Grampeador tem função “secreta” que muitas pessoas ainda não conhecem

Embora todos nós usemos um grampeador de vez em quando, você provavelmente não conhece este tipo de uso secreto para ele.

Um grampeador é uma ferramenta que costumamos usar em nossas vidas diárias. Sua função é reunir documentos ou papéis que precisam ser grampeados juntos pela pressão que o grampo exerce sobre esse material.

Desse modo, quando se trata de prender papéis, os clipes muitas vezes simplesmente não funcionam – a menos que queiramos arriscar que um se solte e, portanto, nos encontremos com uma bagunça de papéis decorando o chão. Com efeito, o grampeador é essencial quando se trata de garantir que os documentos não se soltem.

Isso é especialmente importante quando você está lidando com pilhas de papel maiores, como manuais e apostilas. Contudo, o que muita gente não sabe é que esse objeto possui outro uso além do tradicional.

Assim, ele fornece uma solução simples tanto para quem deseja prender papéis de forma permanente, quanto para quem deseja apenas juntá-los temporariamente.

Qual é a função desconhecida do grampeador?

Se você olhar atentamente para a parte do grampeador chamada “bigorna” ou “placa de metal”, onde você coloca o papel quando pressiona a parte superior do grampeador para empurrar um grampo, você notará dois tipos de sulcos.

Eles estão lá porque a placa de base é ajustável, ou seja, você pode girá-la para alterar a ranhura que o fio do grampo atinge quando passa pela pilha de papel que você está prendendo. Isso significa que os grampeadores têm duas configurações.

A configuração que a maioria das pessoas usa é aquela que faz com que as “pernas” do grampo dobrem para dentro para manter uma pilha de papéis firmemente unida.

Contudo, se você inverter a placa de metal, as pernas do grampo se abrirão para fora quando passarem pelo papel. Esta é a configuração de “fixação”, ou seja, usada apenas para fixar papéis temporariamente.

Os grampos que atravessam o papel com as pernas dobradas para fora, em vez de enroladas para dentro, são mais fáceis de remover e causam menos danos ao papel quando puxados novamente.

Vale ressaltar que esse método pode variar conforme o modelo de seu grampeador. Inclusive, em certos grampeadores a placa de metal não deve ser girada, mas empurrada para que você use a nova função.

Em outros, apenas uma das pernas do grampo será dobrada para fora. Por fim, outros aparelhos não permitem que a placa gire ou seja movida, e portanto, não dispõe dessa técnica diferenciada.

Compartimento secreto

Outra curiosidade é que alguns modelos de grampeadores de escritório possuem base de borracha ou plástico para não danificar a superfície da mesa.

E se você removê-la, verá que ela possui uma série de compartimentos para guardar grampos de reserva e não ter de ir à procura da caixa de grampos quando, sem aviso prévio, utilizar o último.

Leia também

você pode gostar também

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.

15 nomes antigos que voltaram a ser populares no Brasil

Alguns dos nomes retrôs são muito populares hoje em dia no Brasil, sejam femininos ou masculinos. Confira alguns deles abaixo.

Como começar a empreender? Veja 7 dicas para ter um negócio de sucesso

Está querendo começar a empreender em 2023 e pretende alcançar o êxito profissional? Fique por dentro de sete dicas para ter um negócio de sucesso.

7 profissões que sempre têm oferta de empregos no Brasil

Está querendo saber como estará o mercado de trabalho no ano que vem? Então, conheça sete profissões que sempre têm oferta de empregos no Brasil.