Recebe até R$ 2,4 mil? Nova regra do FGTS pode te beneficiar neste ano

A nova regra do FGTS que pode beneficiar os trabalhadores brasileiros está relacionada a uma iniciativa do programa Casa Verde e Amarela.

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) estabeleceu uma nova regra para este ano. Mais especificamente, a medida prevê o atendimento de quem possui renda familiar bruta de até R$ 2,4 mil. Porém, existem outros fatores específicos que interferem na elegibilidade e inscrição.

A expectativa é que a medida entre em vigor ainda este mês. Portanto, os brasileiros interessados nas vantagens oferecidas pela mudança devem acompanhar as atualizações do fundo. Saiba mais a seguir:

Qual é a nova regra do FGTS para quem recebe até R$ 2,4 mil?

Em primeiro lugar, a Caixa Econômica Federal começará a oferecer financiamentos de moradias por meio do programa Casa Verde e Amarela. Neste sentido, a previsão é quer o chamado FGTS Futuro ou FGTS Consignado inicie suas atividades ainda no primeiro trimestre desse ano.

Basicamente, a nova regra autoriza que os recursos recebidos pelo trabalhador brasileiro entre no cálculo do financiamento. Ou seja, serão considerados todos os ganhos para determinar qual é a capacidade de pagamento do inscrito no Casa Verde e Amarela.

No primeiro momento, a nova regra do FGTS atenderá as famílias com renda familiar bruta de até R$ 2,4 mil mensais. Segundo levantamentos do DataZap+, cerca de 10,9 milhões de famílias brasileiras estão nessa faixa de renda.

Em números específicos, isso representa um aumento de 8% na capacidade de pagamento. Resumidamente, considera-se o valor depositado na conta do trabalho mensalmente através da legislação que rege o FGTS.

Nos moldes atuais, essa porcentagem é calculada sobre o salário do cidadão e enviado para uma conta ativa vinculada ao fundo. Sobretudo, é de responsabilidade do empregador e não estabelece qualquer tipo de desconto na remuneração.

Além disso, a legislação estabelece que o uso do FGTS é de inteira responsabilidade e escolha do profissional titular da conta. Porém, existem regras específicas para saques, assim como diferentes modalidades e cronogramas.

Apesar disso, a retirada dos valores pode ser feita nos casos de compra do imóvel próprio. Os demais casos incluem questões como aposentadoria, doença grave, amortização de dívidas, calamidade pública e afins.

Sendo assim, a mudança no FGTS permitirá que os trabalhadores brasileiros acessem condições mais vantajosas de negociação. Ademais, poderão financiar imóveis com valor elevado, áreas maiores e localização variável, de acordo com a situação familiar ou preferência do titular.

Quando entra em vigor?

Entretanto, para que entre em vigor é fundamental que a Caixa Econômica Federal publique as normas operacionais para execução da nova modalidade. A previsão é que a publicação ocorra até 18 de janeiro, como previsto na resolução do Conselho Curador do FGTS.

Após a publicação, a operação entre em funcionamento no prazo máximo de 90 dias. As atualizações são divulgadas nos canais oficiais da instituição financeira e do Governo Federal, em especial no site do FGTS.

No geral, o acesso à informação é realizado também pelo aplicativo do FGTS, disponível para Android e iOS, ou pelo internet banking da Caixa Econômica. Caso não tenha acesso à internet, ou prefira atendimento presencial, os trabalhadores podem buscar uma das agências em sua região.

Outros aplicativos para contato, atendimento e acompanhamento do FGTS são o Caixa Tem, disponível para Android e iOS, e o Caixa Trabalhador, disponível para Android e iOS. Os demais canais de comunicação estão no portal da Caixa Econômica Federal.

Leia também

você pode gostar também

Saque FGTS: novo grupo começa a receber nesta semana

Calendário 2023 da Caixa segue em andamento para trabalhadores que optarem pela modalidade aniversário. Saiba quem tem direito.

Bolsa Família de janeiro tem último repasse; veja quem recebe R$ 600

Pagamento do benefício do Bolsa Família é finalizado para o mês de janeiro. Cerca de 21,9 milhões de famílias foram contempladas com o valor mínimo de R$ 600.

Lucro FGTS: veja quem tem direito aos valores em 2023

O Lucro FGTS consiste em um repasse anual realizado pelo fundo, através da Caixa Econômica Federal. Porém, nem todos tem direito aos valores em 2023.

BPC pode ser solicitado por representante legal; veja quando

Entenda o que é o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e quando ele pode ser solicitado por um representante legal do idoso ou pessoa com deficiência.

Tarifa Social de Energia: veja quem tem direito ao desconto na conta de luz

Medida foi criada para proporcionar descontos na conta de luz de pessoas que se declararam em situação de baixa renda.

Calendário INSS: novo grupo de segurados recebe a parcela de janeiro

Pagamentos do calendário INSS continuam sendo feitos. Milhões de pessoas deverão receber os valores referentes ao mês de janeiro.