia Civil do Rio Grande do Sul;
  • Situação: previsto;
  • Banca organizadora: a definir;
  • Salários: até R$ 20 mil;
  • Nº de vagas: a definir;
  • Cargos: Escrivão, Inspetor e Delegado;
  • Áreas de Atuação: Segurança Pública;
  • Escolaridade: ensino superior.

Leia também

você pode gostar também