Banco Central abre mutirão para renegociação de dívidas; veja como participar

O público-alvo do mutirão de renegociação de dívidas promovido pelo Banco Central são pessoas físicas que possuem débitos com bancos.

Nesta segunda-feira (01/11), foi iniciado o Mutirão da Negociação de Dívidas e Orientação Financeira. O evento promovido pelo Banco Central (BC) permite que quem tem débitos com bancos e outras instituições financeiras renegocie a conta.

continua depois da publicidade

O procedimento será realizado pela internet na plataforma do governo para o consumidor. De acordo com o BC, poderão participar do mutirão pessoas físicas que não tenham colocado bens como garantia das dívidas.

“A plataforma tem apresentado índice de solução satisfatório quando acontecem esses mutirões de renegociação de dívidas. E esse [resultado] é [esperado] este ano também”, disse a coordenadora-geral do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Daniele Cardoso.

Vale ressaltar que cidadão também pode receber orientação na página da Febraban. No portal, é possível:

continua depois da publicidade
  • Calcular dívidas;
  • Verificar em quais situações vale a pena participar do mutirão de renegociação de dívidas;
  • Quanto do seu orçamento pode ser comprometido na quitação dos débitos.

Como vai funcionar o mutirão de renegociação de dívidas

O evento é uma parceria do Banco Central com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e a Secretária Nacional do Consumidor (Senacon). Os débitos poderão ser solucionados até o dia 30 de novembro de 2021.

Além da renegociação de dívidas, no mutirão, os consumidores poderão receber conteúdos de educação financeira. Para isso, é necessário:

continua depois da publicidade
  1. Acessar a plataforma do consumidor;
  2. Realizar seu cadastro com contato de e-mail e telefone (ou entrar com login e senha, para quem já é registrado);
  3. Encontrar a empresa com a qual você tem a dívida;
  4. Escrever no campo indicado sua proposta de renegociação.

Depois disso, a instituição financeira tem até 10 dias para analisar o seu pedido. Enquanto isso, é possível conversar com a empresa por meio do site do consumidor.

Leia também

Concursos em sua
cidade