Empréstimo para inscritos no Auxílio Brasil vai acabar em 2023? Veja o que se sabe

Equipe de transição do governo eleito estuda uma série de medidas para os primeiros meses de mandato do presidente eleito, Luiz Inácio da Silva.

Nas vésperas de assumir o mandato, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recebeu os relatórios de alguns grupos técnicos da transição governamental com algumas medidas que devem ser consideradas para os primeiros 100 dias de governo.

Dentre os resultados, integrantes da cúpula do governo das áreas de Cidades e Desenvolvimento Social elegeram algumas medidas tidas como prioritárias, para que os primeiros meses do novo governo sejam harmônicos.

Nesse sentido, algumas ações foram discutidas, como o empréstimo para inscritos no Auxílio Brasil, a recriação de conselhos de Segurança Alimentar e das Cidades, Bolsa Família em um novo valor e outras.

Empréstimo para inscritos no Auxílio Brasil em 2023

Integrantes do grupo técnico para as áreas de Cidades e Desenvolvimento Social elaboraram um relatório com medidas vistas como prioritárias para os primeiros meses de governo do presidente Lula.

Nesse sentido, o grupo técnico de Cidades fez propostas como a retomada de obras de saneamento básico e mobilidade, retomar obras do Minha Casa, Minha Vida, recriar conselhos e criar uma estratégia de atendimento para famílias em situação de vulnerabilidade.

Por outro lado, o gabinete técnico do grupo de Desenvolvimento Social elencou algumas ações prioritárias, como a recriação do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional, a garantia dos R$ 600 do Bolsa Família e uma nova roupagem para o programa em alguns critérios.

Outra medida anunciada pelo grupo técnico inclui a suspensão de novas contratações de empréstimo consignado para inscritos no Auxílio Brasil, ou pelo menos que o novo governo reduza os juros de forma efetiva, até julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF).

O que diz o relatório?

Uma das medidas propostas pelo grupo técnico do Desenvolvimento Social foi que o presidente eleito Lula (PT) suspenda o empréstimo consignado para inscritos no Auxílio Brasil, pois a medida instituída pelo presidente Jair.

Bolsonaro e sua equipe foi feita sem o devido respeito à lei das estatais, com taxas de juros altas. De acordo com o relatório, um a cada seis beneficiários do Auxílio Brasil contraiu um empréstimo consignado, que irá comprometer até 40% do valor total do benefício recebido, mesmo que não continuem inscritas no programa.

Por comprometer de maneira significativa o orçamento do beneficiário do Auxílio Brasil, a medida é considerada como uma desproteção social que acontece com a transferência de valores importantes dessas famílias para o sistema financeiro.

Leia também

você pode gostar também

Calendário INSS inicia pagamentos para quem recebe acima de R$ 1.302

O calendário INSS para beneficiários que recebem valores acima de um salário mínimo já começou a ser pago. Confira as datas oficiais.

Caixa libera saque FGTS de até R$ 6,2 mil para ESTAS pessoas

A modalidade especial do saque FGTS que prevê o pagamento de até R$ 6,2 mil atende a um grupo específico. Além disso, possui critérios de elegibilidade para liberação dos valores vinculados ao fundo.

Projeto prevê bolsas de estudo para crianças e adolescentes

O Projeto de Lei Complementar em tramitação na Câmara dos Deputados pretende distribuir bolsas de estudo para crianças e adolescentes, mas existem regras específicas para o acesso.

Acompanhantes de PcD têm direito a desconto em passagens aéreas

Por enquanto, as pessoas com deficiência que não podem viajar sem acompanhante ainda dependem das decisões das empresas aéreas para os descontos nas passagens; veja detalhes.

Seguro-desemprego tem valores atualizados em 2023; saiba como pedir

Com o novo salário mínimo, os valores do seguro-desemprego foram atualizados para 2023. Veja aqui quais são eles e como pedir o benefício.

Aposentados do INSS têm direito a adicional de 25%; saiba em qual caso

Determinado grupo de aposentados do INSS tem direito a receber mensalmente o adicional de 25%. Saiba aqui se você tem esse direito e como solicitar.