Descubra se você e seu parceiro são compatíveis com estas 5 perguntas

Encontrar um parceiro compatível é a chave para construir um relacionamento duradouro e gratificante, por isso, veja se vocês estão no caminho com estas perguntas.

Embora o principal em um relacionamento seja o amor, há muitos outros aspectos a serem levados em consideração. Uma delas é a compatibilidade: se vocês têm os mesmos objetivos, se pensam da mesma forma, se concordam em alguns hobbies, se concordam nos mesmos valores, ou pelo menos, na maioria deles.

Diante disso, apesar de não existir uma maneira infalível de saber se você e seu parceiro são realmente compatíveis, há algumas perguntas que você pode fazer para entender essas questões-chave que podem definir o futuro da relação do casal. Confira a seguir.

5 perguntas para saber se você e seu parceiro são realmente compatíveis

1. Quais são seus objetivos de longo prazo?

Conhecer os objetivos de longo prazo um do outro é crucial para determinar a compatibilidade. Se um parceiro quer viajar pelo mundo e viver um estilo de vida nômade, enquanto o outro está focado em construir uma carreira estável e começar uma família, é provável que haja conflitos no caminho.

Isso não quer dizer que objetivos diferentes não possam funcionar juntos, mas é importante saber quais são as prioridades de cada um e encontrar maneiras de comprometer e apoiar os planos um do outro.

2. Como você lida com o conflito?

Todo casal enfrentará desentendimentos e conflitos, por isso é importante saber como seu parceiro lida com essas situações. Eles ficam com raiva e reagem rapidamente, ou preferem evitar o conflito por completo? Eles tendem a guardar rancor ou são capazes de perdoar e seguir em frente? Conhecer a personalidade um do outro pode ajudá-lo a passar pelas divergências de maneira saudável e produtiva.

3. Quais são seus valores fundamentais?

Os valores centrais são as crenças e princípios fundamentais que orientam a vida de uma pessoa. Isso pode incluir coisas como honestidade, lealdade, compaixão e respeito. É importante saber quais são os valores centrais de seu parceiro, pois eles podem ter um impacto significativo em seu relacionamento. Se seus valores forem fundamentalmente diferentes, pode ser difícil encontrar um ambiente comum e construir uma base sólida para o futuro do casal.

4. Como você passa seu tempo livre?

Embora não seja necessário que os casais tenham os mesmos hobbies e interesses, é importante saber como seu parceiro passa o tempo livre. Se um parceiro gosta de passar os fins de semana caminhando e acampando, enquanto o outro prefere ficar em casa e assistir à Netflix, é importante encontrar maneiras de acomodar os interesses um do outro, para que não haja desentendimentos.

Lembre-se que é essencial passar um tempo de qualidade juntos para construir um relacionamento forte, por isso é preciso encontrar atividades que ambos gostem.

5. Quais são suas expectativas para o relacionamento?

Por fim, é crucial saber quais são as expectativas de cada parceiro para o relacionamento. Vocês dois veem isso como um compromisso de longo prazo ou estão apenas namorando casualmente? Você está procurando alguém para se estabelecer e começar uma família, ou está contente em apenas aproveitar a companhia um do outro por enquanto? Ter uma comunicação aberta e honesta sobre suas expectativas pode ajudar a garantir que vocês estejam na mesma página e trabalhando para os mesmos objetivos.

O que fazer quando você não é compatível com seu parceiro?

Depois de responder essas perguntas é possível que você tenha percebido que não é compatível com seu parceiro. Essa percepção pode deixá-lo confuso sobre o que fazer a seguir. Buscar a orientação de um profissional em aconselhamento de casais pode ajudá-lo a obter clareza sobre seus pensamentos e emoções.

Se o seu parceiro estiver disposto a acompanhá-lo, melhor ainda, pois você pode explorar a raiz da incompatibilidade e determinar se ela pode ser resolvida.

É válido observar que a incompatibilidade com seu parceiro nem sempre equivale ao fim do relacionamento, embora certos sinais possam ser inegociáveis. Se não for possível chegar a um acordo, talvez você precise tomar uma decisão difícil.

Leia também

você pode gostar também

5 figuras de linguagem mais comuns: saiba como usar cada uma delas

Figuras de linguagem, também conhecidas como figuras de estilo, são recursos estilísticos que adotam o sentido conotativo das palavras e expressões e são bastante usadas na língua portuguesa; saiba como usá-las.

Saiba quais são as 11 raças de gatos mais comuns no Brasil

São várias as raças de gatos espalhadas pelo mundo todo. No Brasil, existem as raças campeãs de popularidade e outras nem tanto conhecidas; confira as 11 raças de gatos mais comuns no país.

Gramática: 5 regras de uso da vírgula para não esquecer mais

A vírgula é um elemento essencial no mundo da pontuação. Confira cinco regras de uso desse sinal para não esquecer mais em redações ou no mundo profissional.

“Mostra” e “amostra”: existe diferença? Saiba a forma correta de usar os termos

Entenda quando empregar “mostra” ou “amostra”. Confira exemplos e memorize uma dica fácil para quando surgir a dúvida.

Quem são as 8 mulheres bilionárias brasileiras na lista da Forbes?

Famosa publicação norte-americana elabora uma lista com nomes de mulheres bilionárias no mundo inteiro. Confira a lista das 8 mulheres bilionárias brasileiras.

Os signos mais medrosos: será que o seu é um deles?

Se você é um concurseiro que vive ligado nas previsões diárias do horóscopo, conheça quais são os cinco signos mais medrosos do zodíaco.