Concurso TJ PE: 50 vagas com edital cada vez mais próximo

Concurso TJ PE (Tribunal de Justiça de Pernambuco): Secretaria da Comissão foi criada no ano de 2021. Ainda não há data para lançar edital.

Em julho de 2021, a Presidência do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) criou a Secretaria da Comissão do Concurso Público para Provimento do Cargo de Juiz Substituto da Carreira da Magistratura do Estado. De lá para cá, aumentou a expectativa pela abertura de um novo edital do concurso TJ PE, algo que não se concretizou ainda.

O certame do judiciário pernambucano provavelmente oferecerá 50 vagas para Juízes Substitutos. A Comissão, que é composta por desembargadores, representante da OAB – PE e servidores do TJPE, terá a missão de concluir todos os trâmites rumo à abertura e realização do futuro processo de seleção.

De acordo com o documento, a criação do grupo de trabalho se justifica pela necessidade de se “garantir o suporte operacional do Tribunal de Justiça perante a empresa que realizará o aludido concurso”. Contudo, vale ressaltar que até o momento não foi anunciada sequer a organizadora.

Concurso TJ PE: último edital

No último concurso público do Tribunal de Justiça de Pernambuco, lançado em 2014, a oferta também foi de 50 vagas para o provimento do cargo de Juiz Substituto, além da formação de cadastro reserva. A Fundação Carlos Chagas prestou assistência ao evento.

O subsídio mensal previsto naquela época para o cargo era de exatos R$ 19.383,88. As fases avaliativas foram as seguintes:

  • Uma prova objetiva seletiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Uma prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Uma prova de sentença, de caráter eliminatório e classificatório, contendo uma sentença cível e uma sentença criminal;
  • Inscrição definitiva, de caráter exclusivamente eliminatório;
  • Sindicância da vida pregressa e investigação social, de caráter exclusivamente eliminatório;
  • Exame de sanidade física e mental, de caráter exclusivamente eliminatório;
  • Exame psicotécnico, de caráter exclusivamente eliminatório; e
  • Uma prova oral, de caráter eliminatório e classificatório.

O que é preciso para ser Juiz Substituto do TJ PE

Os requisitos principais para ingressar na carreira pública de Juiz Substituto são os seguintes:

  • Ser brasileiro nato ou naturalizado;
  • Ter menos de 65 anos;
  • Ter bacharelado em Direito;
  • Ter experiência na atividade jurídica pelo período mínimo de três anos, após o bacharelado;
  • Estar quite com o serviço militar e as obrigações eleitorais;
  • Estar no gozo dos direitos civis e políticos;
  • Possuir idoneidade moral;
  • Não registrar antecedentes criminais;
  • Ter equilíbrio psicoemocional para o exercício do cargo;
  • Gozar de sanidade física e mental; e
  • Não ter sido indiciado em inquérito policial ou processado criminalmente.

Para obter todos os detalhes sobre os últimos concursos públicos do TJ PE, tanto para servidores quanto para Juízes, acesse o portal oficial do órgão.

Leia também


você pode gostar também

INSS, Bombeiros e MAIS: 30,6 mil vagas estão abertas em concursos públicos

Concurseiros de plantão podem pleitear a várias vagas oferecidas em concursos e seletivos que estão com as inscrições abertas.

Local de votação: saiba como encontrar o seu para o dia das eleições

Eleitor pode consultar com antecedência o local de votação e evitar eventuais transtornos.

Não tem multas na CNH? Você pode receber benefícios no próximo mês

Condutores que não tenham cometido infração de trânsito nos últimos 12 meses poderão ter descontos no IPVA e no seguro.

Confira 5 hábitos infalíveis que fazem bem ao cérebro

Quando mantemos a mente sempre ativa, conseguimos absorver as informações com mais facilidade. Confira boas práticas.

5 filmes da Netflix que ensinam lições de vida e te deixam motivado

Assistir filmes pode ser um momento de prazer e aprendizagem para a vida. A Netflix conta com diversos longas motivadores em seu catálogo.

É Guarda Municipal? Iniciativa propõe piso nacional de R$ 3,2 MIL

A ideia legislativa proposta no portal e-Cidadania do Senado Federal prevê o aumento do piso nacional para a Guarda Municipal como uma forma de valorização dos profissionais.