Entenda como funciona a multa rescisória do FGTS

Saiba o que é, como funciona e como você pode calcular a multa rescisória do FGTS.

Uma das dúvidas mais comuns de milhões de pessoas que trabalham com carteira assinada é como funciona a multa rescisória do FGTS. Por isso, elaboramos o post, para esclarecer essa e outras questões referentes a esse importante assunto de interesse público.

O que é o FGTS?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, mais popularmente conhecido como FGTS, é uma espécie de poupança em que o empregador deposita todos os meses o valor de 8% do salário bruto do funcionário em uma conta específica para essa finalidade, que deverá ser aberta na Caixa Econômica Federal.

O principal objetivo é auxiliar o trabalhador em caso de demissão sem justa causa. Vale ressaltar que o FGTS leva em consideração todas as horas extras, férias, 13º salários, dentre outras variáveis.

O trabalhador só tem direito ao FGTS quando for demitido sem justa causa ou em situações especiais. Se ele pedir demissão, todo o valor fica retido em conta.

E a multa rescisória do FGTS, tenho direito a ela?

O valor da multa rescisória do FGTS é de 40% do valor total do mesmo. Mas nem todas as pessoas têm direito de receber essa multa. Confira as situações específicas:

  • O colaborador rescinde o contrato de trabalho: nesse caso, ele não tem direito de receber a multa rescisória de 40% do FGTS e nem o seguro-desemprego, já que pediu demissão da empresa;
  • Demissão por justa causa: mesma situação acima, ou seja, o trabalhador não tem direito de receber o valor do FGTS e muito menos a multa de 40% referente ao mesmo, dentre outros direitos;
  • Rescisão indireta: ocorre quando a empresa age de má-fé com o colaborador ou descumpre o contrato de trabalho. Desde que sejam comprovadas as devidas irregularidades, o colaborador tem direito a sacar o valor integral do FGTS, acrescido da multa de 40%;
  • Demissão sem justa causa: nesse caso, o trabalhador recebe todos os seus direitos, além do valor integral do FGTS e da multa rescisória de 40% do mesmo. Ele também tem direito ao recebimento do seguro-desemprego.

Como funciona a multa de 40% do FGTS?

Agora que você está por dentro das situações específicas que permitem o trabalhador receber, ou não, o FGTS e a sua multa rescisória, conheça o seu funcionamento na prática. Vamos a um exemplo:

  • Suponha que você tenha um salário de R$ 2 mil por mês e trabalhou durante 2 anos em uma determinada empresa. O valor mensal do seu FGTS é de R$ 160,00 (8% de R$ 2.000,00);
  • Se multiplicarmos esse valor por 24 meses (referente ao período trabalhado até a demissão), chegamos no montante de R$ 3.840,00 (valor total do FGTS);
  • Como o valor da multa rescisória é de 40% sobre o total do FGTS, você terá direito ao montante adicional de R$ 1.536,00 (40% de R$ 3.840,00). Dessa forma, o valor a ser recebido é de R$ 5.376,00, ou seja, R$ 3.840,00 + R$ 1.536,00. Ficou claro agora?

Como saber o valor do meu FGTS?

Se você quiser saber o valor do seu FGTS para fazer o cálculo da multa rescisória de 40% de forma exata, basta solicitar o extrato mensal atualizado. Nesse documento constam todos os depósitos realizados pelo empregador, desde o primeiro mês de trabalho até o último.

O fato é que o valor da multa rescisória do FGTS está diretamente relacionado com esse importante fundo de reserva. Ou seja, quanto mais tempo você trabalhar em uma empresa, maior poderá ser o valor da sua multa, desde que você não peça demissão ou seja demitido por justa causa.

Leia também


você pode gostar também

Validade de concursos: como esse prazo afeta os concurseiros?

Entenda como funciona a validade de concursos públicos e saiba como esse prazo afeta a vida de todo concurseiro aprovado.

Estas 5 profissões antigas voltaram à moda no país e ganharam relevância

Conheça cinco profissões antigas que voltaram a ganhar espaço e relevância no mercado de trabalho brasileiro.

Concurso INSS: veja 5 dicas infalíveis para aplicar durante os estudos

As dicas infalíveis para aplicar durante os estudos do concurso INSS permitem que o concurseiro tenha mais organização nas etapas de aprendizagem e revisão do conteúdo.

Veja 5 coisas que você não pode colocar no seu currículo em 2022

Está procurando emprego? Saiba o que não colocar no currículo em 2022 e aumente as chances de ser convocado para uma entrevista.

5 profissões que pagam bem aos que desejam ter jornada de 20 horas semanais

Se você sempre sonhou em ter um alto salário mas sem trabalhar demais, conheça cinco profissões que pagam bem e trabalham pouco.

Profissões de Humanas: veja os 5 cargos mais bem pagos do Brasil

Sonha em começar uma carreira que paga um alto salário? Conheça cinco profissões de Humanas que podem transformar isso em realidade.