Cartão Auxílio Brasil continua valendo para o Bolsa Família? Veja como sacar

Leia e entenda se os cartões do Auxílio Brasil seguem válidos para saques e movimentações do programa Bolsa Família.

Após a volta do programa Bolsa Família, anunciada pela equipe do novo governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), muitos beneficiários ficaram em dúvida se o Cartão do Auxílio Brasil poderia ser usado no Bolsa Família.

Os primeiros pagamentos de 2023 do benefício começaram a ser feitos na última semana e, segundo o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, não será preciso trocar ou atualizar os cartões.

Em 2022, o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) iniciou a entrega de novos cartões do Auxílio Brasil, que teve como novidade o pagamento em débito. No entanto, o cartão atende atualmente a somente 8,5 milhões dos 21 milhões de beneficiários.

O antigo Ministério da Cidadania afirmou que a entrega dos cartões seria feita de forma gradativa, priorizando as famílias que ingressaram no programa a partir de novembro de 2021 e recebiam os pagamentos em poupança digital.

Novo cartão de débito para as famílias beneficiárias

Atualmente, a equipe de Lula também está avaliando a distribuição de um cartão de débito para todos os beneficiários do Bolsa Família, em vez de usarem só o aplicativo da Caixa.

Contudo, a emissão desse novo cartão para os beneficiários restantes terá um custo alto. Segundo a Caixa Econômica Federal, a emissão de cada Cartão do Programa Auxílio Brasil custa R$14,24 (valor unitário), sendo o montante custeado pelo Ministério da Cidadania. Desse modo, para emitir os 12,5 milhões de cartões restantes, o valor chegaria a casa dos R$178 milhões.

Se esses cartões forem emitidos, os beneficiários do programa contarão com mais uma opção para movimentar o dinheiro, além dos aplicativos bancários e do saque nas agências da Caixa Econômica Federal e em casas lotéricas.

Calendário do Bolsa Família em janeiro de 2023: pagamentos já iniciaram

Nesta última quarta-feira (18), o governo federal liberou o pagamento de janeiro para os beneficiários do Bolsa Família. Com a aprovação da PEC da Transição, ficou determinado o valor de R$ 600 estabelecido no antigo Auxílio Brasil, para o programa de distribuição de renda, neste ano.

Além disso, há um adicional de R$150 destinado às famílias com crianças de até 6 anos, que ainda não tem data definida para iniciar o pagamento, mas espera-se que o governo comece a liberar em março.

Confira abaixo o calendário completo de janeiro, lembrando que beneficiários do Auxílio Gás recebem na mesma data:

  • Benefício com NIS final 1: 18 de janeiro;
  • Benefício com NIS final 2: 19 de janeiro;
  • Benefício com NIS final 3: 20 de janeiro;
  • Benefício com NIS final 4: 23 de janeiro;
  • Benefício com NIS final 5: 24 de janeiro;
  • Benefício com NIS final 6: 25 de janeiro;
  • Benefício com NIS final 7: 26 de janeiro;
  • Benefício com NIS final 8: 27 de janeiro;
  • Benefício com NIS final 9: 30 de janeiro;
  • Benefício com NIS final 0: 31 de janeiro.

Leia também

você pode gostar também

Auxílio Gás terá sua primeira parcela de 2023 em fevereiro; confira o valor

O pagamento do Auxílio Gás, benefício destinado às famílias de baixa renda, ocorre a cada dois meses. A primeira parcela deste ano será paga em fevereiro.

Benefício de R$ 1,2 mil é pago para ESTE grupo de trabalhadores

Uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) garante a um grupo específico de trabalhadores um benefício de R$ 1,2 mil em parcela única. Saiba mais sobre o assunto.

Calendário Bolsa Família de Janeiro: veja todas as datas

O valor médio do Bolsa Família atualmente é de R$ 614,21; veja quem vai receber o pagamento nesta quinta-feira.

Aposentadoria INSS: veja quem terá as parcelas ainda nesta semana

Além da aposentadoria, o INSS também paga auxílio-doença e pensão aos segurados; confira o calendário de janeiro a seguir.

Prova de Vida: INSS terá 10 meses para provar que segurado está vivo

Saiu uma portaria que regulamenta os novos procedimentos necessários para realizar a prova de vida do INSS dos segurados.

Extrato da aposentadoria do INSS já pode ser consultado via app

Benefício recebeu reajuste, consequência da alta do salário mínimo, que passou a vigorar no começo de 2023.