Concurso PC TO 2021: comissão formada

Concurso PC TO oficializou a comissão organizadora e deu prazo de 60 dias para o trabalho ser finalizado. Governador confirmou a realização de novo certame.

O concurso PC TO deu mais um passo importante para lançar o edital. A Portaria SSP n° 308 autorizou a formação da comissão organizadora do certame da Polícia Civil do Tocantins e designou os seus participantes.

O documento foi assinado pelo Secretário de Estado da Segurança Pública, Cristiano Barbosa Sampaio. Confira o nome das pessoas que farão parte da comissão do concurso PC TO:

  • Marcelo Santos Falcão Queiroz – Superintendência de Segurança Integrada;
  • Ana Carolina Coelho Marinho Braga – Delegacia-Geral da Polícia Civil;
  • Marcos Aurélio Jacome Sousa – Superintendência de Polícia Científica;
  • Maria Luiza Gomes de Aguiar – Secretaria da Administração;
  • Zenobio Cruz da Silva Arruda Junior – Secretaria da Administração;
  • Mauricio Kraemer Ughini – Ordem dos Advogados do Brasil.

Segundo a publicação, os integrantes terão um prazo de 60 dias para finalizar os trabalhos. O documento completo pode ser lido no site do Diário Oficial do Estado de Tocantins (edição de 28 de maio de 2021, a partir da página 56).

Situação do concurso PC TO

Em março de 2021, o governo do estado do Tocantins nomeou mais 46 aprovados do último certame da Polícia Civil (12 Delegados, 12 Escrivães e 22 Peritos Oficiais). No mesmo anúncio, feito em live nas redes sociais, o governador Mauro Carlesse confirmou a realização de um novo concurso PC TO.

Agora, foi publicada oficialmente a formação da comissão organizadora para início dos estudos, que irão definir quais cargos e vagas serão ofertados no novo concurso PC TO.

O próximo passo é a contratação de banca organizadora para cuidar de todas as etapas. De acordo com Carlesse, “esse concurso que nós estamos dando início é uma necessidade que o estado tem […] É isso que dá segurança. […] O Tocantins, hoje, é um exemplo de Segurança Pública para todo o país”. No anúncio do novo concurso PC TO, o governador ressaltou que muitas delegacias precisam ser reformadas.

Não deixe de acompanhar a página do Concursos no Brasil para saber mais novidades sobre o certame!

Etapas do concurso PC TO

A primeira etapa do concurso, a depender do cargo disputado, costuma ser composta por:

No último certame, essas fases aconteceram em Palmas, Araguaína, Gurupi, Dianópolis e Tocantinópolis, conforme o cargo.

A segunda etapa do certame público foi o curso de Formação.

Último concurso PC TO (2014)

O último concurso público da Polícia Civil do Estado do Tocantins contou com o suporte técnico da Fundação Aroeira/PUC-GO.

De acordo com os editais nº 001, 002 e 003/2014, a distribuição das vagas foi a seguinte:

  • Delegado: 97 vagas;
  • Agente, Escrivão, Agente de Necrotomia e Papiloscopista: 216 vagas;
  • Médico Legista: 9 vagas; e
  • Perito Criminal: 56 vagas.

Além dessas vagas, seria formado cadastro de reserva com 118 classificados.

Posicionamento do governo sobre o concurso PC TO

Em outubro de 2020 (dia 13, para sermos precisos), Mauro Carlesse, governador do estado, assinou o ato de nomeação de novos 15 Escrivães remanescentes desse último concurso.

“Estamos conseguindo manter o Tocantins enquadrado na Lei e este esforço tem nos permitido fazer estas nomeações para que nossos policiais recebam um apoio de efetivo e melhorem ainda mais o atendimento à população e o combate ao crime. Este pessoal, somado às 62 viaturas, vai melhorar muito o trabalho da nossa Polícia Civil”, disse Mauro Carlesse.

Para o diretor jurídico do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (Sinpol-TO), Davi Domiciano, que também esteve presente à solenidade, a nomeação veio em muito bom momento:

“Esta nomeação é um pedido constante do sindicato e das associações, porque a gente sabe da deficiência no quadro. Esperamos que além desses benefícios, venham outras melhorias para que a Polícia Civil continue atuando de maneira firme”, concluiu.

Já o secretário de Estado da Segurança Pública, Cristiano Sampaio, disse no evento que os novos servidores vão atender as unidades do interior.

Requisitos e remunerações para os cargos do concurso PC TO anterior

Como ainda não foram divulgadas as vagas e cargos, detalhamos os requisitos e remunerações dos cargos que fizeram parte do concurso PC TO de 2014:

O cargo de Delegado, cuja remuneração oferecida na época foi de RS 10.735,28, exigia bacharelado em Direito.

Para disputar as vagas de Médico Legista foi necessário ter formação em Medicina. A remuneração inicial foi de RS 9.274,48.

A mesma remuneração inicial foi prevista para o cargo de Perito Criminal. As graduações aceitáveis foram:

  • Engenharia (Mecânica, Química, de Alimentos, Elétrica, da Computação, Civil, Florestal, de Minas e Ambiental);
  • Geologia;
  • Ciências Biológicas;
  • Biomedicina;
  • Farmácia;
  • Física;
  • Ciências Contábeis;
  • Odontologia;
  • Arquitetura;
  • Ciência da Computação;
  • Sistemas de Informação;
  • Química;
  • Processamento de Dados; e
  • Agronomia.

Agente de Necrotomia tinha remuneração inicial de R$ 4.150,10 e como requisito a formação de nível superior em Enfermagem. Todos os cargos exigiram também Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo categoria “B”.

Quer obter mais informações detalhadas e começar a estudar com confiança? Acesse todos os três editais abaixo:

Leia também

você pode gostar também

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais