Calendário INSS: pagamentos de janeiro começam na próxima semana

Mais de 37 milhões de pessoas receberão pagamentos relacionados a aposentadorias e pensões; confira detalhes a respeito dos dias de saque.

O calendário de pagamentos do INSS, referente ao mês-base de janeiro de 2023, já foi divulgado pelo governo federal. Conforme dados do Instituto, mais de 37 milhões de pessoas terão direito a receber valores referentes a pensões e aposentadorias.

O INSS divide os pagamentos em dois cronogramas. O primeiro é destinado aos beneficiários que recebem até um salário mínimo — nesse caso, o dinheiro será depositado entre os dias 25 de janeiro e 7 de fevereiro.

O segundo calendário de pagamentos do INSS é voltado às pessoas que têm recebimentos acima do piso nacional. Esses beneficiários poderão sacar os valores entre o dia 1 e o dia 7 de fevereiro.

Calendário de pagamento do INSS de janeiro de 2023

A ordem dos recebimentos do INSS leva em consideração o penúltimo dígito do Número de Beneficiário (NB). Dessa forma, quem tem direito a receber até um salário mínimo poderá sacar os valores conforme cronograma a seguir:

  • Penúltimo número da inscrição 1: 25 de janeiro;
  • Penúltimo número da inscrição 2: 26 de janeiro;
  • Penúltimo número da inscrição 3: 27 de janeiro;
  • Penúltimo número da inscrição 4: 30 de janeiro;
  • Penúltimo número da inscrição 5: 31 de janeiro;
  • Penúltimo número da inscrição 6: 01 de fevereiro;
  • Penúltimo número da inscrição 7: 02 de fevereiro;
  • Penúltimo número da inscrição 8: 03 de fevereiro;
  • Penúltimo número da inscrição 9: 06 de fevereiro;
  • Penúltimo número da inscrição 0: 07 de fevereiro.

Os beneficiários que têm direito a valores acima do piso nacional devem seguir outro calendário do INSS:

  • Penúltimo número da inscrição 1 ou 6: 01 de fevereiro;
  • Penúltimo número da inscrição 2 ou 7: 02 de fevereiro;
  • Penúltimo número da inscrição 3 ou 8: 03 de fevereiro;
  • Penúltimo número da inscrição 4 ou 9: 06 de fevereiro;
  • Penúltimo número da inscrição 5 ou 0: 07 de fevereiro.
calendário INSS 2023
Calendário INSS 2023. Foto: Divulgação / INSS

Reajuste do teto de pagamentos do INSS em 2023

Neste ano, os segurados que recebem do INSS benefícios acima do piso nacional terão o valor corrigido em 5,93%. Esse reajuste segue a variação da inflação no ano de 2022, conforme dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O percentual altera o valor do teto do INSS, que deixará de ser de R$ 7.084,22 e passará a ser de R$ 7.507,49. Conforme dados do Instituto, apenas 1% dos beneficiários recebem a quantia máxima, em contrapartida aos 60% que ganham valores de até um salário mínimo.

O reajuste do piso do benefício, no entanto, deverá ser maior do que os 5,93% do teto. Com o governo Lula, o salário mínimo passará dos R$ 1.212 para, pelo menos, R$ 1.302, com alta de 7,4%. O piso do INSS seguirá essa mesma correção.

Como consultar seu benefício do INSS?

Os pagamentos do INSS são feitos dentro de 15 dias após a liberação do benefício aos aposentados e pensionistas que têm direito aos saques. A consulta dos valores disponíveis pode ser realizada pelo número de 135, que funciona de segunda-feira a sábado, entre às 07h e às 22h (horário de Brasília).

Quem quiser, pode consultar os valores virtualmente, entrando no site do Meu INSS ou usando o aplicativo Meu INSS (disponível para Android e iOS). Os dados de login são os mesmos usados para acessar o Gov.br.

Leia também

você pode gostar também

Benefício de R$ 1,2 mil é pago para ESTE grupo de trabalhadores

Uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) garante a um grupo específico de trabalhadores um benefício de R$ 1,2 mil em parcela única. Saiba mais sobre o assunto.

Calendário Bolsa Família de Janeiro: veja todas as datas

O valor médio do Bolsa Família atualmente é de R$ 614,21; veja quem vai receber o pagamento nesta quinta-feira.

Aposentadoria INSS: veja quem terá as parcelas ainda nesta semana

Além da aposentadoria, o INSS também paga auxílio-doença e pensão aos segurados; confira o calendário de janeiro a seguir.

Prova de Vida: INSS terá 10 meses para provar que segurado está vivo

Saiu uma portaria que regulamenta os novos procedimentos necessários para realizar a prova de vida do INSS dos segurados.

Extrato da aposentadoria do INSS já pode ser consultado via app

Benefício recebeu reajuste, consequência da alta do salário mínimo, que passou a vigorar no começo de 2023.

Empresa é obrigada a pagar auxílio-creche para mães? Confira as regras

O auxílio-creche permite que mães tenham um lugar para deixar seus filhos enquanto trabalham. Contudo, muitos não sabem se a empresa é obrigada a pagar o auxílio às mulheres.