Confira 27 palavras que perderam o hífen após o novo acordo ortográfico

As palavras que perderam o hífen após o novo acordo ortográfico possuem uma grafia diferente, mas continuam com os significados inalterados na maior parte dos casos.

As palavras que perderam o hífen após o novo acordo ortográfico foram oficializadas no dia 1º de janeiro de 2016. A partir dessa data, tornou-se obrigatório no Brasil adotar o Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

Apesar de grande parte das palavras desse idioma permanecerem inalteradas, a utilização dos hífens e suas regras passaram por uma reformulação. Sendo assim, é fundamental aprender esses novos conceitos e características, principalmente para a escrita.

Seja em exames admissionais ou concursos públicos com etapas discursivas ou redação, o novo acordo ortográfico é amplamente cobrado para avaliar as habilidades dos candidatos. Saiba mais a seguir:

O que mudou com o hífen após o novo acordo ortográfico?

De acordo com o novo acordo ortográfico, o hífen passou a ser usado dentro de vocábulos compostos, locuções ou encadeamentos. Porém, existem casos específicos para esse contexto. Confira os 10 principais a seguir:

1) Palavras compostas

O hífen é usado em palavras compostas por justaposição constituintes de uma unidade sintagmática e semântica. Por exemplo, com a palavra ano-luz ou médico-cirurgião.

Apesar disso, as palavras que são compostas por justaposição que tenham perdido a noção de composição dentro da nova ordem ortográfica perdem o hífen. Como exemplo, pode-se citar a palavra passatempo e mandachuva.

2) Topônimos compostos

O hífen será usado em  nomes próprios de lugares, desde que comecem com o adjetivo Grão ou Grã. Além disso, estão incluídos os nomes próprios de lugares que começam com um verbo, ou que possuam artigos entre os elementos. Como exemplo, pode-se citar Grã-Bretanha e Baía de Todos-os-Santos.

Portanto, os demais topônimos não devem ser escritos com hífen. A única exceção é com a grafia do país Guiné-Bissau.

3) Palavras de distinção

Em específico, as palavras que distinguem espécies botânicas e zoológicas levam hífen. Este é o caso da palavra erva-doce, couve-flor e mico-leão-dourado.

4) Palavras compostas iniciadas com advérbio

As palavras compostas que começam com o advérbio bem ou mal, e que possuam  segunda palavra iniciada por qualquer vogal ou pela letra H devem usar hífen. Este é o caso da expressão bem-humorado ou bem-amado.

5) Palavras compostas iniciadas por elementos específicos

O novo acordo ortográfico estabeleceu a utilização de hífens nos casos de palavras compostas que comecem com os elementos além, aquém, recém e sem. Por exemplo, tem-se a palavra além-mar e recém-casado.

6) Locução

A principal mudança do novo acordo ortográfico é que a hífen deixou de ser utilizado em qualquer tipo de locução. Com isso, a palavra fim-de-semana passou a ser escrita como fim de semana.

7) Vocábulos formados por prefixação, recomposição ou sufixação

No caso dos vocábulos formados por prefixação, recomposição ou sufixação, deve-se utilizar hífen. No geral, prefixos como aero, afro, anti e auto são os principais casos. Por exemplo, com a palavra anti-higiênico.

8) Prefixo terminado com vogal

O hífen não será utilizado nos casos em que o prefixo da palavra terminar com vogal, e também em que o segundo elemento começa com uma vogal diferente. Esse é o caso da palavra hidroelétrica e autoestrada, por exemplo.

9) Palavras derivadas por sufixação

O hífen continua sendo usado em palavras derivadas por sufixação. Em específico, essa regra prevê a utilização quando o primeiro elemento termina de forma tônicas ou com acento gráfico, desde que o segundo elemento sejam os sufixos açu, guaçu ou mirim. Como exemplo, pode-se citar a palavra capim-açu.

10) Formas pronominais

Por fim, o hífen é utilizado nas formas pronominais, mas possui condições específicas. Neste caso, os casos de ênclise e mesóclise ainda demandam, como com o verbo “adorá-lo” ou “pediu-lhe”.

27 palavras que perderam o hífen após o novo acordo ortográfico

Por fim, confira 27 das palavras que perderam o hífen após o novo acordo ortográfico:

  1. Cão de Guarda;
  2. Cor de vinho;
  3. Dia a Dia;
  4. Fim de semana;
  5. Inumano
  6. Desumano
  7. Autorregulamentação
  8. Cosseno
  9. Extrasseco
  10. Ultrarromântico
  11. Antissocial
  12. Contrarreforma
  13. Autopreparação
  14. Microcomputador
  15. Autopeça
  16. Extraforte
  17. Autoescola
  18. Autoajuda
  19. Infraestrutura
  20. Extraescolar
  21. Hipermercado
  22. Hiperativo
  23. Superinteressante
  24. Mandachuva
  25. Paraquedas
  26. Pontapé
  27. Cartão de visita.

Leia também

você pode gostar também

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.

Grampeador tem função “secreta” que muitas pessoas ainda não conhecem

Embora todos nós usemos um grampeador de vez em quando, você provavelmente não conhece este tipo de uso secreto para ele.

15 nomes antigos que voltaram a ser populares no Brasil

Alguns dos nomes retrôs são muito populares hoje em dia no Brasil, sejam femininos ou masculinos. Confira alguns deles abaixo.

Como começar a empreender? Veja 7 dicas para ter um negócio de sucesso

Está querendo começar a empreender em 2023 e pretende alcançar o êxito profissional? Fique por dentro de sete dicas para ter um negócio de sucesso.