Bolsa Família e Auxílio Gás podem ser unificados neste ano; veja o que se sabe

O Bolsa Família deve ser redesenhado já nos três primeiros meses de 2023, retomando critérios antigos e aderindo outros benefícios.

Neste domingo, (1°/01), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva editou medida provisória que garante a manutenção dos R$ 600 do Auxílio Brasil, que voltará a se chamar Bolsa Família. O programa deve ser reestruturado, segundo recomendação do grupo técnico de Transição do Desenvolvimento Social.

Além disso, o Auxílio Gás poderá ser incorporado ao Bolsa Família. Isso porque ambos os benefícios contemplam, basicamente, o mesmo público.

Entre as principais mudanças pensadas para o Bolsa Família, está a retomada do requisito de número de pessoas que compõem a família beneficiária. Ou seja, o pagamento das parcelas poderá variar de família para família para garantir equidade entre os inscritos do programa.

“A inequidade do desenho do piso do Auxílio Brasil ficou clara. É um programa que acaba por pagar R$ 600,00 tanto à pessoa que mora só quanto a uma mãe solo com três filhos. […] Em novembro de 2022, enquanto 5,5 milhões de pessoas que declararam morar sozinhas receberam R$ 600,00 mensais só para si, 19,8 milhões de pessoas receberam o equivalente a R$ 150,00 ou menos”, informa o relatório do grupo técnico.

O que vai acontecer com o Bolsa Família em 2023?

Os técnicos do Desenvolvimento Social montaram um relatório com recomendações para a transição do Auxílio Brasil para o novo Bolsa Família. As sugestões serão analisadas pelo ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias (PT).

Segundo ele, a discussão sobre redesenho do programa será feita nos 100 primeiros dias do governo Lula. O primeiro ponto a ser tratado será a “adequação do modelo já em andamento” que abarcou muitas famílias unipessoais. O relatório montado pelos técnicos, com as recomendações para o Bolsa Família 2023, foi baseado em avaliações do Tribunal de Contas da União (TCU).

“A concessão de um benefício desatrelado da composição familiar levou muitas pessoas a se cadastrar isoladamente, fora das famílias de que fazem parte. A proporção de pessoas beneficiárias do Auxílio Brasil que declaram morar sozinhas passou de 15,4% em dezembro de 2021 para 25,8% em outubro de 2022 – proporção muito acima daquela verificada na PNAD 2021 (IBGE) para a população de baixa renda, que foi de 7,7%”, diz o documento.

Originalmente, de acordo com Dias, o Bolsa Família tinha pagamentos que variavam conforme o número de membros da família.  Essa regra deve ser retomada, mantendo o valor mínimo de R$ 600. Além disso, deve ser criado um adicional de R$ 150 por crianças com idade até seis anos.

Quais as recomendações para o Bolsa Família 2023?

O primeiro ponto tratado pelos técnicos do Desenvolvimento Social é retomar critérios de elegibilidade que irão acabar com o incentivo à divisão familiar. Ou seja, inscrição de pessoas como famílias unipessoais, sendo que essas fazem parte de um núcleo familiar que não se encaixa no programa.

Dessa forma, o novo Bolsa Família deve aumentar o impacto em relação ao combate à pobreza. Outras recomendações do grupo técnico foram:

  • Inclusão do Auxílio Gás dentro do programa Bolsa Família, calculados por membro da família;
  • Unir as informações do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) ao Cadastro único, migrando para a Dataprev;
  • Redesenhar o pré-cadastro do CadÚnico e acabar com a atualização de dados online até que seja verificada a fidedignidade das informações repassadas via aplicativo;
  • Criar novo formulário e sistema para o CadÚnico.

O grupo técnico listou ainda outras recomendações gerais do Desenvolvimento Social, como a criação de programas para contemplar outros grupos sociais.

Leia também

você pode gostar também

Auxílio Gás terá sua primeira parcela de 2023 em fevereiro; confira o valor

O pagamento do Auxílio Gás, benefício destinado às famílias de baixa renda, ocorre a cada dois meses. A primeira parcela deste ano será paga em fevereiro.

Benefício de R$ 1,2 mil é pago para ESTE grupo de trabalhadores

Uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) garante a um grupo específico de trabalhadores um benefício de R$ 1,2 mil em parcela única. Saiba mais sobre o assunto.

Calendário Bolsa Família de Janeiro: veja todas as datas

O valor médio do Bolsa Família atualmente é de R$ 614,21; veja quem vai receber o pagamento nesta quinta-feira.

Aposentadoria INSS: veja quem terá as parcelas ainda nesta semana

Além da aposentadoria, o INSS também paga auxílio-doença e pensão aos segurados; confira o calendário de janeiro a seguir.

Prova de Vida: INSS terá 10 meses para provar que segurado está vivo

Saiu uma portaria que regulamenta os novos procedimentos necessários para realizar a prova de vida do INSS dos segurados.

Extrato da aposentadoria do INSS já pode ser consultado via app

Benefício recebeu reajuste, consequência da alta do salário mínimo, que passou a vigorar no começo de 2023.