Saiba quem poderá se inscrever no SiSU 2022

O Sistema de Seleção Única (SiSU) utiliza a nota do Enem para poder classificar os participantes. Saiba como se inscrever.

O Sistema de Seleção Única (SiSU) oferece milhares de vagas em instituições públicas de nível superior no país. No primeiro semestre deste ano, os registros estão marcados para começarem no dia 15 de fevereiro. Portanto, saiba quem poderá se inscrever no SiSU 2022.

Vale lembrar que o SiSU possui dois períodos de inscrição por ano, sendo um em cada semestre. O sistema é organizado pelo Ministério da Educação e utiliza a nota do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem.

Quem poderá se inscrever no SiSU 2022

De acordo com as regras atuais do SiSU, para que o participante realize sua inscrição é necessário cumprir alguns requisitos. Veja quem pode participar:

  • Ter feito a prova do último Enem poderá participar da seleção;
  • Não ter zerado a redação do Enem;
  • Não ter participado da prova na modalidade treineiro.

Como se inscrever no SiSU 2022

As inscrições no SiSU 2022 são gratuitas e devem ser feitas de forma online. Veja o passo a passo:

  • Entre no site do SiSU;
  • Informe seu login utilizado no gov.br;
  • Digite a sua senha do gov.br;
  • Em seguida, escolha a vaga desejada. É possível procurar por cidade, instituição ou curso.

Caso não tenha conta no gov.br, basta criar uma gratuitamente na opção “criar conta”.

Calendário do Sisu 2022

Para facilitar a memorização, separamos as principais datas do calendário do Sisu 2022:

  • Inscrições: de 15 até 18 de fevereiro de 2022 pelo portal do Sisu;
  • Resultado da chamada regular: 22 de fevereiro de 2022;
  • Matrícula dos aprovados: de 23 a 28 de fevereiro de 2022;
  • Inscrições na lista de espera: de 22 a 28 de fevereiro de 2022.

O calendário completo pode ser visto no edital do Sisu de 18 de janeiro de 2022, publicado no Diário Oficial da União (DOU). Vale lembrar que o governo federal também divulgou os editais completos com os detalhes do Programa Universidade para Todos (Prouni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Leia também

você pode gostar também