Concurso IAGRO: autorizadas 54 vagas na Agência Estadual

Concurso IAGRO (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal de Mato Grosso do Sul) abrirá vagas de nível superior.

Foi publicado pelo governo do estado de Mato Grosso do Sul o Decreto nº 15.818/2021, o qual autoriza a abertura de 54 vagas na Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal. O concurso IAGRO terá provas escritas e provas de títulos como formas de avaliação dos candidatos.

O cargo em voga é o de Fiscal Estadual Agropecuário, que faz parte da carreira de Fiscalização e Defesa Sanitária do Quadro de Pessoal da IAGRO.

O lançamento do edital completo e de outros documentos oficiais necessários ficarão a cargo da Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (SEMAGRO) e da própria IAGRO.

Concurso IAGRO: cargos autorizados

Ao todo, serão destinadas 44 vagas para Fiscal Estadual Agropecuário, na especialidade de Medicina Veterinária, além de 10 vagas para Fiscal Estadual Agropecuário, na especialidade de Engenharia Agronômica.

A autorização para a realização do novo certame da IAGRO foi publicada no site do Diário Oficial do Estado do MS, edição de 01 de dezembro de 2021, a partir da página 36.

Outros editais previstos

Existem outros concursos relevantes previstos. Veja a lista:

  • SED (Secretaria de Estado de Educação) – autorizadas 722 vagas para o cargo de Professor;
  • CGE (Controladoria-Geral do Estado) – autorizadas 28 vagas para o cargo de Auditor;
  • AGRAER (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) – aguarda-se autorização para preenchimento de algumas vagas.

Último concurso IAGRO

Em 2013 a IAGRO lançou o seu último concurso público, que contou com vagas para Fiscal Estadual Agropecuário e Gestor Estadual Agropecuário. O subsídio mensal da época foi variável de R$ 1.337,00 a R$ 3.745,00, para jornadas semanais de 40 horas.

Além da formação escolar, o edital informava que os candidatos precisavam ter registro no respectivo conselho profissional e Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo categoria “B”.

As questões das provas escritas, dependendo do cargo, versaram sobre as matérias de:

  • Língua Portuguesa;
  • Língua Estrangeira – Inglês;
  • Noções de Informática;
  • Conhecimento Específico;
  • Atualidade Brasileira.

Leia também

você pode gostar também