Concurso TRE MT segue sem previsão de edital em 2021

Último concurso TRE MT (Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso) ofertou vagas para Técnicos e Analistas.

No momento, não há previsão de novo edital de concurso para o Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso (concurso TRE MT). No dia 18 de junho de 2020 o Presidente do órgão suspendeu o prazo de validade do certame de 2015. A suspensão se refere ao período de 08 de maio de 2020 a 22 de junho de 2020.

A portaria de suspensão ainda informou que esse prazo será retomado a partir de 1º de janeiro de 2021, após o término do estado de calamidade pública ocasionado pela pandemia da COVID-19.

Para quem não se lembra o concurso do TRE 01/2015 foi prorrogado por mais dois anos no dia 07 de junho de 2018 e teria sua vigência encerrada no mês de junho de 2020.

De mais recente, há a expectativa de que o governo federal viabilize orçamento para que a partir de 2021 sejam repostas as vagas existentes no TRE MT. 

Situação atual do concurso TRE MT

Há no TRE MT cerca de 16 cargos vagos à espera de provisão. Dentro desse total, 10 vagas são para o cargo de Analista Judiciário e 6 para o de Técnico Judiciário.

Numa portaria expedida pelo TSE em janeiro de 2020, que provavelmente será atualizada a partir de janeiro de 2021, havia a intenção de ser prover pelo menos 8 vagas no órgão, 5 delas para Analista Judiciário e 3 para Técnicos.

Mas devemos lembrar que se encontram suspensos os provimentos e as nomeações de todos os TRE’s do país, justamente por conta da questão orçamentária.

Concurso TRE MT: requisitos, remunerações e atividades dos cargos

O cargo de Analista Judiciário – Área Administrativa do TRE é típico de nível superior em qualquer área de formação.

Suas atividades básicas se restringem às funções administrativas de recursos humanos, materiais, patrimônio, orçamento, finanças, controle interno e outras atividades técnico-administrativas. 

Analista Judiciário da Área Judiciária requer curso de graduação de nível superior em Direito. Esse servidor executa atividades privativas de bacharel em Direito (processamento de feitos, apoio a julgamentos e execução de mandados).

Confira abaixo os requisitos e as atribuições dos outros cargos:

Analista Judiciário – Análise de Sistemas:

Requisito é a graduação na área de Informática ou Engenharia, Física ou Matemática, acrescido de curso de pós-graduação stricto sensu
ou lato sensu.

Servidor realiza atividades de nível superior relacionadas com o desenvolvimento, a implantação e a manutenção de sistemas informatizados.

Analista Judiciário – Administrativa Contabilidade:

Requisito é o diploma de nível superior em Ciências Contábeis.

Executa atividades de nível superior relacionadas com análise contábil e auditoria.

Analista Judiciário – Engenharia:

É preciso ter diploma de curso de graduação em Engenharia Civil.

Analistas de Engenharia executam atividades de nível superior relacionadas com projetos de edificação, reforma e manutenção de prédios e edifícios.

Técnico Judiciário área Administrativa:

É necessário ter certificado de curso de ensino médio ou de curso técnico equivalente.

Esses servidores realizam atividades de complexidade de nível médio relacionadas com as funções de administração de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, controle interno, bem como as de desenvolvimento organizacional e suporte técnico e administrativo nas unidades organizacionais.

Técnico Judiciário – Programação de Sistemas:

Necessário o curso de ensino médio ou curso técnico equivalente, acrescidos de cursos de programação de sistemas na área de desenvolvimento/programação de sistemas.

Executam atividades de nível médio relacionadas com a programação de sistemas informatizados

Remuneração inicial

No edital de 2015 a remuneração mensal do Analista Judiciário era composta por vencimento básico de R$ 4.633,67 e GAJ (gratificação de atividade judiciária) de R$ 4.170,30, totalizando R$ 8.803,97.

Atualmente, a remuneração de um Analista pode chegar a aproximadamente R$ 12.455.

O cargo de Técnico Judiciário tinha vencimento inicial de R$ 2.824,17, acrescido da GAJ de R$ 2.541,75, perfazendo um total inicial de R$ 5.365,92.

Hoje, um Técnico Judiciário recebe algo próximo a R$ 7,6 mil. Todos os servidores do TRE têm acesso a auxílio-alimentação, assistência médica, pré-escolar, odontológica e auxílio-transporte.

Último concurso TRE MT

O último concurso público do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso serviu para o provimento de 12 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva.

Os cargos em oferta na época foram os mesmos que podem ser abertos no futuro certame: Analista Judiciário e Técnico Judiciário.

Foram oito vagas para contratações imediatas e 4 para deficientes e negros. Aquele foi o primeiro concurso com local de prova descentralizado (saiba mais aqui).

A execução de toda a seleção ficou sob os cuidados do Cebraspe.

Os vencimentos variavam de R$ 5.365,92 a R$ 8.803,97 e a carga horária seria de 40 horas semanais. As inscrições custaram R$ 90,00 e R$ 70,00.

Etapas do concurso TRE MT

Foram basicamente duas as etapas:

  • Provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, exceto para Técnico Judiciário – Área: Administrativa.

As cidades de aplicação das provas e da perícia dos candidatos com deficiência foram Barra do Garças, Cuiabá e Sinop.

O que caiu nas provas do concurso TRE 2015?

  • Língua portuguesa;
  • Noções de informática;
  • Língua inglesa;
  • Normas aplicáveis aos servidores públicos federais;
  • Noções de gestão de projetos e processos;
  • Raciocínio lógico; e
  • Conhecimentos específicos de cada cargo.

Leia também

você pode gostar também

Concurso INSS: novo edital para 1.000 vagas está próximo

Concurso INSS deve ter edital lançado até o mês de dezembro de 2022 para Técnico do Seguro Social. Remuneração deve superar os R$ 6,5 mil.

Prefeitura de Cáceres – MT divulga edital de processo seletivo; veja os detalhes

Processo seletivo Prefeitura de Cáceres, no estado de Mato Grosso, oferta oportunidades para profissionais de nível superior. Confira as oportunidades.

Concurso PPGG DF tem banca definida; 250 vagas estão previstas em certame

O concurso PPGG DF (Políticas Públicas e Gestão Governamental do Distrito Federal) tem edital previsto com oportunidades de nível superior.

IBGE abre 15 mil vagas para recenseadores: inscrições prorrogadas

Processo seletivo IBGE anuncia oportunidades imediatas e temporárias para nível fundamental completo. Seleção simplificada acontece via pontuação por escolaridade.

Concurso Prefeitura de Nobres – MT: três editais com 147 vagas; até R$ 7 mil

Concurso Prefeitura de Nobres abre oportunidades para candidatos com níveis fundamental, médio, técnico e superior. Provas em outubro.

Concurso TSE Unificado prevê abertura de 205 vagas para 2023

Concurso TSE Unificado tem objetivo de abranger os Tribunais Regionais Eleitorais em um único certame. Edital segue previsto para o ano que vem.