Como identificar um péssimo estudante? Estes 5 sinais mostram

Algumas atitudes mostram se alguém está se preparando da melhor maneira possível para concursos ou se é um péssimo estudante.

Se você está estudando para concursos, tenha certeza de que está fazendo isso da maneira correta. Apesar de existirem várias formas de se preparar para a prova, também há uma série de atitudes que você deve evitar. Confira na matéria abaixo 5 sinais que indicam um péssimo estudante e veja se você se encaixa neles.

1. Não planeja um cronograma de estudos

Na hora de estudar, todo concurseiro precisa ter bem organizadas as disciplinas do dia para não se perder. Por isso, um cronograma de estudos é essencial, até mesmo para medir o seu desenvolvimento. Quem é péssimo estudante costuma deixar de lado essa ferramenta e faz as coisas de qualquer jeito.

Ao definir as metas diárias, você consegue cobrir todos os conteúdos, revisar e ter tempo de descanso sem deixar nada de fora. Isso facilita o processo de absorção da matéria. Não ter uma programação definida pode te prejudicar, fazendo com que você estude mais um assunto do que outro.

2. Acredita mais na intuição e deixa os estudos de lado

Um péssimo estudante tende a procrastinar e deixar para estudar em cima da hora, na véspera da prova. Esse é um grande problema, porque a aprendizagem é um processo. Então, para um concurseiro conseguir se sair bem, é preciso ter uma rotina de estudos meses antes da avaliação.

Isso inclui assistir aulas, fazer anotações, revisar os conteúdos e realizar exercícios práticos. Uma pessoa que não tem essas atitudes como um hábito dificilmente conseguirá a aprovação. Ao deixar as matérias acumulando, você não terá tempo suficiente para compreender todos os aspectos que podem ser abordados.

Além disso, provavelmente, irá passar as noites que antecedem o concurso em claro. Dessa forma, você pode levar o seu cérebro e seu corpo à exaustão muito rápido, sabotando seu desempenho. Quem é mais inteligente não confia nos chutes, mas no conhecimento que obteve ao longo do tempo.

3. Não encontra uma técnica de estudo compatível com o seu perfil

Talvez você não saiba, mas existem várias técnicas de estudo que podem te auxiliar a melhorar a produtividade. Cada pessoa tem uma forma de aprender. Algumas têm mais facilidade em ouvir e anotar, outras em ler e resumir, há quem prefira usar cartões e aqueles que utilizam mapas mentais.

Um bom concurseiro vai descobrir quais técnicas funcionam melhor para ele e utilizá-las a seu favor. Já um péssimo estudante vai se valer da sorte. Ou seja, essa pessoa vai estudar de qualquer jeito, correndo o risco de se atrapalhar. Dessa forma, ficará mais difícil absorver os conteúdos.

4. Não planeja o tempo para responder as provas

Todo concurseiro que se preze sabe da importância de observar provas antigas. Essa prática pode te ajudar a entender o estilo da banca, o formato das questões e o nível cobrado. Além disso, é essencial para te ajudar a medir e organizar o seu tempo, como uma espécie de teste pré-prova.

Mesmo que você estude por horas, a melhor forma de colocar à prova aquilo que você aprendeu é respondendo questões. Ignorar a existência de simulados e certames passados vai te impedir de se familiarizar com o processo da avaliação.

Um péssimo estudante não reserva tempo para isso e acaba não percebendo seus pontos fracos, nem onde precisa melhorar.

5. Desiste logo na primeira tentativa

Ser aprovado em concurso público não é uma tarefa simples, demanda tempo de estudo e muita força de vontade para continuar tentando. São raríssimos os casos de pessoas que passam de primeira. Por isso, não se culpe se você não estiver nesse grupo. O desânimo pode até bater eventualmente, mas é preciso se manter firme e motivado.

Quem é péssimo estudante não sabe lidar com a reprovação e acaba desistindo na primeira tentativa. Ao invés de analisar os erros e descobrir o que precisa fazer de diferente, essa pessoa simplesmente não tenta mais. Um bom concurseiro vai sempre buscar crescer, aprender e melhorar para poder atingir seus objetivos.

Leia também


você pode gostar também

5 truques infalíveis para montar um plano de estudos realmente eficaz

Acabou de fazer a inscrição em um concurso público? Conheça cinco truques infalíveis para montar um plano de estudos eficaz.

5 dicas úteis para fazer um bom fichamento durante os estudos

Procura uma técnica de aprendizagem que seja eficiente? Fique por dentro de cinco dicas úteis sobre como fazer um bom fichamento durante os estudos.

Moeda de R$ 1, conhecida como Perna de Pau, vale até R$ 8 MIL

A proposta de R$ 8 mil por uma unidade desse modelo surpreendeu os colecionadores e usuários da internet.

Atualmente, quais são as carreiras mais lucrativas do país? Veja 5 cargos

Sonha em conseguir um emprego que paga bem? Conheça as cinco carreiras mais lucrativas do país e invista naquela que mais combinar com o seu perfil.

9 profissões que pagam bem e exigem apenas Nível Fundamental

As profissões que não exigem curso superior, somente ensino fundamental, abrangem desde o campo de comércio e varejo até segurança pública e o setor de serviços.

5 características comuns às pessoas inteligentes; a terceira você nem vai acreditar

A inteligência é uma capacidade adquirida ao longo da vida. Pessoas inteligentes podem ser identificadas pela forma como reagem às situações.