Natal: a Bíblia informa sobre a real data de nascimento de Jesus Cristo?

Você sabia que segundo a Bíblia Jesus Cristo não nasceu no dia 25 de dezembro? Leia e entenda.

O dia 25 de dezembro é uma data em que ocorre uma celebração muito especial ao redor do mundo. Nesta data, os cristãos comemoram o Natal e celebram o nascimento de Jesus Cristo, que de acordo com o Cristianismo aconteceu em 25 de dezembro do ano 1 d.C., na cidade de Belém, localizada na atual Palestina.

Em suma, apesar desta data ser aceita pela Igreja por volta do século 4, muitas pessoas não têm certeza sobre quando exatamente Jesus Cristo nasceu. A mais forte razão tida por estudiosos do tema, é que a data do nascimento de Jesus foi escolhida por motivos simbólicos e não por dados históricos e precisos de seu nascimento.

Confira a seguir o que a Bíblia nos traz sobre essa questão.

O que a Bíblia esclarece?

A Bíblia Sagrada não menciona nenhuma data a respeito do dia em que Jesus Cristo nasceu, assim como não sugere pistas sobre o dia do seu nascimento. Desse modo, muitos estudiosos da Bíblia esclarecem que a teoria acerca da data de 25 de dezembro não foi escolhida ao acaso pela Igreja Católica, mas sim diante de todo um contexto de deliberação ao seu redor.

Até o século II, os cristãos não comemoravam o nascimento de Jesus Cristo. Por outro lado, de acordo com os registros, os pagãos celebravam festas para suas divindades em dezembro, o que causava certo incômodo para a Igreja, na época.

Com efeito, o dia da celebração do aniversário de Jesus começou a ganhar destaque a partir do século II, quando os filósofos e cristãos do período começaram a pesquisar e informar diferentes datas para o seu nascimento. Clemente de Alexandria que também é um dos grandes nomes da patrística, deixou registrado várias datas que eram propostas naquela época.

Por que 25 de dezembro é considerada a data de nascimento de Jesus?

Uma das hipóteses mais defendidas até os dias atuais propõe que, em algum momento do século 4, a Igreja fixou a data de 25 de dezembro com o objetivo de sobrepor a festa cristã ao antigo festival pagão do Sol Invicto ou Sol Invencível, que comemorava o solstício de inverno (que acontece normalmente, no hemisfério norte no dia 22 de dezembro). Ao mesmo tempo, também ocorria a ‘Saturnália’, evento que prestava culto ao deus Saturno.

Pela simbologia, essa data também está relacionada ao renascimento por vários povos como, babilônios, persas, gregos, romanos, entre outros. Diante disso, para não entrar em conflito com essas tradições milenares existentes, segundo filósofos, a Igreja Católica decidiu fixar o nascimento de Jesus Cristo na mesma época do ano, isto é, ao final do mês de dezembro.

Outras teorias sobre a data

Outra teoria que sobre o que pode ter influenciado a Igreja a estabelecer a data de 25 de dezembro como o aniversário de Cristo, teve como base o pensamento de Eruditos cristãos do século 3. Eles realizaram diversas contas a partir de textos bíblicos e chegaram à conclusão de que o mundo foi criado no dia 25 de março. 

Dessa forma, a partir dessa concepção e da reencarnação de Jesus, contando 9 meses para frente referente ao tempo da gravidez de Maria, chegou-se à data do nascimento como o dia 25 de dezembro.

Apesar da Bíblia Sagrada não trazer de forma explícita a data, há muitos estudiosos que ainda tentam encontrar pistas do verdadeiro dia do nascimento de Cristo nos Evangelhos. 

Assim, eles buscam reconstituir toda a trajetória de Jesus por meio das escrituras, como exemplo, estudando o Evangelho de Lucas, e analisando a famosa história dos pastores que, enquanto vigiavam seus rebanhos, foram avisados ​​por anjos que Jesus havia nascido.

Por fim, diante dessa passagem bíblica, como dezembro é uma época bastante fria em Belém para ficar vigiando as ovelhas à noite, alguns defensores informam que Jesus teria nascido em um dia de clima como a primavera, talvez no mês de abril e não em dezembro.

Leia também

você pode gostar também

Conheça 9 profissões que não precisam de diploma

Não pôde concluir os estudos e vai começar a procurar emprego? Conheça nove profissões que não precisam de diploma e que costumam ter uma grande demanda.

Saiba como aumentar sua produtividade em 7 passos

Procura uma forma de aumentar a produtividade nos estudos para as provas do concurso? Fique por dentro de sete dicas incríveis e turbine as suas chances de aprovação.

Síndrome de Burnout: qual é a causa? Descubra como evitar

A Síndrome de Burnout é um distúrbio emocional relacionado com o excesso de trabalho, sendo considerada uma doença ocupacional por especialistas da área de saúde.

9 profissões com bons salários que não exigem nível médio

Sempre sonhou em ganhar bem, mas não quis levar os estudos adiante? Conheça nove profissões com bons salários que não exigem nível médio.

9 informações que não precisam ser citadas em seu currículo

Vai começar a procurar emprego e quer aumentar as chances de ser convocado para um processo seletivo? Então, conheça nove informações que não precisam ser citadas no currículo.

5 profissões que pagam bem e têm vagas sobrando

As profissões que pagam bem e têm vagas sobrando saem das carreiras tradicionais por acompanharem as inovações no mercado de trabalho. Porém, existem requisitos para ocupar os cargos dessa lista.