FGTS Futuro deve beneficiar mais de 10 milhões de famílias; entenda o saque

Nova modalidade deve ser disponibilizada a partir de abril deste ano e vai beneficiar famílias que desejam ter um imóvel.

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) inseriu uma nova modalidade que deve ficar disponível ainda no primeiro semestre deste ano, para famílias com renda mensal bruta de até R$ 2.400,00 que desejam comprar um imóvel.

A medida foi anunciada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional ainda em outubro do ano passado e com a sua aprovação, o FGTS Futuro deve beneficiar mais de 10 milhões de famílias que estão em busca do sonho da casa própria.

O que é o FGTS Futuro

O FGTS Futuro é uma nova modalidade do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), destinada para famílias com renda mensal bruta de R$ 2.400,00. Nesse sentido, a medida visa beneficiar o trabalhador que deseja comprar um imóvel.

A medida ficará disponível a partir de abril e vai contemplar famílias que desejam comprar imóveis pelo programa de financiamento de imóveis do governo federal, como o antigo Casa Verde e Amarela, que deve dar lugar ao “Minha Casa, Minha Vida”.

Com o FGTS Futuro, o trabalhador poderá ter parcelas futuras do imóvel incorporadas na base de cálculo para capacidade de financiamento de imóveis nos programas habitacionais do governo brasileiro.

Nesta modalidade, o recurso do FGTS destinado a cada trabalhador funcionará como um consignado. Assim, ao invés de ser depositado na conta FGTS do trabalhador, o FGTS Futuro será descontado para ajudar no pagamento de prestações do imóvel, diminuindo o saldo devedor.

Como funciona o FGTS Futuro

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) o FGTS Futuro vai beneficiar cerca de 10,9 milhões de famílias brasileiras que se enquadram no perfil para a utilização do benefício. Ainda de acordo com dados do governo, esse número corresponde a 15,8% das famílias no Brasil.

Nesse sentido, o FGTS Futuro funciona da seguinte maneira: um trabalhador que recebe R$ 2.000,00 por mês, atualmente consegue assumir uma prestação de R$ 500. Dessa forma, com o uso do FGTS Futuro, o trabalhador poderá pagar parcelas de R$ 660, considerando o depósito mensal do FGTS que aumenta a capacidade de financiamento de um imóvel em 8%.

Com isso, a nova medida permite que um trabalhador consiga financiar o valor de R$ 136 mil pelo imóvel. O FGTS Futuro vai aumentar o poder de compra, antigamente fixado em uma caução de R$ 103 mil, tomando como base as prestações de R$ 500.

Riscos para o trabalhador

Apesar de funcionar como um facilitador, o FGTS Futuro é uma modalidade que não está isenta de riscos. Nesse sentido, caso o trabalhador seja demitido, ele fica impossibilitado de sacar o saldo da conta que estiver reservado para o financiamento do imóvel.

Assim, fica apenas permitido que o trabalhador efetue o resgate da multa rescisória e de outros valores na conta bancária do FGTS que não estão comprometidos para o financiamento habitacional.

Diferenças de juros por região

Um levantamento feito pelo DataZap+ mostra que o FGTS Futuro vai impactar de maneira diferente as regiões do país. Nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste, o trabalhador com renda de R$ 2 mil tem uma taxa de 4,5% ao ano. Assim, ele está apto a financiar um imóvel de até R$136 mil.

Por outro lado, nas regiões Norte e Nordeste, as taxas de juros são menores, em torno de 4,25%. Sendo assim, o trabalhador consegue financiar um imóvel de até R$ 141 mil. O número de famílias beneficiadas também varia de acordo com a região. Sendo assim, o destaque vai para a região Sudeste, que atende 4,94 milhões de famílias (45% do total de famílias).

Leia também

você pode gostar também

Abono PIS/Pasep 2023 começa a ser pago neste mês; veja quem recebe

O abono PIS/Pasep é um valor destinado aos trabalhadores da iniciativa privada e aos servidores públicos. Confira quem pode receber e quais são os valores de 2023.

Bolsa Família de fevereiro terá datas diferentes; confira o calendário

Pagamentos do Bolsa Família para o mês de fevereiro já possuem datas definidas. Programa repassa R$ 600 ao beneficiário.

Salário-família é pago para trabalhadores com filhos; veja as regras

O salário-família é um benefício pago pelo INSS. Para terem direito, os trabalhadores com filhos devem preencher os requisitos de acesso. Veja aqui quais são.

Auxílio Gás volta a ser pago neste mês; veja calendário completo

Pagamentos do Auxílio Gás para o mês de fevereiro começarão no dia 13. Milhões de pessoas deverão ser beneficiadas pelo programa.

Bolsa Família vai mudar em 2023? Veja quais são os planos do governo

O Bolsa Família é um programa governamental essencial para milhões de famílias do país. Com a volta do governo Lula, o benefício deve passar por algumas mudanças em 2023.

Nova Prova de Vida é regulamentada pelo INSS; veja como será o processo

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deverá comprovar que cerca de 17 milhões de beneficiários continuam vivos, em 2023.