Casa Verde e Amarela: Conselho do FGTS aprova aumento nos valores

Programa ajuda famílias de baixa renda, facilitando o acesso da população à casa própria. Confira mudanças que ocorreram recentemente.

Criado pelo governo federal, o programa Casa Verde e Amarela facilita o acesso à casa própria, sobretudo para famílias de baixa renda. Os pilares desta iniciativa são embasados na produção de moradias subsidiadas, financiamento habitacional, dentre outros.

Recentemente, o Conselho do FGTS aprovou o aumento nos valores para transações financeiras. O órgão ampliou em 5% os valores mínimos para venda e financiamento de imóveis por meio do programa Casa Verde e Amarela.

No entanto, moradores de Brasília, Rio de Janeiro e de São Paulo não foram incluídos. Assim, nesses locais, os atuais limites do programa seguem mantidos. Confira a seguir mais mudanças que foram aprovadas pelo Conselho do FGTS.

Mudanças no programa Casa Verde e Amarela

Durante reunião extraordinária realizada na última sexta-feira, 16 de dezembro, o Conselho prorrogou, pelo período de seis meses, as atuais taxas de juros cobradas do grupo 3 do programa Casa Verde e Amarela, e da linha Pró-Cotistas. Os juros cobrados desses públicos estão entre 7,66% a 8,16% ao ano e vão valer até 30 de junho de 2023.

O Grupo 3 do programa Casa Verde e Amarela corresponde às famílias que ganham entre R$ 4,4 mil e R$ 8 mil mensais, que é a faixa de renda mais elevada do programa.

As medidas foram propostas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, em razão de que um terço dos imóveis construídos para o público do Casa Verde e Amarela foi destinado a outros públicos devido a dificuldades na comercialização.

Quem pode financiar uma habitação popular?

O Casa Verde e Amarela é um programa de financiamento de moradia em área urbana, com até 35 anos para pagar. Além disso, taxas de juros e descontos são concedidos de acordo com o grupo em que as famílias estão incluídas:

  • Famílias que possuem renda mensal bruta em até R$ 2.400,00;
  • Famílias que possuem renda mensal bruta de R$ 2.400,01 até R$ 3.000,00;
  • Famílias que possuem renda mensal bruta de R$ 3.000,01 até R$ 3.700,00;
  • Famílias que possuem renda mensal bruta de R$ 3.700,01 até R$ 4.400,00;
  • Famílias que possuem renda mensal bruta de R$ 4.400,01 até R$ 8.000,00.

O valor máximo do desconto disponibilizado às famílias é de R$ 47.500,00, para imóveis com valor máximo de R$ 264.000,00. Para obter um desconto são considerados vários fatores sociais, como a renda, capacidade de pagamento e particularidades da população de cada região.

As taxas de juros, que são válidas até dezembro de 2022, e variam entre 4,75% e 7,66% ao ano. Cotistas do FGTS têm condições melhores e taxas que vão de 4,25% a 7,16%.

Casa Verde e Amarela: como participar do programa?

Para participar do financiamento do programa Casa Verde e Amarela, as famílias com renda mensal de até R$ 8.000,00 podem contratar de forma individual ou junto à construtora.

Por meio de simulação, é possível que o inscrito saiba quanto será possível investir. O próximo passo é a entrega da documentação necessária em um Correspondente Caixa Aqui ou na agência da Caixa mais próxima.

Após entregar a documentação, a Caixa Econômica Federal vai avaliar o cadastro do usuário e a documentação do imóvel escolhido, sugerindo melhores condições para a família realizar o financiamento. Dessa maneira, o processo é finalizado com a validação e aprovação do cadastro e a assinatura do contrato de financiamento.

A simulação está disponível pelo site da Caixa Econômica Federal. Neste sentido, faz parte da operação de financiamento com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de serviço, chamada de Crédito Habitacional Recursos FGTS – Habitação Popular.

Leia também

você pode gostar também

Benefício de R$ 1,2 mil é pago para ESTE grupo de trabalhadores

Uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) garante a um grupo específico de trabalhadores um benefício de R$ 1,2 mil em parcela única. Saiba mais sobre o assunto.

Calendário Bolsa Família de Janeiro: veja todas as datas

O valor médio do Bolsa Família atualmente é de R$ 614,21; veja quem vai receber o pagamento nesta quinta-feira.

Aposentadoria INSS: veja quem terá as parcelas ainda nesta semana

Além da aposentadoria, o INSS também paga auxílio-doença e pensão aos segurados; confira o calendário de janeiro a seguir.

Prova de Vida: INSS terá 10 meses para provar que segurado está vivo

Saiu uma portaria que regulamenta os novos procedimentos necessários para realizar a prova de vida do INSS dos segurados.

Extrato da aposentadoria do INSS já pode ser consultado via app

Benefício recebeu reajuste, consequência da alta do salário mínimo, que passou a vigorar no começo de 2023.

Empresa é obrigada a pagar auxílio-creche para mães? Confira as regras

O auxílio-creche permite que mães tenham um lugar para deixar seus filhos enquanto trabalham. Contudo, muitos não sabem se a empresa é obrigada a pagar o auxílio às mulheres.