Auxílio Brasil 2023: benefício extra de R$ 150 pode ser adiado; entenda

Proposta do benefício extra de R$ 150 do Auxílio Brasil ainda precisa ser desenhada e votada no Congresso. O adicional será pago para crianças.

O Auxílio Brasil deve ganhar um benefício extra e cumulativo no valor de R$ 150 para crianças de até seis anos de idade em 2023. No entanto, a equipe de transição da presidência da República acredita que a implementação desse adicional pode demorar e não deve acontecer logo no primeiro semestre.

Leia também

Segundo os aliados do novo presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, estão sendo feitos esforços para que o pagamento seja iniciado no próximo ano. Contudo, as parcelas ainda precisam ser aprovadas e, por isso, o auxílio para o público infantil deve ser adiado.

O que falta para o benefício extra de R$ 150 no Auxílio Brasil 2023?

Para o próximo ano, Lula quer renomear o Auxílio Brasil de Bolsa Família e manter o valor atual de R$ 600. Além disso, o novo presidente pretende tirar do papel o benefício extra para crianças de até seis anos no valor de R$ 150. De acordo com o projeto, esse adicional requer um orçamento de R$ 18 bilhões.

O valor calculado considera todos os pagamentos do próximo ano, contemplando nove milhões de crianças dentro da primeira infância. Para fazer com que a nova parcela seja incluída dentro do programa, primeiro é necessário elaborar a proposta com todas as regras e regulamentações.

Depois disso, o benefício extra de R$ 150 do Auxílio Brasil 2023 precisa ser votado e aprovado pelo Congresso Nacional. Como não há previsão para a realização de cada uma dessas etapas, o adicional deve ser adiado. Caso o aval saia no primeiro semestre do ano, é possível que os pagamentos sejam iniciados no segundo semestre.

Manutenção do Auxílio Brasil médio de R$ 600 é real?

Entre as promessas de Lula para o Auxílio Brasil/Bolsa Família, está a parcela média de R$ 600 para as famílias participantes do programa. Esse valor foi implementado pelo governo Bolsonaro em caráter temporário, com validade até dezembro de 2022. Posteriormente, o benefício deveria ser reduzido.

De acordo com o Orçamento 2023 elaborado pela equipe do Ministério da Economia, liderado por Paulo Guedes, a parcela voltaria aos R$ 405. Entretanto, a equipe de Lula tem planos para manter os R$ 600 no próximo ano, chegando ao gasto de R$ 160 bilhões com o programa.

A estimativa já inclui o benefício extra de R$ 150 do Auxílio Brasil e faz parte da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Transição, mas fica fora do teto de gastos. O texto propõe a criação de um espaço no Orçamento para que o novo governo consiga cumprir com as promessas feitas.

Leia também


você pode gostar também

PEC que prevê Auxílio Brasil de R$ 600 em 2023 é aprovada no Senado

PEC da Transição passou no Senado. Texto prevê Auxílio Brasil com valor médio de R$ 600 em 2023 e outros benefícios.

Calendário INSS 2023 é oficialmente liberado pelo instituto; veja todas as datas

Milhões de aposentados, pensionistas e inscritos no BPC receberão depósitos conforme determinado pelo calendário INSS 2023.

Auxílio de R$ 712 será pago a partir da próxima semana; veja calendário

Auxílio de R$ 712 corresponde ao valor acumulado para quem tem direito a dois benefícios sociais do governo. Veja o novo calendário de pagamentos.

Auxílio Brasil Jovem garante benefícios extras; veja regras e valores

Por meio do Auxílio Brasil, jovens podem ter direito a benefícios de até R$ 1 mil reais. Leia e entenda como funciona.

Auxílio Brasil com reajuste pela inflação é tema de ideia legislativa

A proposta do Auxílio Brasil com reajuste pela inflação é uma ideia legislativa em votação no site do Senado Federal. Saiba os detalhes.

Auxílio Gás: último lote do ano será pago em breve; saiba consultar pelo CPF

O último lote do ano do Auxílio Gás será pago em breve. A consulta dos valores pode ser facilmente realizada por meio do CPF.