É verdade que a roupa do Papai Noel é vermelha por causa da Coca-Cola?

Você já deve ter ouvido em algum lugar que a roupa do Bom Velhinho só é vermelha por causa da publicidade, mas será que isso faz sentido?

Uma das figuras mais populares no fim de ano é, sem dúvidas, o Papai Noel. Simpático, caridoso e, definitivamente, cheio de pompa, o Bom Velhinho alegra o Natal dos pequenos (e de muitos grandinhos também) em todo o planeta.

Muito desse encantamento tem a ver com a imagem do Papai Noel, sempre com barba branca e comprida e com a tradicional roupa vermelha, que muitas pessoas afirmam ter uma razão comercial para existir: a Coca-Cola.

A história que se ouve por aí diz que foi a marca famosa de refrigerantes que, em uma campanha publicitária de Natal, decidiu que a roupa do Bom Velhinho deveria ser vermelha para combinar com o rótulo da marca. Será?

Por que a roupa do Papai Noel é vermelha?

Uma das primeiras descrições do Bom Velhinho foi feita no poema The Night Before Christmas, de Clement Clarke Moore, em 1823. O autor descrevia o Papai Noel como um senhorzinho bochechudo que voava de trenó pelo mundo e usava a chaminé para entrar na casa das pessoas e deixar um presentinho.

A representação de Papai Noel em uma ilustração aconteceu um pouco depois, no fim do século 19, quando o personagem foi retratado usando uma roupa pesada de inverno e que era verde-escura ou marrom.

A roupa vermelha e branca foi, na verdade, uma ideia de um cartunista alemão chamado Thomas Nast, que conseguiu que seus desenhos fossem publicados na revista Harper’s Weekly, em 1886.

A partir daí, sempre que alguém desenhava ou descrevia o Bom Velhinho, a roupa usada por ele era vermelha e branca. Aliás, foi Nast, o cartunista, quem criou a narrativa de que Papai Noel morava no Polo Norte.

A popularização mundial do Papai Noel usando roupas vermelhas se deu na década de 1930 e aí, sim, a Coca-Cola teve seu papel. Para a marca, foi interessante que a roupa do Bom Velhinho fosse exatamente da mesma cor de seu rótulo e, de lá para cá, é quase automático relacionarmos o Natal com o refrigerante de cola.

A Coca-Cola começou a fazer campanhas publicitárias natalinas em 1920, e suas peças estamparam grandes revistas internacionais, como a National Geographic. Com o tempo, o estereótipo foi reforçado e se fixou no imaginário popular.

A empresa também colaborou com a criação de um Papai Noel que parecesse simpático, atencioso e mais saudável. A versão que conhecemos até hoje foi feita pelos designers e ilustradores da Coca-Cola em 1964. Não é à toa que estamos tão familiarizados com ela.

O que diz a Coca-Cola?

Em seu site oficial, a Coca-Cola tem alguns textos voltados ao seu famoso Papai Noel. Em um deles, a influência da marca sobre a figura natalina fica clara: “A Coca-Cola ajudou a moldar a imagem de Noel”, diz o texto.

Ou seja: existe, sim, a influência da marca na forma como conhecemos o Bom Velhinho, mas não foi a Coca-Cola a responsável por fazer com que a cor das roupas do Papai Noel fosse oficialmente vermelha.

Aliás, até hoje, em vários países do mundo, existem algumas fantasias nas cores verde, azul ou marrom. Ao vê-las, embora sejam bonitas, não restam dúvidas de que a coloração vermelha é a que mais tem “a cara do Natal”.

Leia também

você pode gostar também

Mal ou mau: qual a diferença? Veja exemplos

Uma das maiores dificuldades dos falantes da língua portuguesa é descobrir quando usar corretamente os termos mau ou mal. Para sanar esta dúvida de uma vez por todas, confira algumas dicas para exercitar as palavras.

Recebeu uma multa que não é sua? Veja o que fazer e como recorrer

Se você foi multado, mas a pena foi aplicada de forma equivocada ou indevida, é possível entrar com recurso e regularizar a situação.

Tire estes aparelhos da tomada para Economizar Energia

Economizar energia elétrica pode ser mais simples do que se pensa; veja quais eletrônicos devem ficar fora da tomada.

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.