Como saber se foi aprovado no Bolsa Família 2023? Saiba consultar

Os futuros beneficiários podem descobrir se foram aprovados no Bolsa Família 2023 de forma simples. Confira qual é o procedimento.

O Bolsa Família 2023 é um programa governamental destinado às famílias que se enquadrem na situação de pobreza e extrema pobreza, e seu objetivo é superar a vulnerabilidade social no país. De forma que seja possível receber os valores mensais, os beneficiários devem cumprir uma série de pré-requisitos, fundamentais para descobrir se serão ou não aprovados no sistema.

Nesse sentido, o benefício pode ser recebido por todas as famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza, desde que tenham entre seus membros gestantes e pessoas com menos de 21 anos. Em relação às medidas, a situação de extrema pobreza é configurada por renda mensal per capita de até R$ 105, e a situação de pobreza, entre R$ 105 e R$ 210.

Antes chamado de Auxílio Brasil, o Bolsa Família em 2023 deve continuar garantindo o valor fixo de R$ 600 mensais para todos os amparados, junto de um adicional de R$ 150 para famílias que tenham crianças de até 6 anos. Antes uma promessa de campanha do governo do PT, a empreitada abrange mais de 21 milhões de famílias, e a medida provisória que mantém o valor dos envios já foi editada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Como saber se fui aprovado no Bolsa Família 2023?

Para descobrir se foi, ou não, aprovado na lista de beneficiários do Bolsa Família, o cidadão deve cumprir uma série de critérios de elegibilidade, já estabelecidos há anos pelo sistema. Contudo, inicialmente, existem três situações que permitem o recebimento dos valores:

  • Se o Bolsa Família já era recebido, o Auxílio Brasil seria pago automaticamente;
  • Se já estava no CadÚnico, mas não recebia o Bolsa Família, entraria na lista de reserva;
  • Se não está no CadÚnico, seria preciso buscar um CRAS para registro, mas sem garantia de envio dos valores.

Além disso, antes mesmo de entender o Bolsa Família, é preciso prestar atenção no detalhe do Cadastro Único, ou CadÚnico. Essa base de dados é responsável por organizar todos os cidadãos que serão aceitos nas listas dos benefícios governamentais, e é a porta de entrada para os mais importantes do Brasil. Nesse sentido, podem se inscrever no CadÚnico:

  • Famílias com renda mensal per capita de até meio salário mínimo;
  • Famílias com renda mensal total de até 3 salários mínimos;
  • Famílias com renda maior que três salários mínimos, mas vinculadas à inclusão em programas sociais;
  • Famílias de um só membro;
  • Cidadãos em situação de rua, seja sozinhos ou com a família.

A partir do momento em que um grupo se enquadra nesses tópicos, ele poderá então partir para o pré-cadastro do Cadastro Único, que está disponível no aplicativo do sistema. É preciso ter em mente que a primeira etapa é essencial, por anteceder a entrevista no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Consulta do benefício

Terminado o procedimento de inscrição, os futuros beneficiários poderão então descobrir se foram ou não aprovados através do atendimento remoto, disponibilizado pelo programa. Para isso, basta ligar no telefone 121, do Ministério da Cidadania, ou para a central da Caixa, no telefone 111.

Os aplicativos Auxílio Brasil, disponível para Android e iOS, e o Caixa Tem, informam questões como o benefício no geral e o saldo e pagamento das parcelas.

Leia também

você pode gostar também

Bolsa Família: adicional de R$ 150 alcança cerca de 8,9 milhões de crianças

Pagamentos adicionais de R$ 150 do Bolsa Família devem beneficiar cerca de 8,9 milhões de crianças em março. Repasses já começaram.

Calendário Bolsa Família adiciona 694 mil pessoas: quem recebe os pagamentos hoje?

Titulares com direito ao benefício já podem sacar os valores de março. Confira o calendário Bolsa Família de março e fique por dentro das novidades.

MEI pode sacar FGTS? Veja as regras para ter acesso ao benefício

O MEI, ou microempreendedor individual, é um trabalhador autônomo. Descubra hoje se o MEI pode sacar FGTS e usufruir de outros benefícios oferecidos aos funcionários brasileiros.

Como saber se estou inscrito no CadÚnico? Saiba fazer consulta pelo CPF

Se você está interessado em fazer parte de algum programa social do governo federal e não sabe se está inscrito no CadÚnico, saiba que com uma simples consulta pelo CPF é possível descobrir a resposta.

Bolsa Família atinge maior valor da história em março

Governo federal divulga dois recordes do programa Bolsa Família. Descubra quais são e confira os valores adicionais previstos.

Mal de Parkinson dá direito a aposentadoria por invalidez?

A aposentadoria por invalidez é uma das modalidades previstas na legislação previdenciária e na atividade da Previdência Social no país. No entanto, existem regras específicas acerca das enfermidades consideradas nesse caso, o que inclui…