Governo Federal oferece curso sobre Previdência Privada

Curso sobre previdência privada ofertado pelo governo federal é gratuito. Participante poderá obter um certificado de conclusão.

O governo federal anunciou que ofertará um curso sobre previdência privada. De acordo com o comunicado divulgado, o objetivo é “promover noções básicas em Previdência Privada para os consumidores e cidadãos em geral”.

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que um curso sobre previdência privada é ofertado pelo governo federal. Em anos anteriores, aulas semelhantes também foram divulgados.

Curso sobre previdência privada: inscrições

Oficialmente denominado de “Previdência Privada para Consumidores: Planeje e Poupe”, o curso ofertado pelo governo federal é promovido pela pelo Ministério da Previdência Social e pela Secretaria Nacional do Consumidor. O registro já está aberto e ficará disponível até o dia 06 de fevereiro de 2023.

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas por meio do site da Escola Nacional de Defesa do Consumidor (ENDC). A carga horária prevista é de 40 horas.

Conteúdo do curso de previdência privada

De acordo com o que foi anunciado pelo governo federal, o curso de previdência privada contará com cinco módulos. Confira:

  • Módulo 1 – Planejamento Financeiro e Previdência Social do Brasil;
  • Módulo 2 – Previdência Privada: o que precisamos saber?;
  • Módulo 3 – Institutos e Tributação na Previdência Complementar;
  • Módulo 4 – Investimentos, Investidores e Taxas Cobradas na Previdência Privada; e
  • Módulo 5 – Monitorando seu Plano de Previdência Privada.

Conforme a divulgação, um certificado de extensão pela Universidade de Brasília (UnB) será concedido ao participante.

Diferença entre previdência privada e pública

No Brasil, existem dois tipos de previdência: a pública e a privada. A pública, como o próprio nome indica possui organização dos entes da República, sendo eles a União, estados e municípios. Sua adesão é obrigatória, com os pagamentos sendo descontados do salário ou recolhidos mediante impostos (MEI).

No caso, de forma geral, a maior parte dos trabalhadores com carteira assinada, autônomos e MEI’s contribuem para o Regime Geral de Previdência Social (RGPS), também chamado de Previdência Social. A organização é feita pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Já servidores de estados, municípios e algumas estatais podem fazer parte do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS). O RPPS é um sistema onde cada estado, município ou estatal possui sua própria organização. Eles não possuem vínculos diretos com o INSS.

Por sua vez, a previdência privada, possui organização de seguradoras e instituições financeiras. Sua adesão é facultativa e costuma ter taxas de administração. Muitos trabalhadores utilizam a previdência privada como uma forma de complemento em relação à previdência pública. Geralmente, eles estão preocupados com os valores que são repassados pelo INSS.

Leia também

você pode gostar também

MEC oferece cursos online gratuitos de qualificação; saiba se inscrever

Oportunidades são direcionadas para diferentes áreas do conhecimento e pretendem capacitar pessoas interessadas.

Fies: projeto amplia prazo para o pagamento de dívidas pendentes

O PL 3016/22 que visa estender o prazo para a renegociação das dívidas do Financiamento Estudantil (Fies), tramita em caráter conclusivo e passa por análise na CE, CFT e CCJ.

Provas do Encceja já têm data para 2023; confira o calendário completo

As provas do Encceja, exame que oferece certificação de conclusão do ensino fundamental e médio, já têm data para 2023. Confira o cronograma e mais informações sobre o programa.

Inscrições do SiSU 2023 acontecerão em fevereiro; veja o cronograma

As inscrições do processo seletivo do SiSU 2023 devem acontecer em fevereiro, após antecipação do cronograma pelo MEC. Confira as datas oficiais deste e dos demais programas do governo.

Fies 2023 já tem datas de inscrição para o primeiro semestre

Em novembro do ano passado, o Ministério da Educação divulgou o cronograma com as datas de inscrição do Fies 2023. A primeira etapa começa a partir do primeiro semestre.

Quem pode fazer o Encceja 2023? Entenda o que é essa prova

A edição do Encceja 2023 atende um público específico de brasileiros, mas deve-se entender mais sobre o funcionamento e importância da prova antes da inscrição.